Especialidades da Odontologia

Especialidades da Odontologia

Odontologia (português brasileiro) ou Medicina dentária (português europeu) é a área da saúde humana que estuda e trata o sistema estomatognático - compreende a face, pescoço e cavidade bucal, abrangendo ossos, musculatura mastigatória, articulações, dentes e tecidos.

O cirurgião dentista ou o médico dentista é o profissional da área de saúde responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças da boca e maxilares, bem como todas as suas estruturas anexas.

  • O cirurgião dentista ou o médico dentista é o profissional da área de saúde responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças da boca e maxilares, bem como todas as suas estruturas anexas.

  • Pode exercer suas atividades como autônomo, individualmente ou em equipe, em consultórios ou clínicas. No mercado de trabalho, poderá, ainda, optar por trabalhar em hospitais, em programas de saúde do serviço público ou empresas privadas e em instituições de ensino superior.

Assistente ou auxiliar odontológico, apenas exerce funções de apoio ao CD, trabalhando quase sempre como "Auxiliar de Cadeira" sem autorização para operar diretamente na cavidade bucal.

  • Assistente ou auxiliar odontológico, apenas exerce funções de apoio ao CD, trabalhando quase sempre como "Auxiliar de Cadeira" sem autorização para operar diretamente na cavidade bucal.

Atendimento ao paciente

  • Atendimento ao paciente

  • Auxiliar Odontológico Agendamento de consultas Auxílio ao dentista

O Técnico em prótese dentária é uma categoria auxiliar que, mediante prescrição do odontólogo, confecciona próteses dentárias em laboratório.

  • O Técnico em prótese dentária é uma categoria auxiliar que, mediante prescrição do odontólogo, confecciona próteses dentárias em laboratório.

  • Técnico em Higiene Dental trabalha sempre sob a supervisão do cirurgião-dentista.

  • Os procedimentos que realiza são: radiografias, limpeza dos dentes, remoção de tártaro e suturas pós-cirúrgicas, inserção de material restaurador em cavidades já preparadas pelo dentista, higiene bucal e orientação alimentar

A norma que regulamenta o planejamento físico de todos os Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS), inclusive consultórios odontológicos, é a Resolução - RDC nº 50, de 21 de fevereiro de 2002 da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no qual define que:

  • A norma que regulamenta o planejamento físico de todos os Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS), inclusive consultórios odontológicos, é a Resolução - RDC nº 50, de 21 de fevereiro de 2002 da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no qual define que:

  • AMBIENTE - Os consultórios odontológicos devem ter um dimensionamento mínimo de 9,0 m², sendo que no caso de consultórios coletivos a distância mínima entre cadeiras deve ser de 1,0m.

  • LAVATÓRIO – todo consultório deve possuir no mínimo 2 pias, uma para lavagem de mão e outra para a lavagem de material contaminado

Devem dispor de instalações hidráulicas (água fria e esgoto), elétricas (pontos de força e iluminação), iluminação natural ou artificial, ventilação natural ou forçada, e caso necessário, gases medicinais( ar oxigênio, ar comprimido e vácuo medicinal).

  • Devem dispor de instalações hidráulicas (água fria e esgoto), elétricas (pontos de força e iluminação), iluminação natural ou artificial, ventilação natural ou forçada, e caso necessário, gases medicinais( ar oxigênio, ar comprimido e vácuo medicinal).

Dentísteria ou odontologia estética é o ramo da odontologia que atua na área da cosmética e restauração dental. Entre outros serviços, os profissionais desta especialidade tratam de clareamentos dos dentes, uso de resinas diretas, peeling gengival, facetas e restaurações estéticas.

  • Dentísteria ou odontologia estética é o ramo da odontologia que atua na área da cosmética e restauração dental. Entre outros serviços, os profissionais desta especialidade tratam de clareamentos dos dentes, uso de resinas diretas, peeling gengival, facetas e restaurações estéticas.

A odontologia do trabalho é uma especialidade odontológica, que visa prevenir e diagnosticar doenças do complexo bucomaxilofacial , provocadas pela atividade laboral, e a evitar acidentes do trabalho por causas odontológicas, contribuindo assim para a saúde integral do trabalhador (segundo ABOT).

