relatorio estagio supervisionado

relatorio estagio supervisionado

(Parte 1 de 3)

UNIVERSIDADE POSITIVO

DESENVOLVIMENTO E ACOMPANHAMENTO DE NOVOS PRODUTOS

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURITIBA

2009

RODRIGO MAICHAKI

DESENVOLVIMENTO E ACOMPANHAMENTO DE NOVOS PRODUTOS

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURITIBA

2009

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

IDENTIFICAÇÃO DO ESTAGIÁRIO

Aluno: Rodrigo Maichaki

IDENTIFICAÇÃO DO CONCEDENTE

Razão social: Hübner Indústria Mecânica Ltda.

Endereço: Rua Pedro Fila nº 210 – Thomaz Coelho, CEP 83707-110

Cidade: Araucária

Estado: Paraná

Telefone: (41) 2108-5000

Supervisor técnico do estágio: Walter Ulisses Cancian Lopes

e-mail: autolinea@autolinea.com.br

DADOS SOBRE O ESTÁGIO

Área de atuação: área comercial, pós-vendas, assistência técnica e novos projetos.

Carga horária total: 260 horas

Data de início: 01/04/2009

Data de término: 30/06/2009

PROFESSOR ORIENTADOR

Nomes: Fábio Alencar Schneider.

RESUMO

O estágio foi realizado no setor no setor de Assistência técnica da Hübner Indústria Mecânica Ltda. A Assistência técnica é responsável pelo atendimento pós-vendas diretamente com os seus clientes, bem como a efetuação de laudos técnicos pela condição de outorgar garantias, como também busca suprir qualquer manifestação de defeitos em seus produtos, garantindo dessa forma a qualidade desejada pelo consumidor. As atividades realizadas neste estágio envolvem todo um ciclo que foca a confecção de novos dispositivos para garantir uma maior confiabilidade nos produtos fabricados, participação em feiras de exposições procurando sempre apresentar da melhor maneira os produtos da empresa, acompanhamento e viabilização do fornecimento de produtos importados e sua incorporação ao mix de produtos. Este último inicia com a definição do fornecedor do produto, fornecimento de amostras, medição da amostra, elaboração dos desenhos do produto, controle de qualidade, solicitação do fornecimento dos produtos, aprovação dos lotes enviados, testes e expedição.

