estação tratamento agua

estação tratamento agua

(Parte 3 de 3)

É necessário adotar um sistema de filtro de areia , tipo de piscina , adaptados na bacia das torres de resfriamento de água , através de by – pass da mesma.

5.2 – Corrosão

5.2.1 – Causas da Corrosão

Há muitos fatores que contribuem para a corrosão nos sistemas de refrigeração , o principal fator de corrosão é o oxigênio dissolvido na água de refrigeração. A reação do oxigênio dissolvido em contato com os metais ferrosos aumenta com a temperatura. Os principais fatores que controlam as características corrosivas da água são: - Concentração de oxigênio dissolvido;

- Temperatura

- Quantidade de anidrido carbônico;

- Sólidos dissolvidos;

- Sólidos em suspensão

- Velocidade da água

Á água neutra ( pH = 7,0 ) , saturada de ar , corrói o ferro a uma velocidade três vezes maior que a mesma água isenta de ar . A água quente contendo oxigênio dissolvido corrói o ferro a uma velocidade três a quatro vezes maior que a mesma água fria.

As águas naturais contendo substancias dissolvidas, tais como: Anidrido carbônico , oxigênio dissolvido , cloretos e sulfatos corroem os metais que estão em contato. Os sistemas semi - aberto de resfriamento de água , como as torres de resfriamento , os condensadores evaporativos , lavadores de ar e tubulações são corroídos intensamente , devido as impurezas ácidas , absorvidas pelo ar pôr onde passa a água . O pH água modifica - se com a concentração de Anidrido carbônico (CO2 ) e Sulfuroso (SO2 ) , o qual formam , ácidos carbônico e sulfúrico . Portanto as águas das torres de resfriamento tendem a baixar o pH e aumentar a corrosão . No caso de ferro a corrosão diminui a mediada que aumenta o pH ,

ALCON QUIMICA LTDA W.ALCONQUIMICA.com.br entretanto não deve - se aumentar muito o pH , pois a formação de incrustação poderá ser intensa .

Os sólidos dissolvidos particularmente os cloretos e os sulfatos , intensificam a ação corrosiva do oxigênio e do anidrido carbônico . As grandes concentrações de sólidos dissolvidos aumentam a condutividade da água , e como a corrosão é essencialmente uma ação eletroquímica , os sólidos dissolvidos afetam seriamente os sistemas , principalmente quando existem metais diferentes .

formados pôr produtos químicos inibidores de corrosão

Os sólidos em suspensão podem arrastar partículas de metais , como também remover filmes protetivos das superfícies metálica , inclusive aqueles 5.2.2 – Controle da Corrosão

Controle da corrosão pode ser feita através da instalação de uma estação de corrosão ( arvore de corrosão ). Esta estação de corrosão corresponde a um circuito de tubos de PVC com 1” de diâmetro interno, com nove curvas de 90º onde quatro dessa possui pontos de instalação de corpos de prova.

para que a velocidade da água permaneça entre 0,8 m / seg. e 1,2 m / seg

A vazão da água neste circuito deverá estar entre 26,0 litros a 3,0 litros

O corpo de prova deverá permanecer de 30 a 60 dias no circuito para avaliação dos resultados.

5.3 – Microbiologia da Água

As águas de alimentação dos sistema de resfriamento contém microorganismo vivos , e a sua temperatura é ambiente é ideal para propiciar o cultivo rápido de qualquer microorganismo. A torre de resfriamento apresenta característica excelentes para o desenvolvimento de microorganismo. A formação de algas de coloração verde azulada , são resultados da presença da luz do dia devido ao processo de fotosintese. As algas encontram–se mais nas áreas mais expostas das torres de resfriamento e ajudam na formação de incrustações devido a absorção de dioxido de carbono da água originários dos bicarbonatos gerando a formação dos carbonatos que tornam-se insolúveis , depositando-se sobre as superfícies metálicas. O processo de liberação de oxigênio favorece a corrosão.

As algas e bactérias produzem limos que alimenta a corrosão celular eletrolítica evitando a formação da película protetiva sobre as superfícies metálicas. O limo nos sistema de resfriamento de água são os responsáveis pela corrosão pôr oxigênio ( Pitting ).

ALCON QUIMICA LTDA W.ALCONQUIMICA.com.br

produzindo corrosão profundas pôr Pitting

As bactérias anaeróbias , particularmente aquelas conhecidas como bactéria redutoras de sulfato de ferro , estão sempre presente de forma inativa , em todas as água naturais. Porem , encontram-se prontas para proliferar em temperatura favoráveis ricos em nutrientes. Os sulfato nas águas de resfriamento são reduzidos pôr bactérias anaeróbias a H2S , atacando rapidamente o metal e

Para proteger o sistema que esta sendo contaminado pôr bactérias , algas ou outro microorganismo , utiliza-se biocidas em dosagem de choque ou continua para controlar a população microbiana. As dosagem de choque ocorrem geralmente de três a sete dias , dependendo de vários fatores tais como o tempo de vida da água circulante.

Segue tabela explicativa do sistema de algas , bem como temperatura e pH propícios ao seu crescimento.