  • A odontologia do trabalho é uma especialidade odontológica, que visa prevenir e diagnosticar doenças do complexo bucomaxilofacial , provocadas pela atividade laboral, e a evitar acidentes do trabalho por causas odontológicas, contribuindo assim para a saúde integral do trabalhador (segundo ABOT).

A Ortodontia é a especialidade da Odontologia relacionada ao estudo, prevenção e tratamento dos problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da face, dos arcos dentários e da mordida, ou seja, disfunções dento-faciais. visa à harmonia entre os dentes, lábios e ossos maxilares levando a um equilíbrio facial adequado.

  • A Ortodontia é a especialidade da Odontologia relacionada ao estudo, prevenção e tratamento dos problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da face, dos arcos dentários e da mordida, ou seja, disfunções dento-faciais. visa à harmonia entre os dentes, lábios e ossos maxilares levando a um equilíbrio facial adequado.

final

  • final

Odontologia legal é a especialidade que tem como objetivo a pesquisa de fenômenos psíquicos, físico, químicos e biológicos que podem atingir ou ter atingido o homem, vivo, morto ou ossada, e mesmo fragmentos ou vestígios, resultando lesões parciais ou totais reversíveis ou irreversíveis (CFO - Art. 54).

  • Odontologia legal é a especialidade que tem como objetivo a pesquisa de fenômenos psíquicos, físico, químicos e biológicos que podem atingir ou ter atingido o homem, vivo, morto ou ossada, e mesmo fragmentos ou vestígios, resultando lesões parciais ou totais reversíveis ou irreversíveis (CFO - Art. 54).

A identificação pela arcada dentária depende do registro do dentista da pessoa morta

  • A identificação pela arcada dentária depende do registro do dentista da pessoa morta

Especialidade que estuda e trata as doenças do sistema de implantação e suporte dos dentes. A palavra periodontia significa “perio” = em volta de e “dontia” = dentes. Compreende os tecidos da gengiva, do ligamento periodontal, do cemento radicular e do osso alveolar.

  • Especialidade que estuda e trata as doenças do sistema de implantação e suporte dos dentes. A palavra periodontia significa “perio” = em volta de e “dontia” = dentes. Compreende os tecidos da gengiva, do ligamento periodontal, do cemento radicular e do osso alveolar.

É o ramo da Odontologia que restaura espaços ausentes de dentes através da implantação de dentes protéticos. Isso acontece implantando uma peça de titânio no interior do tecido ósseo na área onde ficava o elemento dental ausente. O titânio tem propensão singular da osseointegração, que dizer, incorpora-se ao osso.

  • É o ramo da Odontologia que restaura espaços ausentes de dentes através da implantação de dentes protéticos. Isso acontece implantando uma peça de titânio no interior do tecido ósseo na área onde ficava o elemento dental ausente. O titânio tem propensão singular da osseointegração, que dizer, incorpora-se ao osso.

Os especialistas em próteses dentárias, buscam resolver os problemas causados pela perda de dentes.

  • Os especialistas em próteses dentárias, buscam resolver os problemas causados pela perda de dentes.

PRÓTESE REMOVÍVEL

  • PRÓTESE REMOVÍVEL

Endodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais, bem como das doenças que os afligem. Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endo-periodontais, necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, o tratamento endodôntico (ou o tratamento de canal) está indicado, visando a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

  • Endodontia é a especialidade da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais, bem como das doenças que os afligem. Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma ortodôntico, lesões endo-periodontais, necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, o tratamento endodôntico (ou o tratamento de canal) está indicado, visando a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.

Ele consiste na remoção da polpa dental, uma estrutura viva que contém, entre outros elementos, nervos e vasos sangüíneos.

  • Ele consiste na remoção da polpa dental, uma estrutura viva que contém, entre outros elementos, nervos e vasos sangüíneos.

  • Por que um dente necessita de tratamento de canal?

  • De modo geral, o tratamento é indicado em duas situações: 1) quando a polpa vital se apresenta inflamada, com dor espontânea (pulpite) em decorrência da exposição da dentina por cárie profunda, fratura da coroa, retração gengival, etc; 2) quando a polpa perde a vitalidade (polpa necrosada) e compromete a estrutura que envolve a raiz, provocando inflamação da membrana periodontal e do osso de modo assintomático (granulomas e cistos).

