NBR14931 2003 - Execução de estruturas de concreto - Procedi

NBR14931 2003 - Execução de estruturas de concreto - Procedi

(Parte 1 de 15)

Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13/28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (21) 3974-2300 Fax: (21) 2240-8249/2220-6436 Endereço eletrônico: w.abnt.org.br

ABNT - Associação Brasileira de

Normas Técnicas

Copyright © 2003, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

MAR 2003NBR 14931

Execução de estruturas de concreto - Procedimento

Origem: Projeto 02:124.16-001:2002 ABNT/CB-02 - Comitê Brasileiro de Construção Civil CE-02:124.16 - Comissão de Estudo de Execução de Estruturas de Concreto NBR 14931 - Execution of concrete structures - Procedure Descriptors: Concrete. Site. Structure Esta Norma cancela e substitui as NBR 10788:1989 e NBR 10789:1989 Esta Norma é baseada nas prENV 13670-1:1999 e ACI 318:1992 Válida a partir de 30.03.2004

Palavras-chave:Concreto. Obra. Estrutura40 páginas

Sumário Prefácio 1 Objetivo 2 Referências normativas 3 Definições 4 Simbologia 5 Requisitos gerais 6 Canteiro de obra 7 Sistema de fôrmas 8 Armaduras 9 Concretagem 10 Cura e retirada de fôrmas e escoramentos 1 Recebimento da estrutura de concreto ANEXOS A Execução da protensão em concreto protendido com aderência posterior B Execução da injeção de calda de cimento Portland em concreto protendido com aderência posterior C Execução da protensão em concreto protendido sem aderência

Prefácio

A ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos ABNT/CB e ABNT/ONS, circulam para Consulta Pública entre os associados da ABNT e demais interessados.

Esta Norma contém os anexos A, B e C, de caráter normativo.

A necessidade de elaboração desta Norma deveu-se à mudança de escopo da NBR 6118:2003 - Projeto de estruturas de concreto - Procedimento - com relação ao documento de origem (NBR 6118:1980 - Projeto e execução de estruturas de concreto armado - Procedimento). Estabeleceu-se também a necessidade de revisão da NBR 7187:1987 - Projeto e execução de pontes de concreto armado e protendido – Procedimento - e da NBR 8681:1984 - Ações e segurança nas estruturas - Procedimento. Esta informação tem por finalidade alertar os usuários quanto à conveniência de consultarem as edições atualizadas dos documentos citados.

1 Objetivo

1.1 Esta Norma estabelece os requisitos gerais para a execução de estruturas de concreto. Em particular, esta Norma define requisitos detalhados para a execução de obras de concreto, cujos projetos foram elaborados de acordo com a NBR 6118.

1.2 Esta Norma abrange requisitos para a execução de uma estrutura, conforme definido em projeto.

1.3 Esta Norma se aplica a estruturas de concreto permanentes ou temporárias.

1.4 Esta Norma se aplica à execução de fundação superficial, sapata, “radier”, sapata associada, blocos e vigas de fundação, conforme definido em 3.1 a 3.7 e 3.30 da NBR 6122:1996.

1.5 Esta Norma não estabelece os requisitos para especificação, produção e conformidade do concreto, que devem seguir o que estabelece a NBR 12655.

1.6 Esta Norma não se aplica à produção de elementos pré-moldados de concreto, que devem ser executados de acordo com a NBR 9062.

1.7 Esta Norma não cobre os requisitos para a execução de certos elementos de fundações profundas definidos em 3.8 a 3.21 da NBR 6122:1996.

1.8 Esta Norma não cobre os requisitos para a execução de tirantes injetados que estão normalizados pela NBR 5629.

1.9 Esta Norma não cobre os requisitos para a execução de paredes-diafragma, de paredes de contenções com o uso de chumbadores ou concreto projetado, bem como não se aplica para a execução de solo grampeado.

1.10 Esta Norma não cobre aspectos da execução relativos à segurança do trabalho e à saúde, estabelecidos em regulamentos governamentais, normas regulamentadoras e na NBR 12284.

2 Referências normativas

As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usarem as edições mais recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.

