Proteus Manual Português

Proteus Manual Português

(Parte 5 de 9)

Escolha um zoom de 50 pôr cento para poder manusear a imagem.

Selecione a imagem usando a segunda ferramenta da barra de ferramentas (quadrado Selecionador), clique no menu EFECT, FANCY, INVERT. que teremos a imagem em negativo (cores invertidas) basta salvá-la e imprimí-la .

Se imprimir em transparência própria para jato de tinta ou Laser Film para laser teremos um fotolito direto. Caso você opte em tirar xerox numa transparência para retro projetor e reforçar com Toner Magic por uma questão de custo e qualidade (laser), teremos um fotolito indireto xerográfico que após o tratamento com TONER MAGIC fica com qualidade laser.CONSULTE O MANUAL DO SEU KIT.

EDITANDO ( ROTEAMENTO MANUAL)

O fotolite é um software destinado à confecção de placas de circuito impresso. O programa é o mais popular do mundo, pois engloba uma biblioteca de componentes vasta e recursos que somente programas de maior custo possuem. Tais como re­cursos para criação de componentes, editoração de texto den­tro do programa e resolução gráfica de altíssima qualidade. Ele permite traços de até 1 milésimo de polegada.

Mas a razão principal de seu sucesso está na simplicidade de domínio do programa pelos usuários.

Nosso curso foi elaborado de forma a explorar os principais recursos do programa no menor espaço de tempo possível, se­guindo as instruções detalhadamente você estará apto à dese­nhar suas placas após 40 min. de estudo deste programa.

Aconselhamos que você faça todos os exercícios sugeridos antes de tentar usar o programa.

Este curso parte do pressuposto que você instalou o fotolite no Windows 95 /98

Para executar o programa clique iniciar, programas e clique no ícone fotolite.

SISTEMA DE MEDIDA DE LARGURA DE TRILHA E COMPONENTES .

O sistema de largura de trilhas usado neste programa é o SISTEMA IMPERIAL, nesta versão usaremos o sistema métrico. Mas vamos estudar também o sistema Imperial por ser usado nas medidas dos componentes e traços do programa

ESCOLHENDO O SISTEMA MÉTRICO.

Vamos trabalhar com a tela em mm, isto quer dizer que medidas de placas e distância dos componentes serão expressas em mm.

Clique com o lado esquerdo do mouse sobre o Menu Display em seguida clique Metric.

FAMILIARIZANDO-SE COM O SISTEMA IMPERIAL (POLEGADAS)

Para lhe preparar para compreender o programa a fundo, vamos estudar o sistema imperial, pois ele está presente em todas as versões do fotolite. O mil é a uni­dade deste sistema de medida. Um mil é equivalente a um milé­simo de polegada. Pois medidas de trilhas e ilhas são expressas em mils.

Memorize a tabela abaixo:

MILS OU THOU (THOUSANDTHS) MM (MILIMETROS)

5 é igual a 0.125 mm

10 é igual a 0.25 mm

20 é igual a 0.5 mm

30 é igual a 0.75 mm

40 é igual a 1.0 mm

A tabela acima deve ser memorizada..

A tabela acima foi calculada com a seguinte formula:

Medida em mils x 25.4 / 1.000= valor em centímetros.

Ex: Vamos supor que queiramos saber quantos milímetros são

40 mils.

Seguindo a fórmula:

40 x 25.4 /1.000=1.02 mm em termos práticos é igual a 1 mm.

Vamos supor que queiramos traçar uma trilha de 5 cm de com­primento, quanto seria em mils?

Muito simples:

Sabemos que 40 mils = 1 mm então 40 x 50=2.000 mils.

Os exercícios acima são importantes para entendermos a medida de componentes e trilhas, para mudarmos e criarmos componentes.

Atenção: Medidas de componentes no programa podem aparecer em polegadas, pôr exemplo 0.12 inc (inches, polegadas), neste caso multiplique pôr 1000 que terá a medida em mils ou em thou.

A abreviatura de thou (thousandths, milésimos de polegadas) é th. Isto é, você verá as medidas em mils, com th como unidade.

LAYERS (CAMADA)

Quando fazemos uma Placa de circuito impresso no fotolite, este gera simultaneamente, vários traçados necessários para toda etapa de fabricação da PCI, estes traçados são gerados nos LAYERS (CAMADA DE TRA­BALHO), não confundir com camadas da placa de circuito impresso.

OS LAYERS DO PROGRAMA FOTOLITO SÃO:

TOP E BOTTOM. (SUPERIOR E INFERIOR).

Lado dos componentes e lado da solda, como costumamos chamar quando fazemos uma placa de face simples

INNER1 ao INNER14 - estes layers são camadas internas das placas chamadas de multi- layers.

TOPSILK e BOTTOM SILK (máscara de componentes superior e máscara de componentes inferior)

Nestes layers (camadas de trabalho) o fotolite desenha o silk screen do lado superior (TOP) e silkscreen do lado inferior. (BOTTOM). O silkscreen se refere a identificação e encapsulamento do componente, destinado a montagem em série.

TOPMASK e BOTTOMMASK

(MÁSCARA DE SOLDA SUPERIOR E MÁSCARA DE SOLDA INFERIOR).

Nestes layers o fotolite gera um traçado para aplicação de solda industrial para o processo de fabricação dos apare­lhos.

Essa arte chama-se máscara de solda recobrindo com verniz a parte que não deve receber solda e deixando o cobre ex­posto a parte que deverá receber solda.

TOP RESIST E BOTTOM RESISTsão TOP (superior) BOTTON (inferior)

Nestes layers são gerados diagramas que monitoram o processo de fabricação de placas com SMT (surfice mount tecno­logy = tecnologia de montagem de superfície)

EDGE

Neste layer é definido pelo fotolite os limites da placa para roteamento automático.

CONN (ABREVIATURA DE CONNECTIONS)

Neste layer é gerado traços de ligações quando vamos rotear a placa manualmente usando um NET LIST.

KEEPOUT (MANTENHA-SE FORA)

No caso roteamento automático, neste layer o usuário define onde o roteador não deve passar trilhas.

TITTLE (TÍTULO)

Este layer é utilizado somente para documentar o projeto.

Informações tais como o nome do projeto, nome do projetista, data da última revisão, etc...

SELECIONANDO O GRID

GRID- pode ser definido como o movimento do cursor na tela.Estes valores são estabelecidos pelo comando :

SYSTEM/SETUP GRID

São armazenados os valores nas teclas F2 a F4 isto é podemos mudar de Grid apenas apertando uma tecla.

EXERCÍCIOS

Vamos fazer uma placa de circuito impresso com apenas 2 com­ponentes para você exercitar e informar-se dos passos neces­sários para tirar todos os recursos que o fotolite pode oferecer.

HABILITANDO E DESABILITANDO UM LAYER.

Podemos escolher que layers aparecerão na tela.

Clique com o lado esquerdo do mouse no Menu Display e em seguida clique em Layers.

Um quadro com as camadas aparecerá na tela. Deixe ativado, isto é com um tique na frente somente TOP COPPER, TOP SILK, EDGE (PARA VERMOS A BORDA DA PLACA).

(Parte 5 de 9)

Comentários