Choque

Choque

(Parte 2 de 5)

PA = DC x RVSPA = DC x RVS

DC = DC = FcFcx x VsVs(l/m)(l/m)

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

Pressão de pulso:Pressão de pulso:ÉÉa diferena diferençça entre a pressão sista entre a pressão sistóólica e a lica e a diastdiastóólica.lica.

Pressão Arterial MPressão Arterial Méédia:dia:

PAM = Pressão DiastPAM = Pressão Diastóólica + 1/3 Pressão de Pulsolica + 1/3 Pressão de Pulso Ex. : Pressão Arterial de 120 x 80 mmHg:Ex. : Pressão Arterial de 120 x 80 mmHg: PAM = 80 + |(120 PAM = 80 + |(120 ––80)/3|80)/3| PAM = 80 + (40/3)PAM = 80 + (40/3) PAM = 80 + 93,3PAM = 80 + 93,3 PAM = 93,3 ou 93 mmHgPAM = 93,3 ou 93 mmHg

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

FreqFreqüüência Cardência Cardííaca:aca:Quando ocorrem taquicardias extremas o consumo Quando ocorrem taquicardias extremas o consumo de de OO²²fica muito mais elevado, a redufica muito mais elevado, a reduçção no perão no perííodo odo diastdiastóólico produz menor perfusão coronariana e lico produz menor perfusão coronariana e menor tempo de enchimento gerando menor formenor tempo de enchimento gerando menor forçça a contrcontráátil e menor volume sisttil e menor volume sistóólico.lico.

Volume SistVolume Sistóólico:lico:ÉÉproduto de três fatores distintos: produto de três fatores distintos: prpréé--cargacarga, , pós-- cargacargae e contratilidadecontratilidade..PrPréé--carga corresponde ao grau de estiramento carga corresponde ao grau de estiramento miocmiocáárdico no final da dirdico no final da diáástole.stole.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascular / oxigenacardiovascular / oxigenaçção miocão miocáárdicardica

O miocO miocáárdio consume cerca de 65% a 80% do rdio consume cerca de 65% a 80% do OO²²oferecido pela circulaoferecido pela circulaçção coronarianaão coronariana

Não Não ééposspossíível aferivel aferi--lala

A irrigaA irrigaçção miocão miocáárdica rdica éémenor na smenor na síístole e stole e maior na dimaior na diáástolestole

Uma pressão diastUma pressão diastóólica alica aóórtica adequada rtica adequada é fundamental para a irrigafundamental para a irrigaçção dos ventrão dos ventríículosculos

Em taquicardias elevadas, a reduEm taquicardias elevadas, a reduçção do ão do intervalo diastintervalo diastóólico lico éémuito prejudicial muito prejudicial ààirrigairrigaçção ão miocmiocáárdicardica

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascular / oxigenacardiovascular / oxigenaçção miocão miocáárdicardica

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascular / oxigenacardiovascular / oxigenaçção tecidualão tecidual

ClassificaClassificaçção dos Estados de Choqueão dos Estados de Choque

Quando pensamos em choque, temos em Quando pensamos em choque, temos em mente diminuimente diminuiçção da pressão arterial, ão da pressão arterial, hipoperfusão tecidual e disfunhipoperfusão tecidual e disfunçção ão orgânica. Contudo, quando entendemos orgânica. Contudo, quando entendemos melhor esta smelhor esta sííndrome, podemos ndrome, podemos conceituconceituáá--la como um desequilla como um desequilííbrio entre brio entre oferta e utilizaoferta e utilizaçção do oxigênio tecidual e ão do oxigênio tecidual e celular, sem necessariamente ocorrer celular, sem necessariamente ocorrer hipotensão arterialhipotensão arterial..

ClassificaClassificaçção dos Estados de Choqueão dos Estados de Choque

Hipotensão arterial, em adultos, Hipotensão arterial, em adultos, éédefinida definida como uma pressão arterial sistcomo uma pressão arterial sistóólica < 90 lica < 90 mmHg ou pressão arterial mmmHg ou pressão arterial méédia < 60 dia < 60 mmHg ou uma diminuimmHg ou uma diminuiçção de 40 mmHg ão de 40 mmHg na pressão arterial sistna pressão arterial sistóólica de base.lica de base.

Quanto ao estQuanto ao estáágio evolutivogio evolutivo Quanto ao padrão de fluxoQuanto ao padrão de fluxo Quanto ao padrão hemodinâmicoQuanto ao padrão hemodinâmico

ClassificaClassificaçção dos Estados de Choqueão dos Estados de Choque

O estado de choque cursa com mO estado de choque cursa com mááperfusão perfusão tecidual. A hiptecidual. A hipóóxia decorrente deste estado pode xia decorrente deste estado pode ser classificada como:ser classificada como:HipHipóóxia xia estagnanteestagnante: baixo DC: baixo DCHipHipóóxia anêmicaxia anêmica: queda do conte: queda do conteúúdo arterial de Odo arterial de O secundsecundáária a queda de hemoglobinaria a queda de hemoglobinaHipHipóóxia xia hiphipóóxicaxica::queda do contequeda do conteúúdo arterial de Odo arterial de O secundsecundáária a queda da ria a queda da SatSat. O. OHipHipóóxia xia citotcitotóóxicaxicaou ou histocitothistocitotóóxicaxica: quando o fluxo e : quando o fluxo e conteconteúúdo de Odo de Oestão adequados, mas não hestão adequados, mas não háá capacidade de utilizacapacidade de utilizaçção tecidual de Oão tecidual de O

