Estatistica e Pesquisa

Estatistica e Pesquisa

(Parte 1 de 2)

Resumo de estatística e pesquisa 1

Objetivos—maior compreensão e aplicações das funções estatísticas e demonstra-las no excel

CAP 1 INICIANDO UM PROJETO DE PESQUISA

(1.1) PESQUISA --- conjunto de investigações ,operações e trabalhos, objetiva novos conhecimentos,técnicas e a exploração ou criação de novas realidades

(1.2) PROJETO --- trata de um tema especifico,clemente cita duas categorias :empresarial e publico, e classifica as fases de um projeto:

equacionamento

problema e tratamento das alternativas

seleção

escolher as alternativas

realização

projeto de execução e implementação

aferição

acompanhamento e avaliação

(1.3) METODO --- como o trabalho será executado

Estratégia – visa atingir objetivos a longo prazo

Tática – visa atingir objetivos a médio prazo

(1.4) OS PRIMEIROS PASSOS DA METODOLOGIA

discussão e analise dos dados

obtenção e tabulação de dados

descrição dos dados

tratamento estatístico

analise

com base nos resultados numéricos,relaciona-los com o referencial teórico da pesquisa

O PROPOSITO DO PROJETO—é antecedido pela escolha do tema do projeto,pois o tipo de projeto relaciona-se diretamente com o seu propósito,após definir o propósito,escolhemos o método de pesquisa mais adequado

Pesquisa aplicada— compreensão dos problemas

Avaliação de resultados--- analise sistemática dos problemas e de solução já apresentada

Avaliação formativa- estuda novamente o problema ,visa maximizar ou minimizar positivos ou negativos

Pesquisa diagnostico – buscamos a resposta através da analise dos recursos ,não se conhece a causa

Proposição de planos – propomos soluções ,conhecemos as causas

O METODO CIENTIFICO – que tipo de dados coletaremos e de que forma serão tratados,tempo etc..

Para pilger e carvalho os métodos de abordagem do problema podem ser:

Quantitativo –objetividade,rigor,controle,o tamanho da amostra é garantia de validade

Qualitativo – os dados são tratados pela analise da profundidade, conteúdos e significados que representam,admite o ponto de vista,um método não exclui o outro pois a aplicação simultânea trás o enriquecimento da pesquisa

DELINEAMENTO DA PESQUISA – definimos o rumo da investigação

Experimento de campo – quando vamos até o local coletar dados ,pode ser classificada em :

pesquisa exploratoria

busca a identificação de variaveis

explanatoria

testa uma teoria

descritiva

descreve situações

longitudinal

analisa variáveis em determinados intervalos de tempo

corte transversal

analisa variáveis em determinado intervalo de tempo

Estudo de caso—analisamos um fenômeno em curso em seu ambiente real através de uma única ou de varias unidades de estudo(comparação, flexibilidade,generalização de resultados)

Pesquisa – ação --- interação entre pesquisador e pesquisado,possibilita a aprendizagem

Pesquisa bibliográfica – baseada unicamente em materiais já elaborados (livros)

Pesquisa documental – utiliza materiais que não receberam tratamento analítico (jornais)

CAP 2 INFORMAÇAO 2

Para D’Ascenção para a coleta de dados devemos

buscar a realidade dos fatos

não buscar responsaveis

não precipitar-se

não especular

analise somente após dimensionar as ideias

não tirar conclusões

observar atitudes questinadoras

Para iniciar a coleta de dados convem esclarecer –ATITUDE INTERROGATIVA

no levantamento

na analise

o que?,por quem?,quanto?,onde?,para quem?e porque é feito?qual o volume de trabalho e custo

como deveria e qual deveria ser

D`Ascençao ,devemos ainda responder de forma clara as perguntas a seguir

foram contemplados todos os dados considerados importantes?

foi elaborada uma representação gráfica ou visual /

custo do questionamento?

analise profunda da situação atual?

previsão de resultados?

O delineamento da pesquisa pela busca de algumas respostas

qual o roteiro?

quais documentos utilizar?

quais metodologias para coleta e analise?

qual o método estatístico ?

quais os dados e fontes que vamos explorar?

(2,1) TIPOS DE DADOS

dados nominais

não mensuráveis ex cor do cabelo

dados ordinais

representam algum elemento em ordem (satisfeito,muito,pouco)

dados quantitativos

medidos ou contados podem ser :contínuos (salários) ou discretos (numero de e-mails recebidos)

(2,2) FONTES DE INFORMAÇAO

primaria-- dados primários

coletados com objetivo definido (formulários)

secundaria-- dados secundários

o dado primário é utilizado para um projeto especifico

(2,3) SELEÇAO DOS SUJEITOS PARTICIPANTES

São todos aqueles que fornecem dados para a nossa pesquisa

(2,4) PANORAMA INICIAL PARA AVALIAÇAO DOS DADOS E DAS INFORMAÇAOES A COLETAR

Todas as etapas que compõe o projeto devem complementar-se mutuamente

nome-sumario-introduçao-problema-objetivo-revisao-analise de resultados e conclusões

(2,5)POPULAÇAO ALVO OU AREA DE ESTUDO

É o objeto da analise que pode ser um bairro,um grupo etc...

