Bombas centrífugas

Bombas centrífugas

(Parte 2 de 4)

As eletrobombas deverão ser de fabricação KSB e Dancor.

3.3 Apresentação Proposta:

O instalador deverá fazer constar de sua proposta as seguintes informações sobre as eletrobombas:

 Fabricante e modelo selecionado;

 Características construtivas;

 Catálogo com a curva de capacidade e identificação do ponto de seleção;

 Características do motor elétrico (marca, modelo, potência, classe construtiva e de isolamento, etc.).

3.4 Condições de Seleção:

As curvas de desempenho deverão apresentar características estáveis e ser selecionada em um ponto de maneira que a operação seja a mais eficiente possível.

Deverá ser evitada a seleção com impelidor máximo admissível para o tamanho da carcaça, de modo que, em caso de necessidade, seja possível a troca do impelidor, de maneira a obter maior altura manométrica total.

A eficiência no ponto de operação da bomba não deverá ser inferior a 10% da eficiência máxima possível para este impelidor e nunca menor do que a indicada na folha de dados.

3.5 Características Construtivas:

Deverão ser de um só estágio de bombeamento, tipo centrífugo, com seus materiais construtivos em conformidade com as pressões de trabalho e os indicados na folha de dados.

Cada conjunto motor-bomba deverá ser montado sobre uma base integral rígida de aço ou ferro fundido.

As bombas do tipo base-luva deverão ser do tipo back- pull out, com acoplamento entre o motor e a bomba através de luva flexível de fabricação “Falk” com espaçador.

Os motores elétricos deverão ser trifásicos de 110 / 220 Volts, 60 Hz, rotor em gaiolacom grau de proteção IP 21.

3.6 Condições de Instalação:

A base contendo o conjunto motor-bomba deverá ser apoiada sobre um bloco de inércia em concreto, que por sua vez deverá ser apoiado sobre molas flutuantes sobre uma placa de concreto armado de 10 cm, localizado sobre um lençol de cortiça dura de duas polegadas.

A ligação de bombas às tubulações de água deverá ser feita através de amortecedores de vibração em aço inox (Ref. Niagara).

  1. Memorial de Cálculo :

4.1 Dados fornecidos pelo projeto, em virtude da disposição física das instalações:

Dados do Projeto da instalação:

.AS = 2,5 m (altura de sucção)

.AR = 30,0 m (altura de recalque)

.Comprimento linear de tubulação de sucção = 5,0 m

.Comprimento linear de tubulação de recalque = 35,0 m

.Diam. Tubo de sucção = a definir (através de cálculo)

.Diam. Tubo recalque = a definir (através de cálculo)

.Vazão requerida = 12 m³/h

.Potência disponível no transformador = 15 Kva (trifásico)

.Altitude do local = nível do mar (pressão atmosférica = 10,33 mca)

.Temperatura máxima da água = 30 °C

Conexões e acessórios no recalque:

1 reg. Gaveta

2 válvulas de retenção (01 horizontal e 01 vertical)

4 curvas de 90°

1 luva de redução

Conexões e acessórios na sucção:

1 válvula de pé c/ crivo

1 curva de 90 °

1 luva de redução

4.2 Cálculo da vazão e dos diâmetros das tubulações:

A instalação é um prédio co 10 andares, tendo 02 apartamentos por andar, cada apartamento possui 3 quartos mais dependências de empregada, desta forma:

4.2.1 Cálculo da população do prédio: (taxa normalizada: 2 pessoa /quarto)

a)2qt x 2 p/q x 2 x 10 = 120 pessoas

b)quarto de empregada = 1 p/q x 2 x10 = 20 pessoas

logo a população total será: 120 + 20 = 140 pessoas

4.2.2 Cálculo da estimativa de consumo:

De acordo com a tabela 2 do apêndice, a estimativa de consumo é de :

200 L/dia x 140 = 28.000 L/dia.

Adotando-se a autonomia de 3 dias, e desprezando-se a reserva técnica:

Volume total = 28.000 x 3 = 84.000 l = 84 m³.

Distribuição:

2/5 p/ a caixa d’água = 33,6 m³

3/5 p/ a cisterna = 50,4 m³

Logo o volume a ser bombeado para a caixa d’água será de 33,6 m³.

4.2.3 Cálculo da vazão:

O tempo de bombeamento é normalizado entre 2 a 5 horas.

Adotamos o tempo de 3 horas.

Logo: Q = v/t

Q = 33,6/3 = 11,2 m³/h

4.2.4 Determinação do diâmetro e velocidade de escoamento:

(A velocidade recomendada por norma é de 1,5 m/s), e:

Q = V. A

12 = 1,5 . A

11,2 /3600 = 0,003111

0,00311 = 1,5 . A

A = 0,002222 m2

A = ¶ d2 / 4 d = 0,05138 m = 51,38 mm

Logo, d ~ 2” , Na aspiração adotamos 2 ½ “ (para diminuir a possibilidade de cavitação cavitação)

(Parte 2 de 4)

Comentários