Cuidando do idoso

Cuidando do idoso

(Parte 7 de 9)

Ø a primeira manobra a ser executada no suporte bÆsico de vida. ajoelhe-se próximo à cabeça da vítima.

coloque uma mªo no queixo e outra na testa da vítima, estendendo a cabeça. nos pacientes com suspeita de traumatismo da coluna cervical (vítima de afogamento, choque elØtrico, acidentes), esta manobra nªo deverÆ ser executada pelo risco de lesªo da medula espinhal. Nesta situaçªo Ø realizada apenas a abertura da boca, sem a extensªo da cabeça. durante todo o procedimento da ressuscitaçªo, uma mªo deverÆ ficar situada sempre no queixo para manter as vias aØreas livres.

b) Ventilação boca a boca

use o polegar e o indicador da mªo que estava sobre a testa para fechar o nariz da vítima e impedir que o ar escape. inspire profundamente e coloque sua boca aberta sobre a boca da vítima. sopre o ar dentro da boca da vítima, sem deixar escapar o ar. Verifi-

35Manual de Cuidadores do Idoso c) Massagem cardíaca externa

caso nªo seja palpado pulso carotidiano, deverÆ ser iniciada a massagem cardíaca externa. vocŒ deverÆ estar situado de joelhos, junto ao tórax do paciente.

o local correto da aplicaçªo da massagem cardíaca externa Ø encontrado palpando-se o encontro das œltimas costelas no centro do peito, atØ encontrar o esterno (osso central do tórax); neste local, sªo colocados dois dedos transversos e, acima deste ponto, uma das mªos Ø posicionada sobre o esterno e a outra sobre esta; os dedos nªo deverªo estar em contato com o tórax. o socorrista, com os braços estendidos, deverÆ produzir uma depressªo do esterno. A compressªo do esterno Ø ocasionada pelo peso do movimento do tórax do socorrista. deverÆ ser evitada a compressªo torÆcica fora do esterno, pelo risco de que se o peito da vítima estÆ subindo. observe se o peito desce, mostrando que o ar insuflado estÆ saindo do pulmªo. repita rapidamente a manobra uma vez e observe se o paciente respira espontaneamente e se apresenta batimentos, palpando o pulso carotidiano. caso nªo exista respiraçªo espontânea repetir a ventilaçªo boca a boca.

36Manual de Cuidadores do Idoso

Na presença de 2 socorristas, um deles deverÆ executar 5 compressıes torÆcicas e o outro realizarÆ 1 ventilaçªo boca a boca.

Na presença de socorrista œnico, deverªo ser executadas 15 compressıes torÆcicas, alternadas com 2 ventilaçıes boca a boca.

complicaçıes como: fratura das costelas, lesªo pulmonar ou cardíaca. após a depressªo do esterno o socorrista deixarÆ o tórax retornar à sua posiçªo inicial.

37Manual de Cuidadores do Idoso

deixe os caminhos livres, retirando móveis e entulhos; retire tapetes soltos, cordıes e fios (telefone, extensıes) do assoalho;

nªo deixe animais soltos;

prenda tacos soltos e bordas soltas de carpetes;

nªo encere pisos;

coloque uma iluminaçªo adequada para a noite, principalmente no caminho do banheiro; as escadas devem ter corrimªos, boa iluminaçªo e faixa colorida e antiderrapante na borda dos degraus; substitua ou conserte móveis instÆveis;

evite cadeiras muito baixas e camas muito altas (deve ter a altura do joelho do idoso); evite o uso de chinelos, salto alto e sapatos de sola lisa;

nªo deixe o idoso andar de meias;

guarde itens pessoais e objetos mais usados ao nível do olhar ou um pouco mais embaixo.

instale barras de apoio no chuveiro e no vaso sanitÆrio; instale um vaso sanitÆrio mais alto;

mantenha um banquinho para lavagem dos pØs;

use capachos e tapetes antiderrapantes;

nªo use chaves na porta dos banheiros.

38Manual de Cuidadores do Idoso

conserte calçadas e degraus quebrados; remova soleiras altas das portas;

limpe caminhos e remova entulhos;

instale corrimªo em escadas e rampas;

instale iluminaçªo adequada em calçadas, portas e escadas.

evite que ele se levante rapidamente após acordar: esperar alguns minutos antes de sentar e de caminhar; atravesse a rua sempre nas faixas de segurança;

dar medicamentos somente sob orientaçªo mØdica; cuidado especial para os diurØticos, remØdios para pressªo e calmantes; estimule o idoso à prÆtica de atividades de coordenaçªo e concentraçªo como dança, artesanato, palavras cruzadas e jogos.

39Manual de Cuidadores do Idoso

1. A atividade física traz algum benefício psicológico e social ao idoso? Sim. A atividade física no idoso:

melhora a auto-estima e auto-imagem corporal; alivia o estresse e reduz a depressªo;

oferece sensaçªo de bem-estar;

reduz o isolamento social;

melhora o entrosamento familiar.

2. E quais os benefícios relacionados à saœde do idoso? É muito importante que o cuidador saiba que o exercício físico:

contribui para a manutençªo e/ou o aumento da densidade óssea, diminuindo a velocidade da osteoporose; auxilia no controle do diabetes, da artrite, das doenças cardíacas e dos problemas com colesterol alto, da obesidade e hipertensªo; melhora a absorçªo e eliminaçªo dos alimentos;

diminui a depressªo;

reduz a ocorrŒncia de acidentes, pois os reflexos e a velocidade ao andar ficam melhores; mantØm o peso corporal e melhora a mobilidade do idoso.

3. Como o idoso deve-se preparar para uma atividade física? O idoso deve ser orientado quanto aos seguintes aspectos:

realizar exercício somente quando houver bem-estar físico; evitar extremos de temperatura e umidade;

usar roupas leves, claras e ventiladas;

nªo fazer exercícios em jejum, mas evitar comer demais antes da

40Manual de Cuidadores do Idoso atividade física; usar sapatos confortÆveis e macios;

evitar fumo e o uso de sedativos;

iniciar a atividade lenta e gradativamente para permitir adaptaçªo.

4. Como devem ser realizadas as atividades físicas no idoso? O cuidador deve saber que:

Ø recomendado que todo programa de exercícios deva ser feito com regularidade e continuidade, nªo devendo ser realizados exercícios físicos de modo esporÆdico; um bom programa de atividade física deve ser realizado no mínimo 3 vezes por semana, por 40 a 60 minutos de cada vez; antes de exercitar-se, deve-se realizar sessªo de alongamento.

(Parte 7 de 9)

Comentários