A laminação consiste em reduzir a secção de um lingote ou barra de metal através da
Os cilindros laminadores possuem uma geratriz retilínea, quando se trata de laminar
Os produtos são puxados pelos cilindros sob o efeito das forças de atrito, que se
Ao passar pelos cilindros, o metal sofre deformação plástica e elástica; a espessura é
Podemos relacionar a deformação plástica dos metais, classificando o processo de

Introdução: passagem do lingote entre dois cilindros que giram a mesma velocidade e em sentidos contrários, sendo que à distância entre os cilindros deve ser de espessura menor que a espessura inicial do lingote. Durante a laminação, as propriedades mecânicas do material são modificadas, tendo a resistência e a dureza aumentada e ductilidade diminuída. produto plano, ou têm canais entalhados de forma a se alcançar o perfil desejado, quando se trata de laminar produto perfilado. originam em função da ação e reação da força normal aplicada na superfície de contato dos cilindros e no metal que está sob o efeito de laminação. Podemos prever inicialmente que o atrito tem papel importante na laminação. reduzida e o comprimento e a largura são aumentados, sendo o aumento mais acentuado, no sentido da laminação. É importante destacar que em vários processos o comprimento é mantido constante por limitadores laterais, instalados nos laminadores. deformação em trabalho a quente e trabalho a frio, em função de uma temperatura chamada de temperatura de recristalização.

Tipos de Laminação:

Laminação a quente: A temperatura de trabalho se situa acima da temperatura de recristalização do metal da peça, a fim de reduzir a resistência à deformação plástica em cada passagem e permitir a recuperação da estrutura do metal evitando o encruamento para os passes subseqüentes. A laminação a quente, portanto comumente se aplica a operações iniciais (operações de desbaste), onde são necessárias grandes reduções de seções transversais.

Laminação a frio: A produção de chapas ou bobinas laminadas a frio compreende

inicialmente a deformação do aço a temperaturas abaixo do ponto crítico. Este ponto varia com o tipo de aço: 627°C para o ciclo de resfriamento e 727°C para o ciclo de aquecimento são temperaturas bastante representativas. A redução a frio é obtida pela deformação da estrutura cristalina e resulta numa elevação da resistência à tração, da dureza superficial, do limite elástico e em redução da ductilidade. A seguir, quando necessário, o material é submetido a recozimento (para restituir-lhe) e depois, a um passe de acabamento ou de encruamento, para uniformizar a superfície ou obter uma dureza para determinada e homogênea, em toda a área.

Qualidade e as barras:

A qualidade de um produto em si é a combinação entre as normas as especificações desse produto, no caso das barras de aço, ABNT, DIN, AFNOR, etc.

Para um melhor aproveitamento da qualidade ela foi dividida em 3 níveis que são

Qualidade e a Classificação: chamados de: 1. Aços de Base: são aços comuns, não exigem nenhum requisito, nenhum cuidado particular. 2. Aços Finos: são aços que precisam de cuidados particulares sob o ponto de vista estrutural, superficial e também não podem se romper facilmente. 3. Aços Especiais: são destinados para o tratamento térmico, são compostos geralmente por elementos de liga e, é claro, exigem maiores preocupações.

Toda essa preocupação com a qualidade é para satisfazer o seu cliente e para garantir um produto final de boa qualidade.

Alguns defeitos são impossíveis de serem eliminados, como por exemplo os defeitos
Mas é de muita importância conhecer todo o processo para controlar a qualidade do
Depois de pronta a peça algumas medidas devem ser tomadas para que a peça esteja
Dependendo da quantidade, do preço, é vantagem tentar recupera-las, mas no caso de

Qualidade e o Processo de Fabricação: causados pela solidificação do aço. mesmo. dentro dos padrões. uma indústria é preciso o defeito desde o início do processo.

As chapas grossas são laminados planos com espessura superior a 6,35 m (1/4”),
O laminador de chapas grossas é quadruo reversível, ainda possui cadeira desbastadora
As placas usadas como matéria-prima para laminação de chapas grossas tem 20

Processo de laminação de chapas grossas: sendo este limite um pouco flexível, que possui uma gama de utilizações como: indústria naval, estruturas metálicas, vagões, reservatórios, caldeiras, tubulações e etc. As chapas são compostas de aço carbono e aços de baixa liga. de acabamento, o que permite elevado grau de automação, permitindo controle rigoroso de espessura. toneladas.

Principais defeitos das chapas laminadas a quente:

Rugosidade: Afetando toda a largura da chapa, é constituída de finas partículas de carepa engastada na superfície, que desaparecem depois da decapagem, deixando um aspecto áspero.