Endodontista é o nome que se dá ao profissional pós-graduado em endodontia. O curso varia de 12 a 24 meses.Os cursos de atualização não garantem o título ao dentista. Hoje é a especialidade na área de odontologia com o maior numero de profissionais.

  • Endodontista é o nome que se dá ao profissional pós-graduado em endodontia. O curso varia de 12 a 24 meses.Os cursos de atualização não garantem o título ao dentista. Hoje é a especialidade na área de odontologia com o maior numero de profissionais.

Especialidade da odontologia que trabalha com pacientes com mais de 60 anos, que tem como objetivo a integração social, psicológica, funcional e preventiva de doenças bucais que podem aumentar os riscos de doenças sistêmicas em idosos.

  • Especialidade da odontologia que trabalha com pacientes com mais de 60 anos, que tem como objetivo a integração social, psicológica, funcional e preventiva de doenças bucais que podem aumentar os riscos de doenças sistêmicas em idosos.

  • Essas doenças acontecem durante o processo de envelhecimento, como, por exemplo, a osteoporose, artrite, artrose, diabetes, incluindo, nessa categoria, os problemas cardiovasculares e endócrinos. Não podemos esquecer das doenças crônicas neurodegenerativas que atingem a terceira idade, como mal de Alzheimer, demências e doença de Parkinson. Daí a importância da especialidade. Estes idosos também estão retendo seus dentes e necessitam de cuidados especiais e de profissionais especializados para lidar com essas doenças

A moderna prática da Odontologia com a geriatria comunga dos mesmos ideais da Medicina em tornar o idoso um ser feliz em uma fase tão importante de sua vida, mantendo ou restabelecendo a vital integridade do Sistema Mastigatório.

  • A moderna prática da Odontologia com a geriatria comunga dos mesmos ideais da Medicina em tornar o idoso um ser feliz em uma fase tão importante de sua vida, mantendo ou restabelecendo a vital integridade do Sistema Mastigatório.

  • O fato de não ter seus dentes tratados, ou a ausência de Prótese Total ou de uma Prótese Parcial Removível adequada, aguça um sentido de mutilação que é característico da idade avançada. Seja na família, no trabalho ou nos ambientes sociais, o idoso não deve ter restrições de sorrir, falar ou selecionar alimentos adequados à sua condição funcional de mastigação.

O Cirurgião Dentista Estomatologista não cuida apenas da boca, cuida também das estruturas como a pele. O estomatologista está apto a diagnosticar lesões dentro e fora da cavidade bucal, podendo tratá-las ou encaminhá-las ao profissional responsável

  • O Cirurgião Dentista Estomatologista não cuida apenas da boca, cuida também das estruturas como a pele. O estomatologista está apto a diagnosticar lesões dentro e fora da cavidade bucal, podendo tratá-las ou encaminhá-las ao profissional responsável

  • O dentista, especialista em estomatologia, é um profissional que previne, diagnostica e trata as enfermidades relacionadas com a boca (e todo aparelho estomatognático). O aparelho estomatognático é contituído pelos lábios, dentes, mucosa oral, glândulas salivares, tonsilas palatinas e faríngeas e demais estruturas da orofaringe.

Aprovada, regulamentada, registrada e reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia do Brasil desde 1992 (CFO-185/92, de 23 de abril de 1993).

  • Aprovada, regulamentada, registrada e reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia do Brasil desde 1992 (CFO-185/92, de 23 de abril de 1993).

  • Nas faculdades de graduações odontológicas, a especialidade apresentou diversas denominações como Diagnóstico Bucal, Diagnóstico Oral, Medicina Bucal e Semiologia Bucal, sendo que tantas denominações abrangessem um único enfoque programático, atualmente a denominação de estomatologia que é a da especialidade reconhecida.

O especialista está apto a diagnosticar lesões dentro e fora da cavidade bucal, podendo tratá-las individualmente, ou trabalhar conjuntamente/ encaminhar a outras especialidades médicas “dermatologia, cirurgia plástica, oncologia, cirurgia de cabeça e pescoço entre outros”.

  • O especialista está apto a diagnosticar lesões dentro e fora da cavidade bucal, podendo tratá-las individualmente, ou trabalhar conjuntamente/ encaminhar a outras especialidades médicas “dermatologia, cirurgia plástica, oncologia, cirurgia de cabeça e pescoço entre outros”.

