Choque

Choque

(Parte 4 de 5)

A maior importância da A maior importância da reposireposiçção volêmica ão volêmica é manter uma perfusão manter uma perfusão adequada para os adequada para os óórgãos rgãos vitais, evitando que um vitais, evitando que um choque compensado choque compensado evolua para evolua para descompensado ou descompensado ou irreversirreversíível.vel.

IndicaIndicaçções nas Emergências ões nas Emergências TraumTraumááticasticas

Seja em qual for o tipo de emergência, o acesso Seja em qual for o tipo de emergência, o acesso venoso deve ser estabelecido no A B venoso deve ser estabelecido no A B CCD ED E

Deve ser considerado Deve ser considerado ““sempresempre””o tempo o tempo resposta ao tratamento definitivoresposta ao tratamento definitivo

Não Não ééuma uma ““exclusividadeexclusividade””da enfermagemda enfermagem ÉÉuma uma ““excelênciaexcelência””para a enfermagempara a enfermagem

ÉÉum procedimento tão sum procedimento tão séério e necessrio e necessáário como rio como outro qualqueroutro qualquer

IndicaIndicaçções nas Emergências ões nas Emergências

TraumTraumááticasticas

IndicaIndicaçções nas Emergências ões nas Emergências TraumTraumááticasticas

IndicaIndicaçções nas Emergências ões nas Emergências ClClíínicas e Traumnicas e Traumááticasticas

Deve ser instalado no Suporte BDeve ser instalado no Suporte Báásico ou sico ou AvanAvanççado de Vida?ado de Vida?

Mas não Mas não ééproibitivo no Bproibitivo no Báásico!!!sico!!!

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS Ordem de prioridade Ordem de prioridade na escolha do localna escolha do localMais visMais visíívelvelMais Mais calibrosacalibrosaMais palpMais palpáávelvelLocal fLocal fáácil acessocil acessoPode ser em dobrasPode ser em dobrasMais prMais próóxima ao xima ao coracoraççãoão

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS

MMSSMMSSBasBasíílicalicaCubitalCubital RiscosRiscosArtArtééria Braquialria BraquialNervo BraquialNervo Braquial

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMSAcesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS MMSSMMSSMãosMãosAntebraAntebraççoo

RiscosRiscosVeias pequenasVeias pequenasMaior quantidade de Maior quantidade de VVáálvulaslvulasMenos Menos calibrosascalibrosas

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Perifééricorico

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso PerifééricoricoAcesso Venoso PerifAcesso Venoso Perifééricorico Acesso Venoso PerifAcesso Venoso PerifééricoricoAcesso Venoso PerifAcesso Venoso Perifééricorico

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMSAcesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMSAcesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMSAcesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MSMS

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MIMI

MMIIMMIISafenaSafena

RiscosRiscosTromboseTromboseExtremamente Extremamente

doloridodoloridoLonge do coraLonge do coraççãoãoMaior quantidade de Maior quantidade de vváálvulaslvulas

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico --MIMI

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região Cervical Cervical ––Jugular ExternaJugular Externa

Região CervicalRegião CervicalJugular externaJugular externaCompetência do Competência do EnfermeiroEnfermeiro

RiscosRiscosDifDifíícil puncil punççãoãoFluxo invertidoFluxo invertidoAtrapalha manobras de Atrapalha manobras de

RCPRCPInterfere na estabilizaInterfere na estabilizaçção ão da coluna cervicalda coluna cervical

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região Cervical Cervical ––Jugular ExternaJugular Externa

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região

Cervical Cervical ––Jugular ExternaJugular Externa Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região

Cervical Cervical ––Jugular ExternaJugular Externa

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região Cervical Cervical ––Jugular ExternaJugular Externa

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região

Cervical Cervical ––Jugular ExternaJugular Externa

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região PPéélvica lvica ––FemoralFemoral

Região PRegião PéélvicalvicaVeia FemoralVeia FemoralCompetência do Competência do EnfermeiroEnfermeiro

RiscosRiscosTromboseTrombosePerda do MembroPerda do MembroPunPunçção Arterialão ArterialPunPunçção de outras estruturas ão de outras estruturas importantesimportantesÚÚltima opltima opççãoão

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região

PPéélvica lvica ––FemoralFemoral

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região PPéélvica lvica ––FemoralFemoral

TTéécnica de Puncnica de Punçção de Veia ão de Veia FemoralFemoralConectar a uma seringa, Conectar a uma seringa, preferencialmente 10 preferencialmente 10 ccccInserInserçção da agulha a 45ão da agulha a 45ººEntrar com agulha Entrar com agulha mantendo aspiramantendo aspiraçção do ão do

êmboloêmboloSe paciente sem pulso, Se paciente sem pulso, localizar ponto conforme localizar ponto conforme figurafigura

Acesso Venoso PerifAcesso Venoso Periféérico rico ––Região Região PPéélvica lvica ––FemoralFemoral

TTéécnica de Puncnica de Punçção ão de Veia Femoralde Veia FemoralApApóós puns punçção prosseguir ão prosseguir com o cateter em plano com o cateter em plano

frontal frontal áápelepeleFixar com gases se for Fixar com gases se for

(Parte 4 de 5)

Comentários