LISTA DE FIGURAS

Figura 1 – vista AÉREA DA HÜBNER INDÚSTRIA MECÂNICA LTDA 6

Figura 2 – Linha de usinagem da hübner indústria mecânica 7

Figura 3 – ORGANOGRAMA DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA 9

Figura 4 – MOTOR PARCIAL AUTO LINEA 11

Figura 5 – DIMENSÕES DO TUBO SELECIONADO PARA O SUPORTE 11

Figura 6 – MATERIAL A SER SOLDADO NAS EXTREMIDADES DO TUBO 12

Figura 7 – VIGA DE AÇO A SER CONECTADO NOS TUBOS 13

Figura 8 – SUPORTE DO MOTOR COMPACTO INSTALADO 13

Figura 9 – STAND AUTO LINEA MONTADO EM FEIRA DE EXPOSIÇÕES 16

Figura 10 – ênfase para o suporte descrito na atividade 3.1 16

Figura 11 – CAPA DE MANCAL 18

Figura 12 – ÊNFASE PARA A CAPA DE MANCAL INSTALADA NO BLOCO 19

Figura 13 – característica do pRODUTO PADRãO confeccionado 20

Figura 14 – MÁQUINA TRIDIMENSIONAL UTILIZADA NO PROJETO 20

Figura 15 – PROCEDIMENTO PARA APROVAÇÃO DAS CAPAS DE MANCAIS 21

Figura 16 – CINTA PARA ANÉIS DE PISTÕES 24

Figura 17 – PRODUTO PARA FACILITAR MONTAGEM DE PISTÕES 24

Figura 18 – POSICIONAMENTO DO PISTÃO 25

Figura 19 – colocação do dispositivo no pistão 25

Figura 20 – FECHAMENTO DO DISPOSITIVO 26

Figura 21 – AJUSTADOR MECÂNICO DE FREIO 29

Figura 22 – LOCAL DE APLICAÇÃO DO AJUSTADOR DE FREIO 29

Figura 23 – CARACTERÍSTICA FINAL DO AJUSTADOR MECÂNICO DE FREIO 33

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 5

2 LOCAL DE ESTÁGIO 6

3 ATIVIDADES REALIZADAS 9

4 VISÃO GERENCIAL 34

5 CONCLUSÃO 35

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 37

GLOSSÁRIO 38

TERMO DE COMPROMISSO 40

1INTRODUÇÃO

Em uma indústria que tem como premissa básica à produção de um produto de alto desempenho com o mais baixo custo possível e o compromisso de diligenciar a satisfação de seus clientes, sua assistência técnica deve ser sólida para que desta maneira possa agregar competitividade à empresa.

Este documento relata as atividades de trabalho para validação de estágio no Curso de Engenharia Mecânica ofertado pela Universidade Positivo, sendo que, estas envolvem todo um ciclo que foca a confecção de novos dispositivos para garantir uma maior confiabilidade nos produtos fabricados, participação em feiras de exposições, acompanhamento e viabilização do fornecimento de produtos importados e sua incorporação ao mix de produtos. A seguir será apresentado as características da Hübner Indústria Mecânica e como algumas atividades podem agregar situações favoráveis à mesma.

2LOCAL DE ESTÁGIO

2.1HISTÓRICO

O Grupo Hübner tem suas origens em 1980 com a fundação da Mecânica Hübner. A pequena empresa que atuava no ramo metal-mecânico, produzindo peças com alto grau de complexidade, foi crescendo aos poucos.

Ao final de 2001, já com o nome de Hübner Indústria Mecânica, esta mudou a sua sede, antes com suas instalações em Curitiba – PR, para a cidade de Araucária – PR. Na Figura 1 temos a vista aérea da Hübner Indústria Mecânica em instalações de aproximadamente 9000 m², que contempla uma moderna tecnologia industrial, visando dar suporte à produção de peças com tecnologia atualizada e qualidade.

Figura 1 – vista AÉREA DA HÜBNER INDÚSTRIA MECÂNICA LTDA

FONTE: O AUTOR

2.2RAMO DE ATIVIDADE

Indústria Metalúrgica, onde o foco é a usinagem dos mais variados componentes mecânicos, a Hübner Indústria Mecânica possui equipamentos e instalações qualificados, conforme demonstra a Figura 2 e, é hoje um importante fornecedor da indústria automotiva, abastecendo tanto montadoras quanto seus sistemistas, além de indústrias de bens de capital. A empresa vende seus produtos através de uma rede de representantes comerciais bastante densa e estrategicamente distribuída nos mercados doméstico e externo marcando presença em mais de 30 países nos cinco continentes.

Em 1990 a Hübner Indústria Mecânica lançou no mercado de reposição de autopeças a marca Auto Linea , produzindo inicialmente blocos de motor da linha Mercedes-Benz. Tal decisão visou a ampliação dos mercados de atuação da empresa, tornando-se menos dependente das oscilações do mercado de produtos originais. Atualmente, a Auto Linea comercializa blocos, cabeçotes, ajustadores automáticos e mecânicos de freio, roscas sem fim e setores de direção.

Figura 2 – Linha de usinagem da hübner indústria mecânica

FONTE: O AUTOR

2.3ORGANOGRAMA

O estágio foi realizado no setor de Assistência Técnica da Hübner Indústria Mecânica Ltda, mais especificamente na área destinada à análise de produtos. A Assistência técnica é responsável pelo atendimento pré-vendas e pós-vendas diretamente com os seus clientes, bem como a efetuação de laudos técnicos pela condição de outorgar garantias, como também busca suprir qualquer manifestação de defeitos em seus produtos, garantindo dessa forma a qualidade desejada pelo consumidor. O organograma deste setor é demonstrado na Figura 3, ilustrando o que está a disposição dos colaboradores deste setor.

Figura 3 – ORGANOGRAMA DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA

FONTE: O AUTOR

3ATIVIDADES REALIZADAS

As atividades realizadas neste estágio contemplam várias etapas com o intuito final de demonstrar as mais variadas experiências vivenciadas por um colaborador atuante no setor de Assistência técnica da Hübner Indústria Mecânica.