(2,6) A AMOSTRA

Optamos pela amostra quando o universo da pesquisa é muito grande,a definição do seu tamanho é que vai valida-la

Tipos de amostra

aleatória ou simples

atribui-se para cada elemento um numero,para que se possa seleciona-los de maneira casual

sistemática

o elemento deve ser identificado pela sua posição

estratificada

considera todos os subgrupos de uma população

conglomerados

usado quando existe dificuldade para identificar todos os elementos

por etapas

de forma gradativa aumenta a profundidade do levantamento

acessibilidade ou conveniência

pesquisas de caráter qualitativo,vale pela profundidade e não pelo tamanho da amostra

Continuação de tipos de amostra 3

tipicidade ou intencional

não probabilística,e preciso profundo conhecimento da população alvo para uma melhor exatidão da amostra

acidental

conjunto de elementos que surge por acaso e pode ser inserido

por cotas

pesquisas de mercado e previas eleitorais , tem três etapas (classes,proporção e quantidade)

TAMANHO DA AMOSTRA (origem finita ou infinita)

amplitude do universo de pesquisa

pode ser finita(população enumerável)ou infinita(não pode ser enumerada

nível de confiança desejado

deve se ajustar a curva de Gauss

erro Maximo permitido

o resultado deve ser igual ao que se analisássemos o universo todo (5%)

CALCULO DAS POPULAÇOES---- LIVRO PAG 41

CAP (3) INSTRUMENTOS DE LEVANTAMENTOS E COLETA DE DADOS

-devem ter relação direta com os objetivos, podem ser utilizados individualmente ou de forma combinada

Antes de projetar o instrumento de pesquisa devemos definir:

1- planejar as informações 2—verificar as alternativas de resposta 3—definir forma de apresentação

4—definir publico-alvo 5—abrangência 6—local,hora e duração 7- informar os envolvidos 8—roteiro de envio,receb

9—cronograma 10—registro de dados 11—controle e verificação 12—forma de tabulação

Também é preciso considerar a percepção acerca das informações

Características da informação valiosa

precisa,completa,econômica,flexível,confiável,relevante,simples,pontual,verificável,acessível,segura

(3,1) QUESTIONARIO

Utilizado quando a amostra é considerada grande,e precisamos de respostas quantitativas em diferentes pontos geográficos

Vantagens:

permite trabalhar com amostras grandes

não exige especialistas

facilidade na tabulação

custo reduzido

Desvantagens:

investimento na elaboração e planejamento

a interpretação da pergunta fica por conta do respondente

As questões do questionário podem ser:

abertas

o respondente pode se expressar

fechadas

duas alternativas de resposta

dicotômicas

duas alternativas de resposta pode marcar as duas

múltipla escolha

fechadas limitam a resposta as opções apresentadas podem ser divididas em mostruário(leque)de estimação(escala de intensidade: satisfeito,indiferente)semi – abertas(apresenta perguntas mostruário: marca qualidade

(3,2) FORMULARIO

Quantitativo, difere do questionário pois o formulário é preenchido pelo pesquisador.

(3,3) ENTREVISTA

Coleta dados de forma oral, é utilizada quando precisamos reflexões conjuntas, ou na busca de informações que não tem registro formal

As entrevistas podem ser : 4

estruturada ou padronizada

segue um roteiro elaborado

não estruturada ou despadronizada

focalizada--- tema definido

não dirigida---total liberdade

painel—mesmo roteiro apresentado em tempos diferentes para o mesmo grupo,verifica a evolução

Processo de realização da entrevista compreende:

dialogo informal e rápido----esclarecimento dos objetivos e importância dos envolvidos---generalização das perguntas

o entrevistador busca agregar valor as respostas--- não induzir o entrevistado---gravar----resumo –possibilidade de entrevistar outras pessoas---relatório final

Vantagens da entrevista:

contato direto possibilita ver as reações----inclusão ou eliminação de questões----

Desvantagens da entrevista

limita as informações a um pequeno grupo local----avaliaçoes subjetivas

(3,4) ENTREVISTA POR TELEFONE

Concilia questionário postal e entrevista pessoal,o risco é não sabermos quem esta do outro lado

(3,5) OBSERVAÇAO DIRETA

Verificação in loco,é sistemática e planejada,usada quando há necessidade de conhecer o ambiente natural do objeto

Características

observação participante

o observador participa do cotidiano do objeto

observação não-participante

o observador é mero expectador

Vantagens

--verificaçao pessoal dos fatos --- não interrompe o observado--- complementa dados--

Desvantagens

se limita a períodos de tempo—presença de muitas pessoas inibe---intervençao de fatos não rotineiros---dificulta a percepção e registros simultâneos

