(Parte 1 de 3)

R e v i s t d e

T r a d u ç ã o

C i t í f i c a

T é c n i

JOÃO ROQUE DIAS 1 Tradutor Técnico, Portugal ouvindo, a um tempo, o chiar das serras, o resfolegar da máquina, os atritos das bielas e das correias, das chumaceiras, toda a roncaria da fábrica que estrondeava. Manuel Ferreira, A Casa dos Motas

E as rodas, e as rodas-dentadas e as chumaceiras do Progressivo! «Ode Triunfal», Álvaro de Campos (Fernando Pessoa)

Nomina si nescis, perit et cognitio rerum. (Quem não conhece os nomes, também não conhece o assunto) (Carl Linnaeus, Critica Botanica)

Resumo: O termo inglês bearing é invariavelmente mal traduzido para português, onde, em muitos textos, mais ou menos especializados e de maior ou menor responsabilidade, é reduzido a «rolamento». Muitas vezes, a má tradução deriva do simples desconhecimento do tradutor relativamente à sua função e ao tipo de mecanismo onde este componente se encontra instalado. Uma pesquisa breve pelos dicionários disponíveis para a maioria dos tradutores revela que, também aí, as incorrecções são

1 Mais uma vez, agradeço ao Professor Doutor Hermínio Duarte-Ramos pela revisão do original e pertinentes observações e sugestões para o melhoramento deste texto, e ao Steve Dyson pela tradução do resumo e mais algumas observações, como só o Steve sabe fazer.

numerosas. Depois de uma análise prévia sobre os domínios de utilização deste termo, são apresentadas diversas sugestões para a sua tradução e um Glossary with bearing on many things (Inglês <=> Português Europeu). Palavras-chave: Apoio; Chumaceira; Moente; Rolamento.

Abstract: In technical and less technical texts, wheher critical in engineering terms or less so, translators working from English into European Portuguese frequently misuse the word rolamento as an equivalent for bearing. Almost invarably, bearing is rendered as rolamento. This is typically both grossly incorrect and a complete betrayal of the original. To translate, say, main bearing, referring to an internal combustion engine, as rolamento principal instead of apoio da cambota is nothing less than a ‘clanger’ and a clear pointer to the translator’s ignorance of the subject matter that he or she claims to be translating into Portuguese. When I studied mechanical engineering, the course on Internal Combustion Engines included a tour of the Portuguese Railways’ (CP main workshops in the Lisbon suburb of Barreiro.Our senior lecturer was also the workshop manager. As his students wewere free to inspect every nook and cranny of those vast premises. In a corner, we spied the diesel engine of a self-propelled railcar built by Fiat; an engine with roller bearings (rolamentos de rolos) at the main bearings (apoios da cambota). Because the crankshaft (cambota) was specially designed to permit the disassembly of the said roller bearings, it was incredibly complex, a constant source o trouble and a major headache for every mechanic that ever had to work on it. With the exception of this one engine — a true rarity in the world of internal combustion engines — I never saw another engine that used roller or ball bearings at the main bearings. And even in this case, the correct term in European Portuguese is still apoios da cambota, o, more precisey, apoios da cambota com rolamentos. In the end of this article, the reader will find a Glossary with bearing on many things.

t i r l

Keywords: Bearing; Anti-friction bearing; Journal.

Frequentemente, vejo em textos mais ou menos técnicos e de maior ou menor responsabilidade o termo «rolamento» utilizado incorrectamente. Para alguns tradutores, qualquer referência a bearing no texto de partida é invariavelmente traduzida pelo termo português «rolamento». Tal tradução é grosseiramente incorrecta e deturpadora do significado do texto original. De facto, traduzir main bearings de um motor térmico (ou seja, os «apoios da cambota») por «rolamentos principais» é erro de palmatória e um claro indicador da ignorância do tradutor sobre o assunto que se propôs verter para português. Nos meus tempos de estudante de Engenharia Mecânica, no âmbito da disciplina de Motores Térmicos, fomos visitar as Oficinas Gerais de Manutenção da CP, no Barreiro. O regente da disciplina era também o Director Técnico das oficinas, e tivemos, assim, direito a vasculhar todos os cantos da casa. E, num dos cantos, lá estava um motor Diesel de uma automotora fabricada pela Fiat, em que os apoios da cambota do motor eram constituídos por rolamentos de rolos. A cambota, devido à sua construção para permitir a desmontagem dos rolamentos, era de uma formidável complexidade e uma permanente fonte de dores de cabeça para os mecânicos da casa. Excepção feita a este caso (e uma verdadeira raridade no mundo dos motores de explosão), nunca mais vi um motor em que os main bearings fossem «rolamentos». E, mesmo neste caso, a tradução correcta seria ainda «apoios da cambota» (neste caso, com rolamentos).

