Paineis elétricos

Paineis elétricos

(Parte 7 de 9)

Conjuntos de manobra e comando de baixa tensão 36

Fácil manuseio a quente e a frio Resistência a corrosão do ar atmosférico Resistência à ação dos agentes químicos mais comuns Baixa resistividade Alta condutividade térmica Facilidade de emendar e soldar Facilidade de capeamento por outros metais em processos eletroquímicos

Alumínio. É o material mais utilizado para substituir o cobre, por ser mais leve que o mesmo, mais barato, e ter propriedades elétricas e mecânicas semelhantes, podendo adequar as dimensões para a substituição entre os materiais. Cabe lembrar que alguns cuidados específicos devem ser observados na sua utilização, conforme abaixo:

Utilização do alumínio x cobre. O alumínio por ser mais leve, mais viável e fácil de reciclar que o cobre, teoricamente seria o melhor material para ser utilizado em ligações elétricas, mas as restrições aos condutores de alumínio estão relacionadas a suas conexões (com outros condutores de alumínio ou com condutores de cobre), tendo em vista os seguintes aspectos: Resistividade: Sendo a resistividade do Alumínio maior que a do Cobre, a área necessária para a circulação de corrente é maior o que implicará em maiores espaços para a instalação dos barramentos ou condutores. Este fato muitas vezes inviabiliza a aplicação do Alumínio; Oxidação: Quando exposta ao ar, a superfície do condutor de alumínio fica recoberta por uma camada fina e imperceptível de óxido, altamente isolante e de difícil remoção; nas conexões o bom contato só é conseguido com a ruptura dessa camada; Escoamento (Fluência): O condutor de alumínio escoa com pressão constante; por essa razão, necessitam de reaperto periódico, em razão do afrouxamento causado pelo escoamento; Eletropositividade: o Alumínio e o cobre estão “separados” eletroquimicamente por 2 volts, o que predispõe uma conexão alumínio-cobre à corrosão galvânica; são necessários, portanto, cuidados especiais nas conexões, como por exemplo, o uso de um terceiro metal de sacrifício (em geral, estanho) no conector (para conexão bimetálica). Custo: Apesar destes pontos levantados, por se tratar de um elemento de menor custo que o cobre, o alumínio em muitas vezes pode ser aplicado com sucesso.

Prata. É um condutor de menor resistividade. E usada em resistência de aparelhos de precisão, para fusíveis nos casos em que a constante de tempo é importante na proteção do aparelho, e também na deposição metálica ou banho eletro-químico em contatos elétricos e fios de bobina para melhorar seu fator de qualidade. Ë importante lembrar dos compostos da parta como seus nitratos que são utilizados para dar banhos de

Conjuntos de manobra e comando de baixa tensão 37 eletrodeposição, que são usados principalmente em barramentos de cobre, formando uma película protetora de metal que ajuda na proteção á corrosão e o ataque de ambientes abrasivos.

Ouro. É um condutor elétrico de utilização mais especial. Metal de grande estabilidade química, é dotado de excelentes propriedades para utilização no ramo eletrônico. Usado como fio condutor em equipamentos especiais: como peça de contato em chaves e relés de baixa corrente e alta precisão e confiabilidade ou em películas ou filmes condutores

Estanho. É um metal muito utilizado como ingrediente de ligas. De cor branco-prateada, se liga ao cobre para produzir os bronzes, ao chumbo para produzir solda, e é usado largamente como revestimento anticorrosivo.

As ligas metálicas são largamente aplicadas á eletricidade, não só como condutores elétricos, mas também como fusíveis, contatores, resistências, resistores, barramentos terminais, etc.

5.8 - Compatibilidade eletromagnética (EMC)

Ambiente de EMC A norma NBR IEC 60439-1 define duas categorias de ambiente aonde os conjuntos de baixa tensão podem estar inseridos:

Ambiente 1 Se relaciona, principalmente, à redes públicas de baixa tensão, tais como: local / instalação residencial, comercial e pequena indústria. As fontes de perturbações importantes, como solda a arco, não são cobertas por este ambiente.

Ambiente 2 Ambiente 2 se relaciona, principalmente, a redes / locais / instalações de baixa tensão não públicos ou industriais, incluindo fontes de perturbação importantes. Tanto para imunidade como para emissão de EMC, a NBR IEC 60439-1 define que não é necessário ensaios de compatibilidade eletromagnética se:

a) Os dispositivos e componentes incorporados são projetados para um dos ambientes especificados acima, conforme normas básica de EMC; b) A instalação e as ligações elétricas internas são efetuadas de acordo com as instruções dos fabricantes dos dispositivos e componentes ( blindagem de cabos, aterramentos, distância mínimas etc.)

Conjuntos de manobra e comando de baixa tensão 38

5.9 - Indicadores Luminosos e Displays

Indicador luminoso e Display fornecem-nos as seguintes informações:

• lndicação: Atrair a atenção do Operador ou indicar que determinada tarefa deverá ser executada. As cores Vermelha, Amarela ou Azul são normalmente utilizadas neste modo.

poderá ser utilizada em alguns casos

• Confirmação: Confirmar um comando, ou uma condição, ou confirmar a terminação de uma alteração ou período de transição. As cores Azul e Branca são normalmente utilizadas neste modo e a cor Verde

5.9.1 - Cores

A não ser que seja determinado pelo Fornecedor e Usuário, os sinalizadores luminosos deverão estar relacionados com a cor no que diz respeito à condição (estado) da máquina, de acordo com a seguinte tabela “ extraída da norma IEC 60204-1”:

Ação imediata para atuar com condições perigosas

Cor Significado Explicação Ação por operador (ex: operando parada de emergência)

Monitorar e/ou intervir

(ex: restabelecendo a função pretendida)

Verde Normal Condição Normal Opcional

AzulObrigatórioIndica condição que requer a ação do operadorAção obrigatória

Branca Neutro

Outras condições: Pode ser usado quando existe dúvida quanto a aplicação das outras cores Monitorar

Amarela Anormal Condição Anormal

Cores de indicadores luminosos e seu significados Vermelha Emergência Condições Perigosas

Tabela 8 - Indicadores Luminosos.

A utilização destas cores de acordo com os seguintes critérios: • A segurança das pessoas e meio ambiente;

• O estado do equipamento elétrico.

5.9.2 - Atuadores de Botoeiras. Conjuntos de manobra e comando de baixa tensão 39

Salvo acordo entre Fabricante e Usuário, os atuadores de Botoeiras deverão ser relacionados com a cor de acordo com seguinte tabela “ extraída da norma IEC 60204-1”:

Cor Significado Explicação Exemplos de Aplicação

VermelhaEmergênciaAtuar no caso de condições perigosas ou emergênciaParada de emergência Início de uma função de emergência

Intervenção para suprir condições anormais

Intervenção para rearmar um ciclo automático interrompido

VerdeNormalAtuar no caso de um evento normal

AzulObrigatórioAtuar em codições que requerem ações obrigatóriasFunção de reset

Marcha / ON (preferível)

Parada / OFF

Marcha / ON

Parada / OFF

Marcha / ON

Parada / OFF (preferível)

Relação das cores e significados das Botoeiras

AmarelaAnormalAtuar no caso de um evento anormal

PretaSem designação específica

Para uso geral menos emergência

Para uso geral menos emergência

CinzentaSem designação específica

Para uso geral menos emergência

BrancaSem designação específica

(Parte 7 de 9)

Comentários