GOLDEN HOUR Quando o tempo e o que importa

GOLDEN HOUR Quando o tempo e o que importa

Prof. Dr. Antonio Pazin Filho Coordenador da UE-HCFMRP-USP

I Congresso de Emergências em Saúde

“Golden Hour” Quando o tempo éo que importa!

•Motivações para o Congresso

–Inserção da Emergência no Currículo da FMRP- USP

–Atuação multiprofissional para melhor atuação

–Interação com a comunidade

I Congresso de Emergências em Saúde

Número de Inscritos -

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

•Necessidade de atendimento rápido na fase inicial no trauma.

•Morbi-mortalidade elevadas se o atendimento não érealizado na primeira hora do acidente

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

•Importância nas primeiras 48 horas

–Médicos–diagnóstico e tratamento bemsucedidos

–Agentes governamentais–segurança e uso de protocolos

– Educadores – oportunidades de treina mento

–Administradores–diminuição do tempo de per manência

–Pacientes–querem ficar bem e ir para casa o mais rápido possível

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

•Médicos fecham consultório e assumem a emergência em tempo integral

•Temor de perda de pacientes

Fatores Desencadeantes da Medicina de Emergência nos EUA

Alexandria Pontiac

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

•Medicare e Medicaid –instituídos por legislação federal

•Atendimento às emergências –obrigatório (triagem e primeiros socorros)

Fatores Desencadeantes da Medicina de Emergência nos EUA

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

Fatores Desencadeantes da Medicina de Emergência nos EUA

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

Fatores Desencadeantes da Medicina de Emergência nos EUA

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

•Primeiro residente em Medicina de Emergência

•Bruce Janiak

Fatores Desencadeantes da Medicina de Emergência nos EUA

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

•Primeiro Departamento de

Emergência fundado em uma universidade

Fatores Desencadeantes da Medicina de Emergência nos EUA

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

•Medicina de Emergência – reconhecida como especialidade

Medicina de Emergência Modelo Anglo- Americano

Alagappan K et al. Emerg Med Clin N Am 2005; 23: 1-10

EUA Canada Austrália

Hong Kong

Singapura Reino Unido

Doney MK et al. Emerg Med Clin N Am 2005, 23:31-4

Medicina de Emergência Modelo Anglo- Americano

Medicina de Emergência Hipótese de Trabalho

“rapiddiagnosis and early interventionin acute illness or acutely decompensated chronic illness improves patient outco mes”

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

•Análise de 12.228 pacientes politrau matizados

•1 minuto de Retardo = 5% de aumento na mortalidade mortalidade (ajustado para outros fatores)

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

AHA. ACLS Text Book 1992

Mortalidade X Retardo do Tempo Porta-Balão no IAM

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

Mortalidade X Sepsis

Mortalidade X Rapidez da Ressuscitação Volêmica na Sepsis Grave

Mortalidade X Retardo na

Aplicação de Antibiótico na Pneu monia

Retrospectivos Não- Controlados

Retrospectivos Controlados

Prospectivos Não- Controlados

Prospectivos Controlados

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Thomas TL et al. Emerg Med Clin N Am 2005; 23: 177-197

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Thomas TL et al. Emerg Med Clin N Am 2005; 23: 177-197

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Zink BJ. Anyone, Anything, Anytime –A History of Emergency Medicine

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

Medicina de Emergência

Considerações para Desenvolvimento do Melhor Modelo

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

•História dirigida

•Exame físico

Sem alterações

Observação mínima 8-12 h com ECGs e enzimas seriados

Angina Instável

10 minutos !

Internação para estabilização e posterior estratificação

Excluir contraindicações para tro mbolítico

(Casos específicos poderão ser designados para reperfusão mecânica - ACTP)

(*)Após tomar as medidas iniciais e obter o ECG, avise o PLANTONISTA DO

CENTRO DE DOR TORÁCICA (Residente da Cardiologia) para auxílio na condução do caso e transferência para a UNIDADE CORONARIANA

30 minutos !

)AAS: 200 mg; Isordil: 5mg SL (se PAs > 90); O2 : 4 l/ min; Analgesia: meperidina

Tempo decorrido entre a entrada no Hospital e a trombólise

Mendel, E; Maciel BC 2005

Medicina de Emergência

Considerações para Desenvolvimento do Melhor Modelo

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Diferentes níveis de aprendizado

Pazin-Filho A et al. Medicina (Ribeirão Preto) 2007; 40(1): 3-6

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

Diretriz X Performance

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

INR elevado INR elevado

Sangramento

Ausente

Sangramento Presente

Co-morbidades

Ausentes

Co-morbidades Presentes

Menor Menor

Maior

Maior Ameaçador da Vida

Considerar: •risco de trombose

• co-morbidades

•possibilidade de correção do sangramento •indicação da ACO

•idade > 65 anos •HAS não controlada

•tumor em SNC

•intervenção programada em caráter de urgência •sangramento prévio ameaçador à vida • plaquetopenia

• ane mia significativa

INR elevado INR elevado

Sangramento Ausente Sangramento Ausente

Sangramento Presente Sangramento Presente

Menor

Maior

Ameaçador de Vida

•INR em 24 horas •NÃO transfundir plasma

•suspender ACO

•suspender ACO •INR em 24 horas

•Vitamina K 1 mg EV somente nos casos de comorbidade •NÃO transfundir plasma

•suspender ACO •INR em 24 horas

•Vitamina K 1 mg EV

•NÃO transfundir plasma

•suspender ACO •INR em 12 horas

•Vitamina K 2,5 mg EV somente nos casos de co-morbidade •NÃO transfundir plasma

•suspender ACO •INR em 12 horas

•NÃO hárisco de reversão -Vitamina K 2,5 –5 mg EV •Risco de reversão da ACO -Vitamina K 2.5 mg EV •Considerar plasma

•INR em 12 horas •Vitamina K 5 –10 mg EV

•Plasma 5ml/kg 6/6 horas

•suspender ACO

Reversão da anticoagulação oral: aplicação de protocolo de conduta em serviço médico de emergência

Tozetto DJ. 2005 Tozetto DJ. 2005

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

Grupo 1Grupo 2

Tempo(h)

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

4 Grupo 1Grupo 2AGrupo 2B

Peso Estimado Peso Mensurado

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

•divergência sobre o modo de aplicação

•mesmo com diretrizes internacionais, a aplicação ainda évariável

Utilização de Protocolos na Sala de Urgência Exemplo de Aderência àVit K para Reversão da ACO

Conceito Conceito

Exe mplos Exe mplos

Impacto Impacto

Perspectivas Perspectivas

“Golden Hour “ Quando o tempo éo que importa!

Medicina de Emergência

Considerações para Desenvolvimento do Melhor Modelo

Definição da área de atuação st em a de

At endi m ent

Razzak JA, Kellerman AL. Emergency medical care in developing countries: is it worthwhile? Bulletin of the World Health Organization 2002;80(1):900-5.

Medicina de Emergência

Considerações para Desenvolvimento do Melhor Modelo

Necessidades de Treina mento

Em Resumo

•Tempo éimportante

•Tempo como indicador de perfor mance

•Necessidade de unir esforços

• Treina mento

Comentários