(3,6) PESQUISA DA DOCUMENTAÇAO EXISTENTE

Visa a ampliação do conhecimento do processo em estudo, em relação ao histórico de problemas anteriores,a analise da documentação coletada envolve a validação da origem, época e conteúdo

vantagens

verificação da existencia ou não da cultura de registrr fatos---facilidade da analise comparativa---visao geral e mais ampla---

Desvantagens

pode haver resistência ao acesso de dados---- técnica de coleta não individual

Cap 4 ANALISE DOS DADOS COLETADOS

Característica qualitativa ou quantitativa

pesquisa de caráter quantitativo

método estatístico

pesquisa de caráter qualitativo

analise de conteúdo

(4,1) ANALISE DE CONTEUDO

Permite analise das respostas de questões abertas, validação através de gravação ou filmagem, caracteriza-se pela profundidade(aplicada a um pequeno grupo) , a profundidade pode ser traduzida através da definição das categorias iniciais ,intermediarias e finais

Transcrição da entrevista

palavra chave

idéia chave

categoria inicial (essencia do paragrafo) 1

categoria inicial

idéia chave

cat intermediaria (agrupamento das cat iniciais) 2

cat interm

idéia chave

cat final(reagrupamento das cat intermediarias 3

Para freitas e janissek a analise de conteúdo pode ser realizada sob 3 enfoques diferentes 5

verificação ou exploraçao

quando o objeto é preciso,quando há hipótese de verificaçao e quando o objetivo é exploras ou definir hipóteses

analise quantitativa ou qualitativa

acumulo de freqüência----presença ou ausência de determinadas características ,na novidade e no interesse

analise direta ou indireta

direta—considera a resposta na forma como aparece

indireta—analisa o que ficou subentendido

O seu valor se da pela confiabilidade de resultados não vinculados aos instrumentos de coleta de dados,de validade lógica

Quadro a respeito da utilização de softwares que realizam analise de conteúdo

Características do software

estrutura---entrada---trabalhando c/ os dados---localizaçao e busca---apresentaçao---construçao de teorias---ediçao gráfica----interface amigável----outros comentarios

CAP 5 PLANEJANDO A ANALISE DOS DADOS

(5,1) ESTATISTICA

É a ciência que estuda os dados

Variável—são características dos elementos estudados que tendem a variar de elemento para elemento,atribuimos as variáveis valores numéricos ou não numéricos

Podemos classifica-las

qualitativas ou categoricas

definidas por categorias que não significam a classificação de indivíduos dividen-se em

nominais—sem ordenação(raça)

ordinais----com ordenação(dias da semana)

quantitativas

podem ser medidas podem ser:

discretas--- assumem um valor finito ou infinito (nºde carros de uma família)

continuas---assumem valores em escala continua (régua)

variável independente

fator ou causa de um evento

variavel dependente

efeito da variável independente

variável interviniente

fator que modifica a variavel dependente sem modificar a independente

Um dado se transforma em informação após ser analisado e validado

(5,2) OS CAMINHOS DA ESTATISTICA

Kameteuk divide-a em

descritiva

não tira conclusões ,apresenta dados

indutiva

tira conclusões

(5,3) O METODO OU TRATAMENTO ESTATISTICO

Dados expressos em números

Medidas de dispersão

dispersão ou variabilidade---amplitude---vaiancia—desvio-padrao—coeficiente de variaçao

Medidas de variação

media –moda—mediana—separatrizes

Analise de dados com caráter quantitativo

analise univariada

mostra a freqüência de respostas possíveis para cada questão pode ser:

freqüência absoluta—representada pelos dados na forma como são apresentados

freqüência relativa—traduz em porcentagem os dados da absoluta

analise bivariada

analisa a correlação entr duas variaveis

analise multivarada

processa as informaçooes de modo a simplificar e sintetizar

analise de dados agregados

construção de indicadoresutilizados para comparaçao de dados e informações entre dados secundários e dados primarios

CAP 6 MICROSOFT EXCEL E ESTATISTICA 6

(6,1) ESTRUTURA DA PLANILHA DE CALCULO

Capacidade e dimensões do excel

tamanho max da celula

240 caracteres

nº de linhas

65,536

nº de colunas

256

nº max de planilhas p/pasta

16

São ares especificas do EXCEL—trabalho ,referencia,célula ativa,cabeçalho,barar de formulas e planilhas da pasta

Operadores do EXCEL

operadores numericos

adição ,subtração,multiplicação,divisão(/),porcentual e exponenciaçao(^)

operadores logicos

maior que,menorque,diferente de<>,maior e iguala >=,menor e igual a<=,igual a

Sinais gráficos

virgula

separador de decimais

ponto

separador de milhares

ponto e virgula

// de argumentos

dois pontos

// de argumentos

aspas

indicador de mensagem

parenteses

indicador de ordem de operaçoes

ponto de exclamaçao

transposição de dados

cifrao

fixação de linha ou coluna

(6,2) AS FUNÇOES ESTATISTICAS

Se já conhecemos as funções basta procura-las pelo nome e prencher seus argumentos

Exemplo função SOMA

(Parte 1 de 2)

Comentários