Imagine-se um inquérito em que se pergunta a um conjunto de pessoas mais ou menos aleatório se, no âmbito da Mecânica, conhecem os seguintes termos: «apoio», «chumaceira», «chumaceira de casquilhos», «chumaceira de rolamentos», «chumaceira de patins» e «rolamento». Dobrado contra singelo, seria capaz de apostar que, em termos da maioria de respostas para cada termo, os resultados seriam os seguintes:

Termo Conhece, em termos gerais Conhece, com aplicação em motores de automóveis apoio sim sim (provavelmente, devido ao termo «apoio do motor») chumaceira não não chumaceira de casquilhos não não moente não talvez chumaceira de rolamentos sim (devido ao termo «rolamentos») não chumaceira de patins não não rolamento sim sim

A falta de sólidos conhecimentos sobre tecnologia mecânica ou de motores térmicos leva alguns tradutores a utilizar o termo mais comum na língua corrente, ou o termo que primeiro lhes apareça no seu Dicionário de Inglês- Português

Está aqui a origem do problema! A falta de sólidos conhecimentos sobre tecnologia mecânica ou de motores térmicos leva alguns tradutores a utilizar o termo mais comum na língua corrente, ou o termo que primeiro lhes apareça no seu Dicionário de Inglês-Português 2 3. Neste último caso, não tenhamos dúvidas, todos os dicionários correntes incluem o termo «rolamento» como tradução de bearing.

FIG. 1. 4

Main bearing shells — Casquilhos dos apoios da cambota

FIG. 2. Canksha jounals — Moentes de cambota rftr

orientação, rumo (sic, heading). Com ferramentas destas

2 O Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora é um bom exemplo: por ordem de entrada, as traduções de bearing apresentadas são «rolamento (de máquina)», «chumaceira», «apoio», «mancal» (sem indicação da origem regional), «espaço entre as escoras de uma viga» (sic),

3 O Dicionário Verbo de Inglê Técnico e Científico (essa quase inutilidade para quem quiser contar com uma obra de consulta fiável) tem para bearing (no contexto de Mecânica) apenas duas entradas: (1.ª) «rolamento de esferas» e (2.ª) «chumaceira». Por que razão, num dicionário que se apresenta como especializado, um bearing é reduzido a um «rolamento de esferas» é algo a que só os autores do livrinho poderão responder. Noutra entrada, uma bearing surface é traduzida como «mancal de apoio»! Brasileirismo aparte, apetece perguntar, como Jack Nicholson, no filme Uma Questão de Honra (A Few Good Men), “Is there any other kind?”

4 As imagens deste texto foram preparadas pelo autor.

MAS, AFINAL, O QUE É UM BEARING EM INGLÊS? Comecemos então por responder a esta pergunta:

Termo em Inglês Termo em Português Âmbito de utilização / Observações bearing aparelho de apoio Eng. Civil, em bridge bearing bearing apoio Eng. Mecânica bearing apoio significado mais geral bearing bronze Eng. Mecânica. Como sinónimo de «casquilho de chumaceira» bearing chumaceira Eng. Mecânica bearing influência, conduta língua comum bearing mancal (PT-br); chumaceira

Eng. Mecânica. Termo mais frequente no Brasil bearing marcação, direcção Náutica bearing moente Eng. Mecânica bearing munhão (PT-br); moente

Eng. Mecânica. Termo mais frequente no Brasil bearing resistência à carga como em bearing test bearing rolamento Eng. Mecânica bearing suporte Eng. Mecânica e Civil

Como se vê pela tabela anterior, esta é a outra face do problema das más traduções que andam por aí. É que bearings há muitos, e para quem se apoia apenas em dicionários para fazer as suas traduções, a tarefa consiste em saber como escolher o termo mais apropriado!

Assim formulada, a pergunta está incorrecta. Falta especificar a área de aplicação do termo, conforme ficou claro no quadro do parágrafo anterior. Ou, como se diz na nossa profissão, o contexto, o domínio ou o assunto do texto ou, para os mais modernaços nestas coisas, o subject matter. Vamos então supor que restringíamos a área de aplicação dos nossos bearings à Engenharia Mecânica. A decisão é avisada, já que o autor destas notas se sente muito mais à-vontade com máquinas a resfolegar e a roncar, como diz o poeta.

Começando pelo significado mais geral do termo, isto é, «apoio», iremos restringir ainda mais o seu âmbito de aplicação ao caso dos «apoios de veios» 5, i.e., dispositivos destinados a conferir apoio a peças rotativas. Neste domínio, há que ter em atenção que o moente (journal) é a peça ou zona da máquina que necessita de apoio, normalmente a ponta de um veio. A chumaceira ou apoio (bearing) é a peça que confere o apoio ao moente.

