• O que é motor Elétrico?

Motor elétrico é uma máquina destinada a transformar energia elétrica em mecânica. É o mais usado de todos os tipos de motores, pois combina as vantagens da energia elétrica - baixo custo, facilidade de transporte, limpeza e simplicidade de comando com sua construção simples, custo reduzido, grande versatilidade de adaptação às cargas dos mais diversos tipos e melhores rendimentos.

Os motores elétricos são divididos em dois grandes grupos:

  • Motores de corrente contínua;

  • Motores de corrente alternada;

--síncronos;

-- assíncronos.

O ano de 1886 pode ser considerado, como o anode nascimento da Máquina elétrica, pois foi nesta data que o cientista alemão Werner von Siemens (1816 1892). inventou o primeiro gerador de corrente contínua auto induzido.

A História dos Motores Pode ser divididas em quatro partes:

  • Máquinas Eletromagnéticas com ímãs permanentes;

  • Máquinas nas quais eletroímãs com excitação separada eram usadas;

  • Máquinas elétricas com excitação própria e armaduras elementares;

  • Máquinas elétricas com armaduras sofisticadas e múltiplos sistemas magnéticos

O primeiro estágio foi de 1831 até 1851. Nesse período as máquinas elétricas passaram de máquinas de demonstração para máquinas comerciais usadas principalmente na Iluminação.

O segundo Período que foi de 1851 até 1867,é caracterizado pela excitação do campo magnético feito por eletroímãs. Durante esse período destaca-se a armadura em T de W. Siemens (1852) e armadura “anel” de A. Pacinotti (1860).

Grande sucesso obteve o motor elétrico desenvolvido pelo arquiteto e professor de física Moritz Hermann von Jacobi que, em 1838, aplicou-o a umbote. Alimentados por células de baterias, o bote transportou 14 passageiros e navegou a uma velocidade de 4,8 quilômetros por hora.

A principal mudança na terceira fase que foi de 1867 até 1871, foi a auto excitação das máquinas, proposta por W. Siemens e C. Wheatston em 1867, Maxwell no mesmo ano apresentou os princípios teóricos.

O quarto estágio cobre os 15 anos entre 1871 até 1886, foi o que deu a Maiorias das contribuições para o design das máquinas atuais. O Primeiro passo foi dado pelo inventor francês Gramme usando em sua máquina a armadura anel de Pacinotti. A máquina de Gramme foi a primeira com auto excitação com sucesso comercial.

Em 1879, a firma Siemens & Halske apresentou, na feira industrial de Berlim, a primeira locomotiva elétrica, com uma potência de 2kW. A nova máquina de corrente contínua apresentava vantagens em relação à maquina a vapor, a roda d’água e à força animal. Entretanto, o alto custo de fabricação e a sua vulnerabilidade em serviço

(por causa do comutador) marcaram-na de tal modo que muitos cientistas dirigira sua atenção para o desenvolvimento de um motor elétrico mais barato,

mais robusto e de menor custo de manutenção.

Um motor de corrente contínua simples é formado por seis partes:

  • comutador;

  • escovas;

  • armadura ou rotor;

  • eixo;

  • ímã de campo ou estator;

  • fonte de alimentação CC de qualquer tipo.

  • Comutador e Escovas:

Partes do motor que tem o trabalho de trocar o sentido da corrente, invertendo assim o campo magnético. As placas do comutador trocam seus contatos com as escovas e a corrente inverte seu sentido de percurso na bobina do rotor.

  • Rotor:

Nos motores elétricos CC, o rotor é um 'eletroímã' que gira entre os pólos de ímãs permanentes estacionários. O rotor girará desde que a corrente inverta seu sentido de percurso cada vez que seus pólos alcançam os pólos opostos do ímã de campo.

A energia elétrica é fornecida aos condutores do enrolamento da armadura ou rotor pela aplicação de uma tensão elétrica da bateria, em seus terminais pelo anel comutador, fazendo com que se circule uma corrente elétrica nesse enrolamento que produz um campo magnético no enrolamento da armadura.

Como a fonte de energia elétrica utilizada hoje em dia na distribuição e transporte de energia elétrica é a corrente alternada, os motores de corrente contínua não são muito

aproveitados em usos domésticos. Porém os motores de corrente contínua têm

tradicionalmente grandes aplicações nas indústriassendo que, são eles que permitem variação de velocidade como de uma esteira ou de um trem porexemplo.

Após estudarmos o funcionamento e a constituição do motor elétrico, chegamos à conclusão de que este tipo de motor deve ser encarado com seriedade como uma das únicas opções para um futuro próximo. Isto pode ser afirmado pois a energia consumida por ele para gerar potência mecânica é limpa (isto é, não agride o meio ambiente) e relativamente barata. Isto representa uma grande vantagem sobre os motores de combustão interna, que, em geral, poluem.

Comentários