(Parte 5 de 7)

• Passo ou número de filetes por polegada.

• Diâmetro externo ou nominal.

SENAI Departamento Regional do Espírito Santo30

As características dos machos de roscar são definidas como:

Sistema de rosca As roscas dos machos são de três tipos: Métrico, Whitworth e Americano (USS).

Sua aplicação Os machos de roscas são fabricados para roscar peças internamente.

Passo ou número de filetes por polegada Esta característica indica se a rosca é normal ou fina.

Diâmetro externo ou nominal Refere-se ao diâmetro externo da parte roscada.

Diâmetro da espiga ou haste cilíndrica

E uma característica que indica se o macho de roscar serve ou não para fazer rosca em furos mais profundos que o corpo roscado, pois existem machos de roscas que apresentam diâmetro da haste cilíndrica igual ao da rosca ou inferior ao diâmetro do corpo roscado,

Sentido da rosca Refere-se ao sentido da rosca, isto é, se é direita (right) ou esquerda (left).

Tipos de macho de roscar Ranhuras retas, para uso geral.

Ranhuras helicoidais à direita, para roscar furos cegos (sem saída).

SENAI Departamento Regional do Espírito Santo31

Fios alternados. Menor atrito. Facilita a penetração do refrigerante e lubrificante,

Entrada helicoidal, para furos passantes. Empurra as aparas para frente, durante o roscamento.

Ranhuras curtas helicoidais, para roscamento de chapas e furos passantes.

Estes machos para roscar são também conhecidos como machos de conformação, pois não removem aparas e são utilizados em materiais que se deformam plasticamente.

Ranhuras ligeiramente helicoidais à esquerda, para roscar furos passantes na fabricação de porcas.

Seleção dos machos de roscar, brocas e lubrificantes ou refrigerantes

Para roscar com machos é importante selecionar os machos e a broca com a qual se deve fazer a furação. Deve-se também selecionar o tipo de lubrificante ou refrigerante que se usará durante a abertura da rosca.

De um modo geral, escolhemos os machos de roscar de acordo com as especificações do desenho da peça que estamos trabalhando ou de acordo com as instruções recebidas.

SENAI Departamento Regional do Espírito Santo32

Podemos, também, escolher os machos de roscar, tomando como referência o parafuso que vamos utilizar.

Os diâmetros nominais (diâmetro externo) dos machos de roscar mais usados, assim como os diâmetros das brocas que devem ser usadas na furação, podem ser encontrados em tabelas.

Condições de uso dos machos de roscar Para serem usados, eles devem estar bem afiados e com todos os filetes em bom estado.

Conservação

Para se conservar os machos de roscar em bom estado, é preciso limpá-los após o uso, evitar quedas ou choques, e guardá-los separados em seu estojo.

Desandadores

Descrição

São ferramentas manuais, geralmente de aço carbono, formadas por um corpo central, com um alojamento de forma quadrada ou circular, onde são fixados machos, alargadores e cossinetes.

Utilização O desandador funciona como uma chave, que possibilita imprimir o movimento de rotação necessário à ação da ferramenta.

Classificação Os desandadores podem ser:

1. Fixo em T 2. Em T, com castanhas reguláveis 3. Para machos e alargadores

4. Para cossinetes Tipos

SENAI Departamento Regional do Espírito Santo33

Possui um corpo comprido que serve como prolongador para passar machos ou alargadores e em lugares profundos e de difícil acesso para desandadores comuns.

Desandador em T com castanhas reguláveis Possui um como recartilhado, castanhas temperadas, reguláveis, para machos até 3/16".

SENAI Departamento Regional do Espírito Santo34

Desandador para machos e alargadores

Possui um braço fixo, com ponta recartilhada, castanhas temperadas, uma delas regulável por meio do parafuso existente.

Desandador para cossinetes

Possui cabos com ponta recartilhada, caixa para alojamento do cossinete e parafusos de fixação.

Cossinetes

São ferramentas de corte, construídas de aço especial temperado, com furo central filetado. Os cossinetes são semelhantes a uma porca, com canais periféricos dispostos tecnicamente em torno do furo central filetado, e o diâmetro externo varia de acordo com o diâmetro da rosca Os canais periféricos formam as arestas cortantes e permitem a saída das aparas. Os mesmos possuem geralmente uma fenda, no sentido da espessura, que permite a regulagem da profundidade do corte, através do parafuso cônico, instalado na fenda, ou dos parafusos de regulagem do porta-cossinete.

Características dos cossinetes

• Sistema da rosca • Passo ou número de fios por polegada

• Diâmetro nominal

SENAI Departamento Regional do Espírito Santo35

Uso dos cossinetes São usados para abrir roscas externas em peças cilíndricas de um determinado diâmetro, tais como parafusos, tubos etc.

(Parte 5 de 7)

Comentários