NBR 5426:1985 - Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos - Procedimento NBR 5629:1996 - Execução de tirantes ancorados no terreno - Procedimento NBR 6118:2003 - Projeto de estruturas de concreto - Procedimento NBR 6122:1996 - Projeto e execução de fundações - Procedimento NBR 6123:1987 - Forças devidas ao vento em edificações - Procedimento NBR 7187:2003 - Projeto e execução de pontes de concreto armado e protendido - Procedimento NBR 7190:1997 - Projeto de estruturas de madeira NBR 7212:1984 - Execução de concreto dosado em central - Procedimento NBR 7480:1996 - Barras e fios de aço destinados a armaduras para concreto armado - Especificação NBR 7481:1990 - Tela de aço soldada - Armadura para concreto - Especificação NBR 7482:1991 - Fios de aço para concreto protendido - Especificação NBR 7483:1991 - Cordoalhas de aço para concreto protendido - Especificação NBR 7681:1983 - Calda de cimento para injeção - Especificação NBR 7682:1983 - Calda de cimento para injeção - Determinação do índice de fluidez - Método de ensaio

NBR 7683:1983 - Calda de cimento para injeção - Determinação dos índices de exsudação e expansão - Método de ensaio

NBR 7684:1983 - Calda de cimento para injeção - Determinação da resistência à compressão - Método de ensaio NBR 7685:1983 - Calda de cimento para injeção - Determinação da vida útil - Método de ensaio

NBR 8548:1984 - Barras de aço destinadas a armaduras para concreto armado com emenda mecânica ou por solda - Determinação da resistência à tração - Método de ensaio

NBR 80:1986 - Projeto e execução de estruturas de aço de edifícios (métodos dos estados limites) - Procedimento

NBR 14931:2003 3

NBR 8965:1985 - Barras de aço CA42 S com características de soldabilidade destinadas a armaduras para concreto armado - Especificação

NBR 9062: 2001 - Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado - Procedimento NBR 10839:1989 - Execução de obras de arte especiais em concreto armado e concreto protendido - Procedimento

NBR 11919:1978 - Verificação de emendas metálicas de barras de concreto armado - Método de ensaio NBR 12190:2001 - Seleção da impermeabilização NBR 12284:1991 - Áreas de vivência em canteiros de obras - Procedimento NBR 12654:1992 - Controle tecnológico de materiais componentes do concreto - Procedimento

NBR 12655:1996 - Concreto - Preparo, controle e recebimento - Procedimento

NBR NM-ISO 3310-1:1997 - Peneiras de ensaio - Requisitos técnicos e verificação - Parte 1: Peneiras de ensaio com tela de tecido metálico

NR 18:1998 - Condições e ambiente de trabalho na indústria da construção 3 Definições Para os efeitos desta Norma, aplicam-se as definições das NBR 6118 e NBR 6122, e as seguintes: 3.1 construtor: Profissional ou entidade responsável pela execução da obra.

3.2 execução da estrutura de concreto: Todas as atividades desenvolvidas na execução das estruturas de concreto, ou seja, sistema de fôrmas, armaduras, concretagem, cura e outras, bem como as relativas à inspeção e documentação de como construído, incluindo a análise do controle de resistência do concreto.

3.3 inspeção e fiscalização: Atividades desenvolvidas para verificar se a execução está de acordo com as especificações do projeto e desta Norma.

3.4 documentação para procedimentos de execução: Documentação descrevendo os métodos e procedimentos usados para execução da estrutura de concreto.

3.5 tolerâncias: Limite de diferença entre dimensões especificadas ou de projeto e dimensões executadas (ver 9.2.4).

3.6 elemento pré-moldado de concreto: Produto de concreto moldado e curado em local que não aquele de uso final, de acordo com a NBR 9062, não objeto desta Norma.

3.7 especificações de projeto: Documentos que estabelecem dados técnicos e requisitos para um projeto em particular, preparados para complementar e qualificar os requisitos desta Norma.

3.8 acabamento da superfície: Descrição da aparência da superfície de concreto, incluindo aspectos de geometria, textura, cor, entre outros.

3.9 estrutura temporária: Estrutura projetada para um curto período de utilização, definido em projeto. 4 Simbologia

Para os efeitos desta Norma, aplicam-se os símbolos estabelecidos na NBR 6118. 5 Requisitos gerais 5.1 Projeto estrutural e de fundações

A execução da estrutura de concreto deve ser baseada em projetos de estruturas e de fundações, elaborados de acordo com o que estabelecem as Normas Brasileiras (por exemplo, NBR 6118, NBR 6122, NBR 7187 e outras).

5.2 Documentação 5.2.1 Documentação do projeto

(Parte 1 de 15)

Comentários