Auditoria ambiental e formas de uso

Auditoria ambiental e formas de uso

(Parte 1 de 2)

Gestão e Gerenciamento

Artigo disponível em w.consultoriaambiental.com.br

AUDITORIA AMBIENTAL E FORMAS DE USO 1. CONCEITUAÇÃO

A auditoria ambiental consiste em processo sistemático de inspeção, análise e avaliação das condições gerais ou especificas de uma determinada empresa em relação a fontes de poluição, eficiência dos sistemas de controle de poluentes, riscos ambientais, legislação ambiental, relacionamento da empresa com a comunidade e órgão de controle, ou ainda do desempenho ambiental da empresa.

A auditoria ambiental tem como objetivo caracterizar a situação da empresa para fornecer um diagnóstico atual no que diz respeito a poluição do ar, águas e resíduos sólidos, favorecendo a definição das ações de controle e de gerenciamento que deverão ser tomadas para proporcionar a sua melhoria ambiental.

A auditoria fornece recomendações de ações emergenciais, de curto, médio e longo prazo que deverão ser tomadas para proporcionar a melhoria ambiental da empresa.

De forma sucinta, pode-se dizer que a auditoria ambiental compara resultados com expectativas ambientais.

Existem diferentes formas de auditorias ambientais, que são definidas em função dos diversos objetivos a que elas se propõem.

Uma divisão simples classifica as auditorias em quatro classes: - Auditoria dos impactos ambientais:

Onde é feita uma avaliação dos impactos ambientais no ar, água,solo e comunidade de uma determinada unidade industrial ou de um determinado processo com objetivo de fornecer subsídios para ações de controle da poluição, visando a minimização destes impactos.

- Auditoria dos riscos ambientais:

Onde é feita uma avaliação dos riscos ambientais reais ou potenciais de uma fábrica ou de um processo industrial especifico.

- Auditoria da legislação ambiental:

Onde é feita uma avaliação da situação ambiental de uma determinada fábrica ou organização em relação ao cumprimento da legislação vigente.

Gestão e Gerenciamento

Artigo disponível em w.consultoriaambiental.com.br

- Auditoria de sistemas de gestão ambiental:

É uma avaliação sistemática para determinar se o sistema da gestão ambiental e o desempenho ambiental de uma empresa está de acordo com sua política ambiental, e se o sistema esta efetivamente implantado e adequado para atender aos objetivos ambientais da organização.

A auditoria de sistema de gestão é uma ferramenta de gestão, compreendendo uma avaliação sistemática, documentada, periódica e objetiva sobre como os equipamentos, gestão e organização ambiental estão desempenhando o objetivo de ajudar a proteger o meio ambiente.

A maioria das auditorias ambientais é uma combinação de uma e outra forma de auditoria. Contudo, o objetivo principal de qualquer auditoria ambiental e a realização de um diagnóstico da situação atual para verificar o que está faltando e promover ações futuras que tragam a melhora do desempenho ambiental da empresa.

2. APLICAÇÕES E VANTAGENS DA AUDITORIA AMBIENTAL

Melhoria do controle da poluição nas empresas

Verificação das condições da empresa em relação à legislação ambiental

Substituição parcial do governo na fiscalização ambiental

Avaliação dos riscos existentes e da vulnerabilidade da empresa, assim como identificação dos riscos antecipadamente.

Priorização de atividades e verbas para o controle ambiental

Dotação adequada de verbas para o controle ambiental

Verificação da condição ambiental de unidades a serem adquiridas e avaliação de alternativas de crescimento

Corte de gastos desnecessários, favorecendo ações econômicas e eficazes, reduzindo desperdícios.

Melhora no relacionamento empresa-governo e vice-versa

Atendimento à legislação de forma sistemática e consistente, com resposta imediata às novas exigências legais

Fornecimento de uma terceira visão do problema ambiental (do auditor)

Maior credibilidade e maior flexibilidade nas exigências da fiscalização

Proteção e melhoria da imagem da empresa junto à comunidade

Gestão e Gerenciamento

Artigo disponível em w.consultoriaambiental.com.br

3. PRECAUÇÕES IMPORTANTES

• Confidencialidade em relação aos segredos industriais e as informações sensíveis à opinião publica

• Cuidados com a divulgação pública

• A empresa deve contratar auditores qualificados

• Apontando os problemas e não havendo a correção, fica difícil a defesa legal em caso de problemas, como acidentes, por exemplo

• Analisar o custo-benefício da auditoria, principalmente nas empresas menores

4. EXIGÊNCIAS EM RELAÇÃO AOS AUDITORES IDEPENDEBTES

• A auditoria deve ser efetuada segundo normas usuais, seguindo critérios e procedimentos adequados nas circunstancias especificas, com cuidado e zelo.

• A auditoria deve expressar a situação real da empresa.

• Os auditores devem ter capacidade técnica, competência e independência ético profissional e devem manter confidencialidade, não divulgando fatos e não utilizando informações para beneficio próprio ou de terceiros

• O exame de auditoria deverá ser planejado e supervisionado convenientemente, devendo ser conclusivos quanto aos elementos comprobatórios.

• O conceito de relevância deve ser aplicado, assim como um certo grau de risco deve ser aceito para maximizar a eficiência e melhorar a qualidade do trabalho.

• A atenção do auditor deve ser dirigida para os aspectos mais importantes e vitais.

• O auditor deve ter consciência de sua responsabilidade legal e das possíveis repercussões de conclusões e opiniões exageradas.

(Parte 1 de 2)

Comentários