Neste período de estágio foram selecionadas cinco atividades diretamente relacionadas ao curso de Engenharia Mecânica, demonstrando desta maneira como a teoria das disciplinas lecionadas pelos professores da Universidade Positivo pode influenciar diretamente no trabalho do dia-a-dia.

3.1CONFECÇÃO DE SUPORTE PARA MOTORES PARCIAIS UTILIZADOS EM FEIRAS DE EXPOSIÇÕES

3.1.1Objetivo

Confeccionar um suporte para motores parciais que seja prático, fácil de manusear, transportar, instalar e remover.

3.1.2Fundamentação Teórica

Para esta atividade, a aplicação de vários conceitos em diferentes áreas necessita-se ser aplicado, como por exemplo, conceitos de resistência dos materiais já que este suporte deve ser locomovido em superfícies irregulares e também deve suportar aproximadamente 300 quilogramas durante sua utilização; conceitos de Metodologia de projetos e Gestão de projetos devido a este seguir os passos de um projeto qualquer; conceitos de processos de fabricação devido a alguns de seus componentes necessitar passar pelos processos de torneamento, usinagens em geral e soldagem.

3.1.3Descrição Detalhada da Atividade

Há mais de quatro anos a Hübner Indústria Mecânica participa de feiras de exposições, as quais procura expor os produtos de sua marca Auto Linea. Com essa participação surgem também necessidades das mais variadas quanto à disposição de seus produtos no stand referido.

Para a feira de exposições que aconteceu de 14 a 18 de abril do ano de 2009 na cidade de São Paulo, surgiu à necessidade da confecção de um suporte para um motor parcial que seria exposto neste evento.

Um motor parcial Auto Linea é composto pelo bloco de motor e todos seus componentes internos como pistões, anéis, bielas, eixo de comando de válvulas, virabrequim, bomba de óleo, bronzinas e buchas, sendo que este conjunto possui uma massa de 300 quilogramas. Este motor parcial pode ser visualizado na Figura 4 a seguir.

Analisando as dimensões que serviriam de apoio, sendo estas bem restritas, e o peso que o suporte deveria aguentar, foi selecionado para este projeto um tubo que possui dimensões de diâmetro e comprimento condizentes para aguentar os esforços envolvidos no sistema. A Figura 5 demonstra as dimensões para o tubo que atenderam à expectativa quanto à resistência do mesmo, sendo esta comprovada através de cálculos vistos na disciplina de Resistência dos materiais da Universidade Positivo. Podemos visualizar também que um recurso computacional foi selecionado para o auxílio na produção destes componentes, facilitando desta maneira o entendimento do operador selecionado para as usinagens necessárias de serem feitas nesses componentes.

Figura 4 – MOTOR PARCIAL AUTO LINEA

FONTE: O AUTOR

Figura 5 – DIMENSÕES DO TUBO SELECIONADO PARA O SUPORTE

FONTE: O AUTOR

Depois de selecionado o tubo, pedaços de aço foram configurados conforme demonstra a Figura 6 abaixo e, foram soldados nas extremidades do tubo, criando desta forma uma região nestas extremidades que posteriormente servirão para contato direto com o bloco em uma de suas extremidades e contato direto com um rodízio de locomoção na outra extremidade.

Figura 6 – MATERIAL A SER SOLDADO NAS EXTREMIDADES DO TUBO

FONTE: O AUTOR

Os tubos entram em contato direto com a face do bloco de motor em questão apenas em duas extremidades pois, nas outras duas extremidades os tubos devem ser apoiados em uma viga com a configuração igual à Figura 7 e esta ser conectada ao bloco devido a este não possuir área para contato nestas outras duas extremidades, conseguindo desta forma fixar o conjunto todo nas capas de mancais do bloco.

Após estes processos de usinagem, as montagens de todos os componentes foram efetuadas e o conjunto foi instalado no motor parcial de tal forma a finalizar o projeto. Sua característica final é demonstrada na Figura 8.

Figura 7 – VIGA DE AÇO A SER CONECTADO NOS TUBOS

FONTE: O AUTOR

(Parte 1 de 3)

Comentários