Apostila - Excel Financeiro

Apostila - Excel Financeiro

(Parte 6 de 7)

Plan4 A4=Plan1!A4 B4=Plan1!B4 C4=Plan3!C4-Plan2!C4 D4=Plan2!D4-(Plan2!C4*Plan1!C4) E4=SE(C4<=15; “Produto em falta!!!”; “O estoque está em ordem”)

Lucros e Estoque

15 Berinjela 25 R$35,0 O estoque está em

Código Descrição Estoque Lucro Observação ordem

20 Goiaba 5 R$36,0 Produto em falta!!!

25 Maçã 27 R$ 186,0 O estoque está em ordem

30 Laranja 14 R$31,50 Produto em falta!!!

35 Uva 26 R$ 110,25 O estoque está em ordem

40 Manga 16 R$ 103,50 O estoque está em ordem

45 Mamão 1 R$65,25 Produto em falta!!!

A função SE que você utilizou na última planilha, tem as seguintes opções:

SE (expressão; valor se verdadeiro; valor se falso) A expressão é qualquer expressão que retorne um valor verdadeiro ou falso. Por exemplo, numa função “A5=1” se A5 for igual a 1 então a célula possuirá o texto ou valor inserido em Valor se verdadeiro, pelo contrário retornará o Valor se falso.

Vendas do Mês

CódigoDescriçãoQuantidade Total

15 Berinjela 35 R$ 175,0 20 Goiaba 48 R$ 180,0 25 Maçã 93 R$ 930,0 30 Laranja 21 R$ 157,50 35 Uva 63 R$ 551,25 40 Manga 46 R$ 517,50 45 Mamão 87 R$ 326,25

Compras do Mês

CódigoDescriçãoQuantidade Total

15 Berinjela 60 R$ 240,0 20 Goiaba 53 R$ 159,0 25 Maçã 120 R$ 960,0 30 Laranja 35 R$ 210,0 35 Uva 89 R$ 623,0 40 Manga 62 R$ 558,0 45 Mamão 98 R$ 294,0

Microsoft Excel Financeiro

36 ©2002 – Cópia Autorizada desde que citada a fonte e preservado o conteúdo completo-

O objetivo da matemática financeira é de estudar a evolução do dinheiro no tempo. Veja que quando vamos aplicar uma quantia em um banco falamos em diversos termos tais como juros, taxa de juros, resgate, portanto iremos agora definir os principais termos que utilizaremos em nosso trabalho.

Juros (J): é a remuneração exigida na utilização de capital de terceiros, obeserve que os juros recebidos representam um rendimento em moeda e os juros pagos representam um custo em moeda.

Taxa de Juros (i): é o coeficiente entre a razão dos juros de um período e o capital tomado, sendo o mesmo representado de forma percentual (3%) ou até mesmo decimal (0,03).

Período (n): uma operação financeira pode ser visualizada como se envolvesse um único período de tempo, ou ainda envolvendo múltiplos ou frações de períodos.

Montante (M) ou Valor Futuro (VF): é a quantidade monetária resultante de uma operação financeira.

Capital (C) ou Valor Presente (VP): é a quantidade inicial utilizada para o cálculo de um valor final ou montante.

Fórmulas

As fórmulas abaixo são relações entre as variáveis mostradas acima, salientando que utilizaremos o prazo igual a 1.

Fórmula 1: M=C+J - Obtem-se o Montante ($) Fórmula 2: J=C*i - Obtem-se Juros ($) Fórmula 3: M=C*(1+i) - Obtem-se Montante ($) Fórmula 4: i=(M/C)-1 - Obtem-se taxa de juros (% taxa ou decimal)

O resultado desta fórmula 4 será decimal para transformá-lo em percentual basta multiplicá-lo por 100.

Microsoft Excel Financeiro

37 ©2002 – Cópia Autorizada desde que citada a fonte e preservado o conteúdo completo-

Exemplo:

Tomo um empréstimo de R$10.0,0 (VP) sendo a taxa de juros de 15% a.m. (i). Quanto será o montante desta operação?

Primeiramente devo ter em mente a fórmula correta, que no caso é a fórmula 3, onde é expresso que M=C*(1+i), ou seja, M é o montante, C é o valor do empréstimo, i é taxa de juros aplicada na operação.

Note que a célula B1 corresponde ao valor presente (VF), a célula B2 corresponde à taxa de juros (i), portanto a célula B3 deve ser formulada como:

ATINGIR META Iremos supor o valor do montante acima R$1.50,0, se quisermos saber o valor presente, devemos utilizar o recurso atingir meta, para esta situação será necessário informar a fórmula do valor futuro (VF) na célula B3, pois ela servirá ao computador com referência para o cálculo do valor presente (VP).

1º PASSO

2º PASSO No menu FERRAMENTA, seleciona a opção ATINGIR META.

Microsoft Excel Financeiro

38 ©2002 – Cópia Autorizada desde que citada a fonte e preservado o conteúdo completo-

3º PASSO Depois de digitado os campos solicitados Definir célula: célula onde será mostrado o resultado. Para valor: valor utilizado como base de cálculo. Alternando célula: célula onde a formula é informada para cálculo.

Clicando em OK, o valor será colocado na célula indicada, ou seja, B1.

REGIMES DE CAPITALIZAÇÃO Regime de capitalização é a forma em que se verifica o crescimento do capital, este pode ser pelo regime de capitalização simples ou composta. No regime de capitalização simples os juros são calculados utilizando como base o capital inicial (VP), já no regime de capitalização composta as taxas de juros são aplicados sobre o capital acumulado dos juros.

Exemplo: Empréstimo de R$100,0 por 3 meses, a taxa de 10% a.m.

Microsoft Excel Financeiro

39 ©2002 – Cópia Autorizada desde que citada a fonte e preservado o conteúdo completo-

O regime de capitalização simples mostra que o capital aumenta de forma linear. Em nosso país este regime de capitalização não é muito utilizado por instituições financeiras, pois com o regime de capitalização composta se obtém lucros maiores em empréstimos.

Fórmulas J=C*i*n M=C*(1+i*n) EXEMPLO

Necessito controlar duplicatas de minha empresa, sabendo que a taxa de juros cobrada pelo banco é de 3,5% a.m., quero calcular o montante de liquidação das duplicatas.

Valor Duplicata Vencimento Pagamento Montante R$ 20.0,0 01/08/202 15/08/202 ? R$ 30.0,0 10/08/202 20/08/202 ? R$ 50.0,0 17/08/202 20/08/202 ?

Lembre-se de formatar as células nos formatos devidos, vencimento e pagamento no formato data, e as demais como moeda.

Microsoft Excel Financeiro

40 ©2002 – Cópia Autorizada desde que citada a fonte e preservado o conteúdo completo-

(Parte 6 de 7)

Comentários