ClassificaClassificaçção dos Estados de Choque: ão dos Estados de Choque: quanto ao estquanto ao estáágio evolutivogio evolutivo

Choque compensado (fase I)Choque compensado (fase I)Aumento da FC e da CM mediado por catecolaminasAumento da FC e da CM mediado por catecolaminasVasoconstriVasoconstriçção do sistema nervosoão do sistema nervosoVasoconstriVasoconstriçção do sistema arterialão do sistema arterial Choque Descompensado (fase I)Choque Descompensado (fase I)Falência dos mecanismos compensatFalência dos mecanismos compensatóóriosrios

Choque irreversChoque irreversíível (fase I)vel (fase I)Falta de resposta cardiovascular Falta de resposta cardiovascular ààinfusão de volume infusão de volume e drogas vasoativase drogas vasoativas

ClassificaClassificaçção dos Estados de Choque: ão dos Estados de Choque: quanto ao padrão hemodinâmicoquanto ao padrão hemodinâmico

VasoplVasopléégicoNeurogênicogico Neurogênico
AnafilaxiaAnafilaxia HipotireoidismoHipotireoidismo//hipocortisolismohipocortisolismo

SSííndrome de ndrome de hiperviscosidadehiperviscosidade

DistributivoDistributivo

Embolia pulmonarEmbolia pulmonar

Tamponamento cardTamponamento cardííacoaco PneumotPneumotóórax hipertensivorax hipertensivo

ObstrutivoObstrutivo

Falência Ventricular esquerdaIAMFalência Ventricular esquerda IAM
ArAríítmiastmias/dist/distúúrbios de condurbios de conduççãoLesões valvaresão Lesões valvares

Miocardite/Miocardite/miocardiopatiamiocardiopatia DisfunDisfunçção miocão miocáárdica da sepserdica da sepse

CardiogênicoCardiogênico

HemorragiaHemorragia

DesiDesidratadrataççãoão SequestroSequestro de lde lííquidosquidos

HipovolêmicoHipovolêmico

ClassificaClassificaçção da Gravidade no Choque ão da Gravidade no Choque HipovolêmicoHipovolêmico

DiminuDiminuíídadadiminudiminuíídadanormalnormalnormalnormalPAPA

> 2000 ml> 2000 ml1500 a 2000 ml1500 a 2000 ml750 a 1500 ml750 a 1500 ml~ 750 ml~ 750 mlPerda Perda SanguSanguííneanea diminudiminuíídadadiminudiminuíídadadiminudiminuíídadaNormal ou Normal ou diminudiminuíídada Pp (mmHg)Pp (mmHg)

Classe IVClasse IVClasse IIIClasse IIIClasse IIClasse IIClasse IClasse I

Confuso e Confuso e letletáárgicorgico confusoconfusoAnsiedade Ansiedade moderadamoderada AnsiedadeAnsiedade leveleve Estado mentalEstado mental

< 5< 5 a 15 a 1520 a 3020 a 30> 30> 30V. UrinV. Urinááriorio mlml/h/h

>35>3530 a 4030 a 4020 a 3020 a 3014 a 2014 a 20FRFR

> 140 bpm> 140 bpm> 120 bpm> 120 bpm> 100 bpm> 100 bpm< 100 bpm< 100 bpmFCFC

ESTADO DE DESEQUILESTADO DE DESEQUILÍÍBRIO ENTRE A QUANTIDADE BRIO ENTRE A QUANTIDADE DE OXIGÊNIO QUE CHEGA DE OXIGÊNIO QUE CHEGA ÀÀS CS CÉÉLULAS LULAS (TRANSPORTE OU OFERTA DE O2) E A (TRANSPORTE OU OFERTA DE O2) E A QUANTIDADE DE QUE A CQUANTIDADE DE QUE A CÉÉLULA NECESSITA PARA LULA NECESSITA PARA EXECUTAR SUAS FUNEXECUTAR SUAS FUNÇÇÕES (CONSUMO DE O2)ÕES (CONSUMO DE O2)

PenildonPenildon, 2002; , 2002; GuytonGuyton& Hall, 2002& Hall, 2002

Respostas FisiopatolRespostas Fisiopatolóógicas Ao Choque gicas Ao Choque HemorrHemorráágicogico

AtivaAtivaçção do reflexo ão do reflexo barorreceptorbarorreceptorredistribuiredistribuiçção do fluxo sangão do fluxo sangüíüíneo privilegiando neo privilegiando circulacirculaçções de baixa reserva de O2 (coraões de baixa reserva de O2 (coraçção e ão e ccéérebro)rebro)

AtivaAtivaçção do SRAAão do SRAAcomo resultado final da ativacomo resultado final da ativaçção deste sistema, ão deste sistema, observaobserva--se efeito antidiurse efeito antidiuréético e tico e vasopressorvasopressor

(Parte 2 de 5)

Comentários