AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA POPULACIONAL DE Euterpe edulis Mart. NUM FRAGMENTO DE MATA ATLÂNTICA, DISTRITO DE PENEDO, MUNICÍPIO DE ITATIAIA-RJ

AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA POPULACIONAL DE Euterpe edulis Mart. NUM FRAGMENTO DE...

AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA POPULACIONAL DE Euterpe edulis Mart. NUM FRAGMENTO DE MATA ATLÂNTICA, DISTRITO DE PENEDO, MUNICÍPIO DE ITATIAIA-RJ.

Ana Célia Ribeiro1 e Carlos Alberto dos Santos Souza2

1 Graduando do Curso de Biologia, Centro Universitário de Barra Mansa, Barra Mansa, Rio de Janeiro, Brasil. e-mail: maryyjane_ana@hotmail.com.

2Docente de Ecologia do curso de Graduação, Centro Universitário de Barra Mansa, Barra Mansa, Rio de Janeiro, Brasil.

A espécie de palmiteiro, Euterpe edulis Mart. apresentava ampla distribuição nos fragmentos Atlânticos do território nacional, entretanto, ao longo de anos de exploração culminaram em uma ocorrência restrita destas populações a apenas remanescentes nativos da vegetação de Mata Atlântica. Apesar de sua importância ecológica e econômica, pouco ou quase nada se sabe sobre o comportamento desta espécie. O conhecimento sobre o comportamento de populações naturais em áreas impactadas se faz cada vez mais urgente, tanto para a conservação das populações, quanto para o desenvolvimento de projetos de manejo sustentado.

O estudo objetou desenvolver uma avaliação quali-quantitativa da população do palmiteiro, Euterpe edulis Mart. em um fragmento remanescente de floresta Atlântica no distrito de Penedo, Itatiaia-RJ no ano de 2008.

Foram demarcados ao longo de uma área de 70ha 4 parcelas (unidades amostrais) de 25 X 50m, eqüidistantes uma das outras 50m, onde os critérios de avaliação fitossociológicos considerados foram: (1) número de indivíduos no interior das parcelas; (2) altura total; (3) distância entre indivíduos; (4) DAP(diâmetro a 1,20m do solo); (5) vestígios de ação antrópica; (6) dados relacionados a sociabilidade, vigor e comportamento (estado reprodutivo, cobertura da serrapilheira); (7) altitude e georeferenciamento.

Até o momento os dados preliminares apontaram um total de 584 indivíduos, sendo: 213 adultos e 271 jovens (Com circunferência menor que 15cm); altura entre 4 e 30m; os indivíduos estavam posicionados de 24cm a 7m uns dos outros; o diâmetro apresentou uma média de 4,5 a 21,6cm com circunferência de 15 a 73cm; foram encontrados 58 troncos com vestígios de ação antrópica indicando extração ilegal do palmito; verificou-se 21 indivíduos frutificando, frutos secos em toda a extensão indicando o final da época reprodutiva; a serapilheira possui de 2 a 4cm de espessura representando uma fonte de nutrientes muito importante para a manutenção da floresta.

Palavras chaves: Euterpe edulis, população, exploração, fitossociológicos.

Comentários