ALCON QUIMICA LTDA W.ALCONQUIMICA.com.br

GRUPO Condições de Crescimento Temperatura PH VERDE

presença da luz
30º Ca 35º C
5,5a 8,9

Com depósitos verdes encontrados sob a forma de colônias em áreas da torre na

de luz
35º Ca 40º C
6,0a 8,9

Depósitos verde- azulados filamentos em cadeias em áreas da torre com presença

castanho e preto

Depósitos espessos de limo, tendo sua superfície verde e massa interna colorida

5,5a 8,9

18º C a 36º C

6– Controle de Lodos e Algas

6.1 – Classes da População Microbiana

Os lodos são formados pôr microorganismo capazes de multiplicar-se com rapidez , produzindo grandes massas de matéria orgânica. Veja quadro descritivo de alguns microorganismo capazes de formar Iodos orgânicos que encontram-se nos sistemas de resfriamento. Os lodos e as algas impedem a correta transmissão de calor pêlos equipamentos de transferencia de calor devido a sua espessa película.

Desses microrganismo podemos classificar segundo a sua natureza as algas , fungos e bactérias.

As algas de maior importância nos sistema de resfriamento de água habitam os pontos de acesso de fotosintese para elaborar seus alimentos e desprender oxigênio. Nas superfícies metálicas as massa de algas vivas, podem acelerar a corrosão localizada. As algas mortas que encontra-se depositadas nos trocadores de calor , podem produzir uma ação corrosiva do tipo galvanico , capaz de provocar Pitting nas superfícies metálicas.

ALCON QUIMICA LTDA W.ALCONQUIMICA.com.br

O segundo tipo de população microbiana é conhecido com o nome de fungos sem clorofila , que não podem fabricar o seu próprio alimento. A este grupo pertence os mofo e as leveduras , os quais dependem do alimento que encontramse na água. Utilizando como fonte de alimento uma ampla gama de matéria nitrogenada e celulose.

O terceiro tipo de população microbiana são as bactérias que forma os

Iodos , porem não são todas as bactérias que formam Iodos. Um grupo reduz os sulfatos contidos na água , convertendo-os em íons sulfito de grande poder corrosivo. Outro grupo utiliza o ferro solúvel e os depósitos insolúveis de oxido de ferro para formar uma capsula viscosa de sua célula. Algumas bactérias alimentam-se de nitritos , inibidor de corrosão utilizado em sistema selados de circulação de água gelada.

6.2 – Controle da População Microbiana

O tratamento químico é o método mais eficaz do que a limpeza mecânica para combater estes microorganismo que encontram-se em muitas zonas inacessíveis , tanto nas tubulações como nos equipamentos de resfriamento.

Os fungos e as bactérias vivem nas zonas como obscuras do sistema , tais como trocadores de calor e tubulações , assim como também nas zonas iluminadas das torres de resfriamentos e condensadores evaporativos. Se ocorrer a formação de Iodos a algas , estes deverão ser removidos pôr processos mecânicos , antes de iniciar o tratamento químico.

ALGAS Monomoleculares , alguns tipos formam apresentam superfícies viscosa.

formam ocasionalmente agregados viscosos

FUNGOS - Bactéria (esquizomicetos ) que formam freqüentemente recobrimento viscoso. - Mofo ( mixomicetos ) que formam folhas viscosas em uma etapa de sua vida . - Fungos ( ascomicetos ) uma de suas espécies , as leveduras,

FUNGOS - Fungos algoides ( ficomicetos ) e fungos pedunculados ( basidromicetos ) que raramente formam lodo , mas seus filamentos podem reter lodos e outros organismos .

ALCON QUIMICA LTDA W.ALCONQUIMICA.com.br

7 - Sistemas de Água Gelada

Nestes sistemas que poderão Ter volumes de águas baixos e elevados , a água somente se perde pôr vazamentos em gaxetas e bombas .

Problemas de incrustação neles não existem m, porquanto não há temperatura necessária para provocar precipitação de dureza .

Os problemas deles estão restritos à corrosão e o principal tipo encontrado é provocado pela diferença de potencial de metais utilizados . A presença de oxigênio é baixa porquanto se restringe ao encontrado na água de reposição .

Problemas de microorganismos só existira quando a temperatura da água se encontra acima de O C , mesmo assim com crescimento limitado .

Estes sistemas poderão trabalhar com temperatura positiva ou negativa . Os sistemas que trabalham com temperatura negativa , necessitam utilizar um anti-congelante em concentrações necessárias para evitar o congelamento na temperatura de trabalho desejada .

Os principais anti-congelantes utilizados são : cloreto de sódio , cloreto de cálcio metanol , etanol , etileno e propileno glicol .

Os primeiros são soluções salinas altamente corrosivas , que estão sendo paulatinamente substituídas pêlos álcoois e poliálcoois , muito menos corrosivos aos metais utilizados nos sistemas .

7.1 - Prevenção de Corrosão e Incrustações

Nos sistemas fechados com recirculação de água , os procedimentos para tratamento da água de refrigeração são bem mais fáceis do que nos outros tipos de sistemas . As perdas de produtos utilizados são irrisórias e o custo do tratamento bastante baixo .

7.2 - Inibidores de Corrosão

O inibidor de corrosão mais utilizado nestes sistemas é o cromato , porém devido a sua toxidade , este está sendo substituído pôr inibidores á base de nitrito / borato . a concentração de nitrito varia de 200 a 1.0 ppm , sendo seu uso indicado conforme a diferença de potencial dos metais do sistema .

Combinações de fosfonato também são utilizadas como inibidores de corrosão .

7.3 - Inibição de Limo Bacteriano

ALCON QUIMICA LTDA W.ALCONQUIMICA.com.br

O limo bacteriano possível de se desenvolver em sistemas com temperatura acima de O C , poderá ser combatido com o auxílio de biocidas , através e dosagens semanais ou mensais de quaternário de amônio , carbamatos , biguanidas , Dicloro , Isotioazois etc. .

(Parte 3 de 3)

Comentários