eletroquímica

eletroquímica

(Parte 1 de 4)

4°P -EP QUÍ MICA

Éo ramo da química relativa ao estudo dos aspectos eletrônicos e elétricos das reações químicas.

Um átomo ou íon doa elétrons na reaçã o;

Número de oxidação aumenta; Perda de elétrons numa reação.

Um átomo ou íon aceita elétrons na reação;

Número de oxidação diminui;

Ganho de elétrons numa reaçã o.

Foto 1 Foto 1

Foto 2 Foto 2

Foto 3 Foto 3

Foto 4 Foto 4

Foto 5 Foto 5

Foto 6 Foto 6

Foto 7 Foto 7

Eletrodo para onde se dirige os ânions; Onde se formam os cátions;

Sempre ocorre corrosão neste eletrodo, como conseqüência a perda de massa;

Nos ânions ocorre sempre oxidação ou formação de cátions a partir do metal do eletrodo.

Eletrodo para onde se dirigem os cátions; Ocorrem sempre depósito e redução de cátions;

A corrente que passa pela célula éinfinitesimal. A reação ocorre quando hápequenas passagens de carga pelo eletrodo.

Lei de Conservação da Carga A carga que entra pelo eletrodo éa mesma que sai pelo outro.

Então, podemos dizer que a célula se caracteriza por uma força eletromotriz, ou seja, consiste numa diferença de potencial em circuito aberto.

Essa diferença de potencial éem função de fatores como: Concentração de reagentes; Solventes; Te mperatura; E em bem menor concentração: Pressão.

Os íons têm geralmente diferentes velocidades no meio racional. Essas velocidades são geralmente baixas, por causa da viscosidade que eles têm de vencer.

Como medir essa velocidade? Definição da mobilidade do íon (µ)

A mobilidade iônica consiste na sua velocidade na direção do campo elétrico de intensidade unitária.

Pilhas Elétricas -HISTÓRICO

Aloisio Luigi Galvani, médico italiano ao tocar com um bisturi a perna de uma rã morta que estava próximo a um gerador, observou fortes contrações na perna do animal,o mesmo processo se repetiu quando a perna darã estava pendurada a um gancho de cobre e ao ser balançada pelo vento tocava uma estrutura de ferro.

Pensando como médico, Galvani criou uma teoria admitindo a existência de uma eletricidade animal.

Mas o físico italiano Alessandro Volta refutou as idéias de Galvani. Para Volta a perna da rã era simplesmente um condutor de eletricidade que se contraía quando entrava em contato com dois metais diferentes.

Aprofundando suas pesquisas criou em 1800 a primeira pilha elétrica, empilhando discos de cobre e de zinco, alternadamente separados por pedaços de tecidos molhados em solução de ácido sulfúrico, e foi desse empilhamento que surgiu o nome PIL H A PILHA.

Desse modo o serhumano conseguiu pela primeira vez, produzir eletricidade em fluxo contínuo.

Celas/Células Galvânicas

Cientistas perceberam que entre placas de diferentes metais, submetidas a um meio aquoso contendo íons dissolvidos, se estabelece uma diferença de potencial elétrico.

Então pode –se aproveita-lápara gerar corrente elétrica, ou seja construir uma célula galvânica.

Um exemplo éa pilha de Daniell, construída pelo cientista inglês John Daniell em 1836.

Zinco metálico+Sulfato de cobre (aq)

Cobre metálico+Sulfato de zinco

Trata-se de uma oxiredução, o zinco transfere elétrons, para o cobre

O zinco perdeu elétrons e o cobre recebeu elétrons

E se conseguirmos fazer com que essa transferência ocorra por meio de um fio metálico? Seria estabelecida uma corrente elétrica

Estrutura da Pilha Seca

Inventadapelo francês George Leclanché.

Éconhecidacomo pilha seca porque o meio eletrólito éuma pasta úmida contendo íons dissolvidos, cloreto de amônio, cloreto de zinco e água, ela encontra-se em um envoltório de zinco que constitui o ânodo da pilha.

Uma pilha transformaenergia química em energia elétrica.

Esse éo tipo de pilha comumente usadoem lanternas, rádios, gravadores etc.

Quando a pilha estáfuncionandoa semi-reação do ânodo é:

Diferença de Potencial e Corrente Elétrica

O potencial elétricoéuma grandeza associada a um ponto, então cada ponto de um circuito elétrico apresenta um potencialelétrico.

O voltímetro não fornece esse valor, mas sim a diferença entre dois pontos, e permiti concluir qual deles apresenta o maior potencial.

O pólo de uma pilha ou bateria que recebe a designação positivo, éaquele que apresenta dentre ambos o maior potencial elétrico.

Por exemplo a pilha de Daniello pólo positivo tem um potencial elétrico 1,10 V maior que o pólo negativo.

(Parte 1 de 4)

Comentários