Normas de Auditoria e Pericia

Normas de Auditoria e Pericia

(Parte 1 de 7)

Porto Alegre Atualizado até junho de 2008

EDITOR: CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL Rua Baronesa do Gravataí, 471 90160-070 Porto Alegre-RS Fone/fax (0**51) 3254-9400 E-mail: crcrs@crcrs.org.br Internet: http://www.crcrs.org.br

COORDENADOR GERAL: Contador ROGÉRIO ROKEMBACH – Presidente do CRCRS

5ª edição – revista e atualizada até junho de 2008

Colega:

O Programa de Fiscalização Preventiva – Educação Continuada do CRCRS tem o objetivo fiscalizar por meio da atualização dos profissionais da Contabilidade do Rio Grande do Sul.

Esta ação também é alcançada mediante a edição de livros, com abordagens tanto técnicas quanto da legislação profissional contábil e das normas vigentes.

Assim, afinados com essa diretiva, estamos, pois, mais uma vez pondo à disposição da Classe Contábil esta publicação, que contém as Normas Brasileiras de Contabilidade relacionadas à auditoria independente, auditoria interna e perícia contábil, atualizadas até junho de 2008.

Porto Alegre, 17 de junho de 2008.

Contador ROGÉRIO ROKEMBACH Presidente do CRCRS

Normas Técnicas

beis, com alterações e dá outras providências9

Resolução CFC nº 820, de 17-12-97. Aprova a NBC T 1 – Normas de Auditoria Independente das Demonstrações Contá-

Normas de Auditoria Independente das Demonstrações Contábeis24

Resolução CFC nº 953, de 24-01-03. Dispõe sobre alteração no modelo de parecer referido no item 1.3.2.3 da NBC T 1 –

Papéis de Trabalho e Documentação da Auditoria26
Planejamento de Auditoria32
Relevância na Auditoria52
Supervisão e Controle de Qualidade60
Continuidade Normal das Atividades da Entidade70
Amostragem80
Processamento Eletrônico de Dados93
Estimativas Contábeis101
Transações com Partes Relacionadas1
Contingências118
Transações e Eventos Subseqüentes128
Carta de Responsabilidade da Administração137
trações Contábeis165

Resolução CFC nº 830, de 16-12-98. Aprova a NBC T 1 – IT – 05 – Parecer dos Auditores Independentes sobre as Demons-

T 14 – Revisão Externa de Qualidade pelos Pares183

Resolução CFC nº 1.091, de 30-03-07. Dá nova redação à NBC

Resolução CFC nº 1.019, de 18-02-05. Dispõe sobre o Cadastro

Federal de Contabilidade (CFC), e dá outras providências196

Nacional de Auditores Independentes (CNAI) do Conselho

Normas Profissionais

dá outras providências199

Resolução CFC nº 821, de 17-12-97. Aprova a NBC P 1 – Normas Profissionais de Auditor Independente, com alterações e

Independência205
Sigilo231
Utilização de Trabalhos de Especialistas235

Resolução CFC nº 851, de 13-08-9. Aprova a NBC P 1 – IT – 01

sionais de Auditor Independente242

– Regulamentação do item 1.9 da NBC P 1 – Normas Profis-

Resolução CFC nº 961, de 16-05-03. Aprova a NBC P 1 – IT – 02

NBC P 1 – Normas Profissionais do Auditor Independente245

– Regulamentação dos itens 1.2 – Independência, 1.6 – Sigilo e 1.12 – Manutenção dos Líderes de Equipe de Auditoria da

Resolução CFC nº 976, de 2-08-03. Aprova a NBC P 1 – IT – 03

Normas Profissionais do Auditor Independente265

– Regulamentação do item 1.4 – Honorários da NBC P 1 – Resolução CFC nº 1.074, de 23-06-06. Dá nova redação à NBC

P 4 – Norma para Educação Profissional Continuada271

Resolução CFC nº 1.109, de 29-1-07. Dispõe sobre NBC P 5 –

Norma sobre Exame de Qualificação Técnica para Registro no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) .............................. 291

Norma Técnica

Auditoria Interna300

Resolução CFC nº 986, de 21-1-03. Aprova a NBC T 12 – Da

Norma Profissional

mas Profissionais do Auditor Interno309

Resolução CFC nº 781, de 24-03-95. Aprova a NBC P 3 – Nor-

Normas Técnicas

Da Perícia Contábil312

Resolução CFC nº 858, de 21-10-9. Reformula a NBC T 13 –

Planejamento da Perícia317
Laudo Pericial Contábil325
Parecer Pericial Contábil332
01 – Termo de Diligência338

Resolução CFC nº 938, de 24-05-02. Aprova a NBC T 13 – IT –

02 – Laudo e Parecer de Leigos345

Resolução CFC nº 939, de 24-05-02. Aprova a NBC T 13 – IT –

03 – Assinatura em Conjunto349

Resolução CFC nº 940, de 24-05-02. Aprova a NBC T 13 – IT –

Norma Profissional

nominando-a Normas Profissionais do Perito353

Resolução CFC nº 857, de 21-10-9. Reformula a NBC P 2, de-

Competência Profissional356
Impedimento e Suspeição360

Resolução CFC nº 820(1) de 17 de dezembro de 1997

Aprova a NBC T 1 – Normas de Auditoria Independente das Demonstrações Contábeis, com alterações e dá outras providências.

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

CONSIDERANDO que a constante evolução e a crescente importância da auditoria exigem atualização e aprimoramento das normas endereçadas à sua regência, de modo a manter permanente justaposição e ajustamento entre o trabalho a ser realizado e o modo ou processo dessa realização;

CONSIDERANDO que por se tratar de atribuição que, para adequado desempenho, deve ser empreendida pelo Conselho Federal de Contabilidade em regime de franca, real e aberta cooperação com o Instituto Brasileiro de Contadores, a Comissão de Valores Mobiliá- rios, o Banco Central do Brasil e a Superintendência de Seguros Privados;

CONSIDERANDO que esse trabalho, de revisão das normas apro- vadas em 1991, visando a adequá-las às necessidades decorrentes da evolução da atividade do auditor independente, concluiu o projeto que, para observância pelo universo a que se destina, é editado pela instituição legalmente incumbida de fiscalizar o exercício da profissão;

CONSIDERANDO que esse trabalho evidencia a capacidade de união, retratando a ação conjunta do Conselho Federal de Contabi- lidade, do Instituto Brasileiro de Contadores, da Comissão de Valores Mobiliários, do Banco Central do Brasil e da Superintendência de Seguros Privados;

Art. 1º Aprovar a NBC T 1 – Normas de Auditoria Independente das Demonstrações Contábeis, com alterações.

Art. 2º Fica revogada a Resolução CFC nº 700, de 24 de abril de 1991.

Art. 3º Esta Resolução entra em vigor a partir da data de sua publicação.

Brasília, 17 de dezembro de 1997.

José Serafim Abrantes – Vice-Presidente para Assuntos Opera- cionais no Exercício da Presidência

(Parte 1 de 7)

Comentários