Materiais de Ferramentas

Materiais de Ferramentas

(Parte 3 de 6)

–substitui W

● Cobalto (Co)

–eleva temperatura de sensibilização a quente

–melhora dureza a quente

–melhor solubilidade de carbonetos

Processos de Usinagem Aços rápidos

● Aço-rápido com revestimento (TiC, TiN):

●Menor atrito;

●Redução no desgaste;

●Maior estabilidade química;

●Proteção térmica do substrato

Processos de Usinagem Aços rápidos

Áreas de aplicação dos aços-rápidos

- Ferramentas para todas as operações de usinagem

- Ferramentas para desbaste e acabamento - Machos e cossinetes de roscas

- Brocas helicoidais

- Alargadores

- Fresas de todos os tipos

- Ferramentas de plainar

- Escareadores

- Ferramentas para trabalho a frio

- Ferramentas para trabalho em madeira

- outras.

Processos de Usinagem

Ligas Fundidas

Características

- Composição típica: ➔ 3% Fe

➔ 4% Co - Resistem a temperatura entre aproximadamente 700 a 800°C

- W Mn, Mo, V, Ti e Ta - Tratamento térmico complexo

- Preço elevado

Processos de Usinagem Ligas Fundidas

Nomes comerciais: Stellite, Tantung, Rexalloy e Chromalloy

Áreas de aplicação das Ligas Fundidas - Raro em ferramentas para usinagem de geometria definida

- Material para abrasivos

- Isoladores térmicos, isoladores elétricos

- Fundição de materiais cerâmicos

- outros

Processos de Usinagem Metal Duro – WIDIA

Características

- Desenvolvimento 1926 - Leipzig - Material de ferramenta mais utilizado na indústria

- Indústria automobilística consome cerca de 50% das ferramentas de metal duro produzidas no mundo

- Resistem a temperatura de até aproximadamente 1000°C (mesma dureza que o aço rápido à temperatura ambiente)

- Maiores Vc com relação as ligas fundidas, aços rápidos e aços ferramenta

- Aumento na vida útil das ferramentas na ordem de 200 a 400%

Processos de Usinagem Duro – WIDIA

- Composição típica: 81% W, 6% C e 13% Co – (WC-Co)

●Algumas razões do sucesso deste material:

–Grande variedade de tipos de metal duro (adição de elementos de liga);

–Propriedades adequadas às solicitações em diferentes condições

–Possibilidade de utilização de insertos intercambiáveis

(Parte 3 de 6)

Comentários