Nestas coisas de máquinas, um apoio é, assim, um elemento mecânico destinado a conferir sustentação a outro, normalmente com restrição de movimento, e a reduzir o atrito de contacto entre os dois. É também fácil de admitir que qualquer sistema mecânico contém, pelo menos, um apoio. É ainda interessante notar que existe, muitas vezes, uma equivalência de significados entre apoio, chumaceira e moente. No entanto, em alguns textos, esta equivalência tem que ser quebrada, remetendo cada um destes termos para o seu significado específico, necessariamente mais restrito.

De um modo geral, os apoios – por agora, chamemos-lhes apenas assim – dividem-se em apoios de escorregamento (plain bearings, sliding bearings ou fluidfilm bearings) e apoios com contacto de rolamento (rolling contact bearings) 6. Nestas coisas de máquinas, um apoio é, assim, um elemento mecânico destinado a conferir sustentação a outro, normalmente com restrição de movimento, e a reduzir o atrito de contacto entre os dois

Apoios de Escorregamento

No quadro seguinte, apresenta-se a designação dos apoios de escorregamento, de acordo com a sua função:

apoios radiais apoios axiais, de impulso ou de topo apoios de guiamento apoios com lubrificação incompleta (i.e., sem separação total entre as duas peças pela película de lubrificante) apoios de escorregamento apoios com lubrificação completa (i.e., com separação total das duas peças pela película lubrificante)

5 Em português europeu, no domínio da Engenharia Mecânica, os termos «veio» e «eixo» não são sinónimos. Utiliza-se «veio» para designar um elemento rotativo que, para além de apoio, transmite potência (exemplos: veio propulsor, veio de transmissão) e «eixo» para designar um elemento apenas de suporte (exemplo: o eixo de uma roldana). Outra fonte de traduções incorrectas para o termo inglês shaft.

6 Vê-se, por vezes, em alguns textos técnicos, rolling bearing traduzido por «rolamento de rolagem» (sic). É, evidentemente, um erro grave, claramente em desacordo com as boas regras da formação de terminologia. Haverá, também, «cubos cúbicos» ou «esferas esféricas»? Os meus colegas que trabalham em caldeiraria dir-me-ão que existem «cubos redondos». Existem, de facto, mas isso fica para outras conversas.

No caso dos apoios de escorregamento, a lubrificação é um factor fundamental no seu funcionamento e desempenho. Por este motivo, estes apoios são por vezes designados de acordo com o tipo do princípio de lubrificação utilizado: lubrificação de película fina ou incompleta (fluid film), hidrodinâmicos (hydrodynamic, full fluid-film), elastohidrodinâmicos (elastohydrodynamic, EHD), hidrostáticos (hydrostatic), lubrificação parcial ou limite 7 (boundary lubrication), de gás (gas bearing) ou (autolubrificados (self-lubricated).

FIG. 3.

Thrust bearing — Chumaceira axial FIG. 4. Bearing blocks — Caixas de rolamentos

Apoios com Contacto de Rolamento

Os apoios com contacto de rolamento (rolling contact bearings), como o nome indica, são baseados no contacto de rolamento entre as peças constituintes, o corpo rolante (rolling element) e os caminhos, anéis ou pistas de rolamento (race ou ring). De um modo mais rigoroso, as pistas (race, raceway) são as depressões existentes nos anéis (rings), mas a utilização da terminologia é, neste caso, um pouco fluida.

Os corpos rolantes podem ser de tipos variados, conforme a sua forma geométrica: esferas (balls), rolos (rollers). Estes últimos podem ser cilíndricos (cylindrical rollers), cónicos (conical rollers), esféricos (spherical rollers) ou toroidais (toroidal rollers). Recentemente, surgiram os rolamentos de 3 anéis (triple-ring bearings), em que os corpos rolantes entre cada dois anéis podem ser de tipo diferente, por exemplo, rolos cilíndricos na primeira fiada e rolos toroidais na segunda fiada.

Para separar e manter o espaçamento entre os corpos rolantes são utilizadas gaiolas (cages, separators ou retainers).

7 E não camada-limite (boundary layer), como se vê, por vezes, em documentos científicos portugueses e brasileiros. Será, apenas, um lapsus calami?

FIG. 5.

Ball bearing ( Basic Terminology) — Rolamento de esferas (Terminologia Básica)

No entanto, não devemos esquecer que os rolamentos, nos quais se apoiam as peças suportadas, devem também ser apoiados, ou imobilizados, eles mesmos. Este apoio, que constitui também um meio para a montagem dos rolamentos, é constituído pelas chumaceiras ou caixas de rolamentos (bearings blocks) ou pelas unidades de rolamentos (bearing units). Ah! Como eu gostaria de nunca mais ver «traduções» em que as chumaceiras de rolamentos são chamadas «blocos de rolamentos»! Afinal, na língua que falamos, o que é um «bloco de rolamentos»?

Num contexto de Engenharia Mecânica, a tradução de bearing deverá ser rodeada de alguns cuidados prévios. Basicamente, os mesmos cuidados que devem ser dispensados a todas as traduções, de todos os assuntos:

(Parte 1 de 3)

Comentários