Correção de fator de potência

Correção de fator de potência

(Parte 8 de 12)

- Harmônicas na rede;

- Descargas atmosféricas;

- Mau contato nos cabos e fusíveis; - Tempo de religamento (banco automático) muito curto; - Ligar e desligar os capacitores, sem respeitar o tempo de religação mínimo (linha MCW e BCW igual a 305 e linha UCW-T igual a 3 min.).

c) Máxima Corrente Permissível: (1,30 . In)

É a corrente máxima permitida, considerando os efeitos das harmônicas e a sobre-tensão por curtos períodos de tempo (não confundir com corrente nominal). Ver ítem 3.3.6 d) Taxa de Variação da Tensão Máxima (dv/dt):

Este parâmetro informa o limite máximo da taxa da variação de tensão no capacitor em V/ms.

e) Perdas Joule por kvar:

Esse dado é importante para dimensionar a temperatura interna de banco de capacitores.

f) Corrente de pico Transitória Máxima: (100 . In)

É a máxima corrente de surto na energização do capacitor (ver ítem 3.2.10).

NOTA: Deve-se ter um cuidado especial com o instrumento de medição utilizado que deve ser do tipo True RMS (vide ítem 3.3.6) g)Utilização de capacitores com tensão nominal reforçada, ou seja, acima do valor de operação darede:

-Capacitor com Vn de 380V/60Hz em rede de 220V/ 60Hz: a potência nominal do mesmo fica reduzida em 2202 / 3802 = 0,335, ou seja, em 6,5%; -Capacitor com Vn de 440V/60Hz em rede de 380V/ 60Hz: a potência nominal do mesmo fica reduzida em 3802 / 4402 = 0,746, ou seja, em 25,4%. -Capacitores com Vn de 480 V/60Hz em redes de 440V/60Hz: a potência nominal do capacitor fica reduzida em 4402 / 4802 = 0,84 , ou seja, em 16%.

Nota: é necessário sobredimensionar a potência nominal dos capacitores dividindo a mesma pelo fator de redução.

CAPACITORES

5 - CUIDADOS NA INSTALAÇÃO DE

5.1 - Local da Instalação

- Evitar exposição ao sol ou proximidade de equipamentos com temperaturas elevadas; - Não bloquear a entrada e saída de ar dos gabinetes;

- Os locais devem ser protegidos contra materiais sólidos e líquidos em suspensão (poeira, óleos); - Evitar instalação de capacitores próximo do teto (calor); - Evitar instalação de capacitores em contato direto sobre painéis e quadros elétricos (calor); - Cuidado na instalação de capacitores próximo de cargas não lineares (vide ítem 3.3.3).

Manual Para Correção do Fator de Potência 15

5.2 - Localização dos Cabos de Comando

- Os cabos de comando deverão estar preferencialmente dentro de tubulações blindadas com aterramento na extremidade do Controlador Automático do Fator de Potência.

5.3 - Cuidados na Instalação Localizada

etc.

- Alguns cuidados devem ser tomados quando se decide fazer uma correção de fator de potência localizada: a) Cargas com alta inércia: Ex:Ventiladores, bombas de recalque, exaustores,

Deve instalar-se contatores para a comutação do capacitor, pois o mesmo quando é permanentemente ligado a um motor, podem surgir problemas quando o motor é desligado da fonte de alimentação. O motor ainda girando irá atuar como um gerador e fazer surgir sobretensão nos terminais do capacitor. Pode-se dispensar o contator para o capacitor, desde que sua corrente nominal seja menor ou igual a 90% da corrente de excitação do motor (NBR 5060).

b) Inversores de Freqüência: Inversores de freqüência que possuam reatância de rede conectada na entrada dos mesmos, emitirão baixos níveis de freqüências harmônicas para a rede. Se a correção do fator de potência for necessária, aconselha-se a não instalar capacitores no mesmo barramento de alimentação do(s) inversor(es). Caso contrário, instalar em série com os capacitores Indutores Anti-harmônicas.

c) Soft-starter: Deve-se utilizar um contator protegido por fusíveis retardados (gL-gG) para manobrar o capacitor, o qual deve entrar em operação depois que a soft-starter entrar em regime. É sempre importante medir as harmônicas de tensão e corrente se o capacitor for inserido no mesmo barramento da soft-starter.

6 - MANUTENÇÃO PREVENTIVA

6.1 - Periodicidade e Critérios para Inspeção a) Mensal

-Verifique visualmente em todas as Unidades Capacitivas se houve atuação do dispositivo de segurança interno, indicado pela expansão da caneca de alumínio no sentido longitudinal. Caso positivo, substituir por outra com a mesma potência; -Verifique se há fusíveis queimados. Caso positivo, tentar identificar a causa antes da troca. Usar fusíveis com corrente nominal indicada no Catálogo; -Verificar o funcionamento adequado dos contatores;

-Nos bancos com ventilação forçada, comprovar o funcionamento do termostato e do ventilador. Medir a temperatura interna (máxima de 450C); -Medir a tensão e a corrente das unidades capacitivas;

-Verificar o aperto das conexões (fast-on) dos capacitores.

Obs.: Sempre que um terminal tipo "fast-on" for desconectado, deverá ser reapertado antes de ser reconectado.

-Efetuar limpeza completa do armário metálico interna e externamente, usando álcool isopropílico;

-Repetir todos os procedimentos do ítem anterior (mensal);

-Reapertar todos os parafusos dos contatos elétricos e mecânicos;

-Medir a temperatura dos cabos conectados ao contator;

-Verificar estado de conservação das vedações contra a entrada de insetos e outros objetos.

-Instalação dos cabos de sinal de corrente e tensão muito próximos ao barramento (<50cm), causando interferências eletromagnéticas.

-Defeito de fabricação do controlador, ou seja, controlador de baixa qualidade.

Obs: Cuidar com o repique (rápida abertura e fechamento dos contatos de saída) que pode ocorrer no controlador, provocando com isso queima dos indutores de pré-carga dos contatores e expansão dos capacitores.

INSTALAÇÃO INCORRETA DE
CAPACITORES

7 - PRINCIPAIS CONSEQÜÊNCIAS DA

Especial

I - Queima do Indutor de Pré-Carga do Contator

Causa: - Repique do contator, que pode ser causado pelo repique do controlador.

I - Queima de Fusíveis

Causas: - Harmônicas na rede, gerando ressonância série, provocando sobrecorrente; - Desequilíbrio de tensão;

- Fusíveis ultra-rápidos (usar fusível retardado);

- Aplicar tensão em capacitores ainda carregados.

I - Expansão da Unidade Capacitiva

Causas: -Repique no contator que pode ser causado pelo repique do controlador ; - Temperatura elevada;

-Corrente de surto elevada (> 100 . In);

- Descargas atmosféricas;

(Parte 8 de 12)

Comentários