Mudanças Globais e Ciclos Biogeoquímicos (Provas)

Mudanças Globais e Ciclos Biogeoquímicos (Provas)

Cenários de Mudanças Climáticas para o Brasil em 2100

Introdução

  • Aumento da temperatura: 0,2 e 0,6 °C – IPCC;

  • Além da Variabilidade Natural existe outras influências;

  • As ferramentas utilizadas para avaliar as mudanças climáticas;

O Clima do Presente

  • Desde a década de 1990, registram-se as mais altas temperaturas;

  • Aumento do calor corresponde ao aumento no uso de combustíveis fósseis;

  • 1998 mais quente (1861) - +0,54°C;

  • Revolução Industrial – crescimento nos níveis de concentração de CO2(277 317ppm)

Modelos Globais (Brasil – América do Sul)

Análises Regionais - Brasil

  • Amazônia: todos os modelos atestam para 2100 um aumento de 2-6°C (A2) e 2-5°C (B2);

  • Nordeste: aquecimento de 3-5,5°C (A2) e 1,5-2,5°C (B2),

Cenários Climáticos – América do Sul

  • Precipitação

  • Amazônia Central – (DJF) anomalias negativas de chuva, maiores em 2071–2100.

  • NE,SE e S precipitação acima do normal (A2 e B2);

  • (JJA) – 2071-2100 Norte da Amazônia e da América do Sul – Menos chuva;

Cenários Climáticos – América do Sul

  • Temperatura do Ar:

  • Todos os modelos utilizados apresentam aquecimento na América do Sul;

  • Maior na Região Tropical – Primavera e Verão -2ºC;

  • A região que mais aquece é a Amazônia;

Conclusão

  • Nordeste e Bacia da Prata

Comentários