Marcas de Cilindros: Tem origem numa irregularidade na superfície do cilindro de trabalho e que, a cada rotação, são reproduzidas na superfície do metal.

Ondulações: Resultam de: tensão muito fraca, má planicidade ou perfil assimétrico de tira do acabador.

Esses cilindros tem uma geratriz retilínea ou tem canais entalhados de forma mais ou
Durante a passagem pelos cilindros do laminador, o material é estendido no sentido
Os processos de deformação são classificados em trabalho a quente e trabalho a frio, em
Pode-se resumir as vantagens e desvantagens dos dois processos de trabalho mecânico
A estrutura do metal é refinada pelo trabalho a quente, de modo que sua tenacidade
O trabalho a quente melhora a tenacidade, porque além de refinar a estrutura, elimina a
O trabalho a quente deforma mais profundamente que o trabalho a frio, devido a
O trabalho a quente, entretanto exige ferramental (cilindros, matrizes, dispositivo de
Outra desvantagem do trabalho a quente corresponde à oxidação e formação de casca de

Vantagens e Desvantagens: menos complicada. Os produtos são arrastados pelo cilindro sob o efeito de forças de atrito, que se originam na superfície de contato dos cilindros e do metal laminado. Na ausência dessas forças de atrito não haveria possibilidade de laminação, portanto, nota-se a grande importância do atrito no processo. longitudinal, o que se traduz por um forte alongamento do produto laminado. Paralelamente, se produz um deslocamento da matéria de um lado e do outro do eixo do produto, no sentido da largura, provocando um certo alargamento do mesmo. função de uma temperatura específica, chamada de temperatura de recristalização. da seguinte maneira: o trabalho a quente permite o emprego do menor esforço mecânico e, para a mesma quantidade de deformação, as máquinas necessárias são de menor capacidade que no trabalho a frio. melhora, o trabalho mecânico a frio deforma a estrutura, em maior ou menor profundidade, conforme a extensão do trabalho, e em conseqüência, pode alterar sensivelmente as propriedades mecânicas: resistência e dureza aumentam, ductilidade diminui. Tais aplicações podem ser úteis em certas aplicações ou devem ser eliminadas por recozimento. porosidade e segrega as impurezas, e outras inclusões são comprimidas na forma de fibras, com orientação definida, o que torna o metal mais resistente numa determinada direção. continuada recristalização que ocorre durante o processo. adaptação, etc) de material de boa resistência ao calor, o que pode afetar o custo de operação. óxido, devido às elevadas temperaturas envolvidas no processo.

Cilindros:

Os cilindros para laminação a frio devem apresentar boa resistência ao desgaste,
Para uma boa resistência ao desgaste, os cilindros devem conter estrutura metalográfica
Estas propriedades podem ser alcançadas através de uma boa combinação entre a

O cilindro de laminação é fator de suma importância no processo, pois sua qualidade pode determinar o tempo até a próxima parada do equipamento de laminação, a qualidade do produto laminado e até mesmo evitar acidentes. resistência à fadiga de contato, reistência à fratura e boa qualidade superficial, além de reistência a alguns fenômenos particulares do processo de laminação como por exemplo o banding e o lascamento. formada de matriz e carbonetos, ambos com alta dureza. Entertanto, uma matriz com boa tenacidade é necessária para poder evitar a ocorrência de trincas por fadiga de contato, este tipo de matriz é importante também para reter os carbonetos. No caso do acabamento superficial, além da retenção dos carbonetos, é necessário obter-se matriz e carbonetos com durezas parecidas, pois assim não ocorrerá desgaste excessivo de nenhuma das fases em relação a outra, o que promove uma superfície uniforme. composição química, tratamento térmico e processo de fabricação dos cilindros de laminação.

A laminação a frio desenvolveu-se com a demanda por material com características
Através da laminação, o perfil obtido pode ser o definitivo e a peça resultante pronta
No Brasil, as mudanças introduzidas na produção de aço tem sido no sentido da redução

Produto Final: mecânicas bem determinadas e às exigências cada vez maiores de uniformidade de bitola. Antes do trabalho a frio, é necessário remover a camada de óxido por meio da decapagem, com a finalidade de obter boa superfície no produto acabado. para ser usada; por exemplo: trilhos, vigas, etc; ou o produto obtido corresponde ao de um produto intermediário a ser empregado em outros processos de conformação mecânica, como por exemplo, tarugos para forjamento, chapas para estampagem, etc. de custos, produção de chapas mais finas e com melhores resistências mecânicas e conformabilidade, e com objetivo de apresentar maior competitividade e minimizar o avanço do emprego de alumínio, polímeros e compósitos.

Comentários