Módulo de Botânica

Módulo de Botânica

(Parte 1 de 14)

Instituto Superior de Agronomia UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA

DISCIPLINA DE BIOLOGIA MÓDULO de BOTÂNICA

Vaccinium cylindraceum J.E. Sm. Foto de Ana Monteiro

MÓDULO de BOTÂNICA Manual de Teóricas e Práticas

Mário Lousã (coordenador) Ana Monteiro

Dalila Espírito Santo Edite Sousa

José Carlos Costa

3 Fotos de Ana Monteiro

I. INTRODUÇÃO I.1. O módulo de Botânica no contexto da Biologia

I.2. Objectivos a conseguir I.3. Blocos

I.3.1. Estrutura temática e distribuição temporal

I.3.2. Síntese dos Blocos I.4. Regras de avaliação e assiduidade

I.1. Bloco I: Perspectiva evolucionária I.2. Bloco I: Alterações e adaptações estruturais das plantas ao meio

I.3. Bloco II: Sistemática. Introdução à Taxonomia e à Nomenclatura Vegetal. Algas,

Fungos, Líquenes, Briófitos, Pteridófitos e Gimnospérmicas

I.4. Bloco IV: Sistemática de Angiospérmicas

I.5. Bloco V: Sistemática de Angiospérmicas (continuação) I.6. Bloco VI: Geobotânica

I. ANEXOS I.1. Instruções para a realização do trabalho prático e elaboração do relatório

Azorina vidalii (H.C. Watson) Feer Foto de Ana Monteiro

I. INTRODUÇÃO I.1. O módulo de Botânica no contexto da Biologia

Acreditamos que o conhecimento das plantas é fundamental para a compreensão da vida na terra e a sua evolução. Com excepção de alguns organismos do fundo dos oceanos e de certos microorganismos, todos os outros seres vivos dependem das plantas e das algas, directa ou indirectamente, como fonte de alimento e oxigénio. As plantas são essenciais para a nossa existência e são a base de todas as interacções das comunidades terrestres. Em termos de ecologia, as plantas e algas são os produtores da maioria das comunidades e, por isso, para entender como os animais e os ecossistemas funcionam, o conhecimento das plantas é crítico. Finalmente, as plantas são economicamente importantes porque os seus produtos, transformados ou não, são de utilização diária pelo homem.

O módulo de Botânica procura dar a conhecer as plantas, dando ênfase à sua forma, função e estrutura. O conhecimento dos taxa com importância alimentar, medicinal e ornamental parece-nos fundamental nos domínios da biotecnologia, química e ecologia.

I.2. Objectivos a conseguir

O módulo de Botânica tem por objectivos desenvolver a curiosidade, interesse e finalmente o conhecimento dos seguintes tópicos: i) evolução do mundo vegetal; i) áreas de distribuição e conservação de espécies vegetais; i) organização interna e externa das plantas em função do meio; iv) os principais grupos taxonómicos; v) espécies vegetais com maior interesse para o homem e vi) introdução ao estudo das comunidades.

I.3. Bibliografia básica

Costa, J.C. 2001. Tipos de vegetação e adaptações das plantas do litoral de Portugal Continental. In:

Albergaria Moreira, M.E., Casal Moura, A. Granja, H.M. & Noronha, F. (ed.) Homenagem (in honório) Professor Doutor Soares de Carvalho. 283-299. Universidade do Minho, Braga.

(w.isa.utl.pt)

Espírito-Santo M.D., Monteiro A. 1998 Infestantes das Culturas Agrícolas. Chaves de Identificação.

Ed. ADISA. 90 p (comprar)

Lindon F, Gomes H & Campos A 2001. Anatomia e Morfologia Externa das Plantas Superiores. Lidel. Lisboa. (comprar)

Raven PH, Evert RF & Eichhorn SE 2005 Biology of plants. 7ª Edição. W.H. Freeman and Company Publishers. New York. (BISA)

I.3. BLOCOS I.3.1. Estrutura temática e distribuição temporal

A disciplina está estruturada em 6 Blocos temáticos. Dentro de cada bloco podem estar incluídos dois ou mais temas teóricos. Alguns destes temas incluem princípios práticos. A estrutura tipo do tema que incluem aspectos práticos é a seguinte:

TEÓRICATEÓRICATEÓRICATEÓRICA

No final de cada Bloco (ou tema) apresenta-se um Questionário de Autoavaliação. 1. QUESTÕES PRINCIPAIS

2. DESENVOLVIMENTO DOS CONTEÚDOS FUNDAMENTAIS 3.ACTIVIDADES DE APLICAÇÃO DOS CONHECIMENTOS

4. AC4. AC4. AC4. ACTIVIDADES PRÁTICAS DO TEMATIVIDADES PRÁTICAS DO TEMATIVIDADES PRÁTICAS DO TEMATIVIDADES PRÁTICAS DO TEMA

4.1. Introdução, objectivos e tempo de realização

4.2. Trabalho de laboratório e/ou de campo

4.4. Discussão 4.5. Relatório

5. FONTES DE CONSULTA PARA O ALUNO5. FONTES DE CONSULTA PARA O ALUNO5. FONTES DE CONSULTA PARA O ALUNO5. FONTES DE CONSULTA PARA O ALUNO

5.1. Bibliografia básica

5.2. Bibliografia complementar 5.3. Direcções de Internet

I.3.2. Síntese dos Blocos

BLOCO I. Perspectiva evolucionária A evolução das plantas ao longo das eras geológicas. Aspectos gerais de evolução ao nível da anatomia e da morfologia externa. Classificação das plantas sensu lato. Tema prático: Visita ao Parque Botânico da Tapada da Ajuda. Visita ao Herbário LISI. Colheita, preparação e registo dos taxa no Herbário.

BLOCO I: Alterações e adaptações estruturais das plantas ao meio Adaptações externas e internas de todos os órgãos das plantas aos meios onde vivem. Tema prático: Observação e descrição de plantas ou partes de plantas micro e macroscopicamente.

BLOCO I: Sistemática Introdução à Taxonomia e à Nomenclatura Vegetal. Algas, Fungos, Líquenes, Briófitos, Pteridófitos e Gimnospérmicas. Tema prático: Exemplos de plantas com interesse económico.

BLOCO IV: Sistemática de Angiospérmicas Dicotiledóneas: Principais famílias.

Tema prático: Exemplos de plantas com interesse económico.

BLOCO V: Sistemática de Angiospérmicas Dicotiledóneas (cont.) Monocotiledóneas.

Tema prático: Exemplos de plantas com interesse económico.

BLOCO VI: Geobotânica Área de distribuição de uma planta e outros conceitos de corologia. Introdução ao estudo das comunidades. Índices de diversidade. Noções de bioclimatologia e biogeografia. Vegetação potencial de Portugal.

(Parte 1 de 14)

Comentários