  • O especialista em estomatologia atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de todas enfermidades “patologias” na cavidade bucal (aparelho estomatognático).

  • O diagnóstico precoce é a principal aliada ao odontólogo estomatologista que além de cuidar de lesões de maior freqüência como hiperplasias, leucoplasias, papilomas, nevus pigmentado, aftas recorrentes, herpes, candidoses, cistos entre outros, diagnosticam e tratam de lesões de maior gravidades como “carcinomas bucais”.

Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial é o ramo da odontologia que trata as patologias bucais, mal-formações e efeitos dos traumas na região buco-maxilo-facial.

  • Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial é o ramo da odontologia que trata as patologias bucais, mal-formações e efeitos dos traumas na região buco-maxilo-facial.

  • A cirurgia buco-maxilo-facial trata também de problemas relacionados com a perda de dentes de carater agudo ou crônico.

área específica para o diagnóstico das patologias inerentes à boca e de fundamental importância para a clínica, especialmente de diagnóstico. O curso aborda os aspectos histopatológicos das diversas patologias, bem como sua etiologia, evolução e fisiopatologia.

  • área específica para o diagnóstico das patologias inerentes à boca e de fundamental importância para a clínica, especialmente de diagnóstico. O curso aborda os aspectos histopatológicos das diversas patologias, bem como sua etiologia, evolução e fisiopatologia.

Dentista psicólogo: Dr. quero que me aconselhe, devo fazer o que médico mandou?

  • Dentista psicólogo: Dr. quero que me aconselhe, devo fazer o que médico mandou?

  • Dentista abelha: Só faz cêra ( enquanto o cliente não pagar).

  • Dentista cafetão: "É, mas por outro lado coroa custa um pouco mais caro."

  • Dentista erótico: Relaxa que você não vai sentir dor.

  • Dentista do Detran: Vim fazê as chapa!

  • Dentista politico: Prometo para semana que vem!

  • Dentista acusador: A culpa é do protético.

  • Dentista advogado: Não é que não deu certo, é que vc tem uma grande parcela de culpa.

Dentista bancário: Você vai ter que pagar novamente.

  • Dentista bancário: Você vai ter que pagar novamente.

  • Dentista iptu-ipva: Te vejo no começo do ano que vem.

  • Dentista pernilongo: É só uma picadinha.

  • Dentista engenheiro: A falha foi estrutural.

  • Dentista Rufião: Não vai doer nadinha, não se preocupe eu tenho muita experiência.

  • Dentista mágico: " tharam......agora seu provisório vai voar e desaparecer....."

  • Dentista delegado: Você vai buscar o cheque e sua prótese fica retida aqui como fiança!

  • Dentista faxineiro: Doutor, faz uma faxina geral.

  • Dentista cirurgião-plástico: vou fazer um levantamento de seio.

Dentista pintor: Vou aplicar um verniz.

  • Dentista pintor: Vou aplicar um verniz.

  • Dentista arquiteto: Você vai fazer uma ponte aqui?

  • Dentista técnico de basquete: O Doutor vai colocar um Pivô?

  • Dentista animador de festa: Hoje o Sr. vai fazer uma distração.

  • Dentista veterinário: Vai rancá as Presas hoje?

  • Odontoginecologista: "Dotô, você vai me tirá o modess hoje ?"

  • Dentista conselheiro sexual: Dotô, posso tomá ''navagina'' depois da ''distração''??

  • Dentista dicionário: Doutor, hoje queria só trocar umas palavrinhas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  • Barnes L, Eveson JW, Reichart PA, Sidransky D, eds. World Health Organization classification of tumours: pathology and genetics of tumours of the head and neck. Lyon: IARC; 2005.

  • Chye C, Singhh B. Rapid Cystic Development in Relation With na Impacted Lower Third Molar: A Case Report. Ann Acad Med Singapore 2005 jan; 34(1):130-133.

  • http://www.cfo.org.br/especializacao/default.cfm

  • http://pt.wikipedia.org/wiki/Odontologia

  • http://pt.wikipedia.org/wiki/Programa_Sa%C3%BAde_da_Fam%C3%ADlia

  • http://www.brasilescola.com/odontologia/cirurgiaodentista.htm

Comentários