Acionamentos de Máquinas Elétricas

Acionamentos de Máquinas Elétricas

(Parte 7 de 7)

2.14.12)Escolher no catálogo da WEG, um motor trifásico tipo Dahlander, de 4 e 8 polos, potência no mínimo igual a 30 kW na menor velocidade, 220 V, rotor em gaiola e determinar para ele o seguinte:

a) Qual a energia dissipada, em Wh, no seu enrolamento (estator + rotor), durante uma partida feita em duas etapas, com o motor a vazio? b) Qual a energia fornecida pela rede elétrica que alimenta o motor, em Wh, após completada a operação do item anterior? c) Qual a energia dissipada, em Wh, no enrolamento (estator + rotor), durante um plugueamento em duas etapas, sendo que a comutação para o enrolamento de maior número de polos se dará à velocidade de 0,20 p.u. da velocidade síncrona inicial?

OBSERVAÇÃO: Supor que o motor escolhido tenha a relação RTh/r2 igual a 1,6.

2.14.13) Escolher no catálogo da WEG um motor trifásico tipo Dahlander, de carcaça 225 S/M e determinar para ele o seguinte:

a) Qual a energia dissipada no rotor, durante uma partida feita em duas etapas, com o motor a vazio?

Domínio PúblicoEzio Fernandes da Silva 90

Apostila de Máquinas Elétricas Eletrotécnica a) Qual a energia armazenada no rotor durante uma partida feita em duas etapas? b) Qual a energia dissipada no rotor durante um plugueamento em duas etapas? c) Se for feita uma frenagem mecânica, qual a energia dissipada no enrolamento do motor?

Porque? d) Se o motor funcionasse durante duas horas na sua condição nominal, com a velocidade correspondente ao enrolamento de menor número de polos, qual seria a energia dissipada no motor?

2.14.15) O motor de categoria D, de acordo com a NBR-7094, é um motor cuja resistência rotórica é maior do que a de um correspondente de categoria N de mesma potência, mesmo número de polos e mesmo enrolamento do estator. Ele é chamado de “motor de alto escorregamento”. Durante o processo de partida e aceleração, qual dos dois tipos de motor mais se aquece e porque? E durante a operação normal, em regime contínuo? Porque?

2.15) RESPOSTAS AOS PROBLEMAS

2.14.1) a: 1763 RPM; 200 Nm; b: 16 s; 2.14.2) 8,3 s; 2.14.3) a: O motor de 15 kW não serve porque o seu tempo de aceleração é 1 s, maior do que o tempo de rotor bloqueado de 9 s; o motor de 18,5 kW é adequado pois o tempo de acelera- ção calculado é menor do que o seu tb. b: com o acoplamento, o motor de 15 kW, 2 polos escolhido apresenta um tempo de aceleração de 12 s, maior do que o seu tb de 9 s. O motor mais adequado é o de 18,5 kW, acoplamento direto, ou seja 4 polos

2.14.4) a: o motor não vai parar; em 4 segundos a sua velocidade será 0,3875 p.u.; b: o motor vai acelerar e atingir sua velocidade nominal em 0,635 s. 2.14.5) a: 5,45 s; b: 13.3 s; c: 1,3 s; 2223 volts

2.14.9) a: 0,284 p.u. = 6,5 ohms; b: CpuNmCpuNmpm

,; , . .= = = =0 416 827 0 654 1299

2.14.10) a: 90 kW; 4 polos; 60 Hz; 440 V; 148 A; Ip = 7,3 p.u.; Cn = 492 Nm; Cp = 2,2 p.u.;

Cm = 2,5 p.u.; Jmot = 1,606 kgm2; tb = 19 s; Categoria N; a verificação da capabilidade de aceleração será feita na letra e; b: 0,825 p.u. = 363 V; c: Ip = 6,03 p.u.; d: Ra = 0,0612 p.u. =

0,105 ohms; e: 5,17 s, menor do que o tb; o motor está correto. 2.14.1) a: O número de polos do motor pode ser qualquer uma das 4 opções do catálogo; foi esco- lhido o motor: 75 kW; 6 polos, 1185 RPM; Ip= 6,5 p.u.; Cn = 592 Nm; Cp = 2,4 p.u.; Cm =

2,5 p.u.; tb = 28 s; Jmot = 2,643 kgm2; categoria N; b: 92,14%; K= 0,506; c: 2,36 s; d: 2,48 s.

(Parte 7 de 7)

Comentários