Projeto de desenvolvimento de produto

Projeto de desenvolvimento de produto

(Parte 1 de 5)

Universidade Federal de Santa Maria

Centro de Tecnologia

Curso de graduação em engenharia mecânica

Disciplina de Metodologia de Projeto de Produto

trabalho fácil

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO

Douglas de Oliveira da Silva

Santa Maria, RS, Brasil

2008

trabalho fácil

por:

Douglas de Oliveira da Silva

Projeto apresentado ao Curso de Engenharia Mecânica, Disciplina de Metodologia de Projeto de Produto, do Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS), como requisito parcial para obtenção da aprovação na disciplina.

Prof. Orientador: Doutor Leonardo Nabaes Romano

Prof. Co-orientador: Doutor Arno Udo Dallmeyer

Santa Maria, RS, Brasil

2008

Universidade Federal de Santa Maria

Centro de Tecnologia

Curso de graduação em engenharia mecânica

Disciplina de Metodologia de Projeto de Produto

A Comissão Examinadora, abaixo assinada,

aprova o Projeto de Desenvolvimento de Produto

Trabalho Fácil

Elaborado por

Douglas de Oliveira da Silva

Como requisito parcial para a obtenção da

Aprovação na Disciplina

COMISSÃO EXAMINADORA:

Leonardo Nabaes Romano, Dr.

(Orientador)

Arno Udo Dallmeyer, Dr.

(Co-orientador)

Santa Maria, 14 de dezembro de 2008

sumário

1

Universidade Federal de Santa Maria 1

Centro de Tecnologia 1

Curso de graduação em engenharia mecânica 1

Disciplina de Metodologia de Projeto de Produto 1

Douglas de Oliveira da Silva 1

por: 2

Douglas de Oliveira da Silva 2

Projeto apresentado ao Curso de Engenharia Mecânica, Disciplina de Metodologia de Projeto de Produto, do Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS), como requisito parcial para obtenção da aprovação na disciplina. 2

Prof. Orientador: Doutor Leonardo Nabaes Romano 2

Prof. Co-orientador: Doutor Arno Udo Dallmeyer 2

Santa Maria, RS, Brasil 2

2008 2

Universidade Federal de Santa Maria 3

Centro de Tecnologia 3

Curso de graduação em engenharia mecânica 3

Disciplina de Metodologia de Projeto de Produto 3

Santa Maria, 14 de dezembro de 2008 3

1 INTRODUÇÃO 5

2 PLANEJAMENTO DE PROJETO DE DO PRODUTO 6

2.1 Nome do Projeto 7

2.2 Plano de Projeto 8

2.2.1 Planejamento de Desenvolvimento do Projeto 8

2.2.2 Orçamento do Projeto 8

2.3 Público alvo 9

2.4 Mercado 11

2.5 Características do Produto 12

2.6 Preço Meta 13

3 PROJETO INFORMACIONAL 15

3.1 Identificação dos Requisitos básicos, técnicos e de atratividade. 15

3.1.1 Requisitos Básicos 15

3.1.2 Requisitos técnicos 16

3.1.3 Requisitos de Atratividade 17

3.1Definição das necessidades e desejos 17

3.3 Lista de requisitos 19

4 Projeto Conceitual 20

4.1 Identificação dos problemas essenciais 21

4.2 Abstração dos principais problemas 21

4.3 Definição da função global e subfunções 22

4.3.1 Função global do Produto 22

4.3.2 Subfunções do Produto 22

4.3.3 Árvore de funções 24

4.4 Procura por princípios de solução para as subfunções 25

4.5 Combinação dos princípios de solução 27

4.6 Seleção de combinações 29

4.7 Determinação da solução 31

5 Projeto Preliminar 32

5.1 Arquitetura do Produto 32

5.2 Esclarecimento dos conjuntos do produto e seleção de materiais 34

5.2.1 Conjunto de armazenamento (C1) 35

5.2.1 Conjunto de armazenamento (C1) 35

5.2.2 Conjunto de sustentação (C2) 36

5.2.3 Conjunto articulado (C3) 38

5.2.4 Conjunto de suspensão (C4) 40

5.2Leiaute final 41

Quadro 8: Lista de materiais 45

5.4 Estimativa do peso e do custo do produto 43

6Registro das lições aprendidas 44

REFERÊNCIAS 45

APÊNDICE 46

1 INTRODUÇÃO

A preocupação com a saúde dos trabalhadores de obras de construção civil nunca foi tão evidente no Brasil. Inúmeras são as normas e as políticas de segurança voltadas a essa questão. Isso se deve aos muitos acidentes e doenças traumáticas que atingem atualmente muitos empregados de construções pesadas, edificações, obras em geral, vítimas de esforço físico intenso conseqüente de transporte manual de pesos excessivos.

Sobre esse enfoque, prosperou a preocupação em disponibilizar mais segurança e ergonomia ao trabalho destes servidores, tornando, por exemplo, o transporte de materiais, entulhos (geralmente terra ou areia em construções) feitos com os carrinhos de mão mais fácil e seguro.

Desta forma surge o projeto Trabalho Fácil com o intuito de facilitar o transporte de materiais feitos com o uso do carrinho de mão, realizando um reprojeto do mesmo afim de amenisar os esforços de seu operador ao manuseá-lo garantindo assim mais conforto, segurança e saúde ao trabalhador.

Este projeto apresenta, primeiramente, o Planejamento do Projeto e do Produto, definindo o público alvo, mercado e as características do produto. Após, apresenta-se o Projeto Informacional cujo são definidos os requisitos básicos, técnicos e de atratividade.

A seguir, utilizando os parâmetros das seções passadas, realizou-se o Projeto Conceitual no qual se apresentam a definição dos problemas essenciais e as funções elementares do carrinho de mão, a procura por soluções para cada função elementar, a combinação desses princípios de solução e a escolha da melhor concepção.

Por fim, realiza-se o Projeto Preliminar, neste trabalha-se, acerca da concepção escolhida, avaliando seus conjuntos e componentes, assim como, definindo o material, as dimensões e quantidades necessárias. O passo seguinte é a formulação da lista de peças do produto e posteriormente gera-se toda a documentação gráfica do projeto.

Ao final desse trabalho, encontra-se o Registro das Lições Aprendidas mostrando o conhecimento ganho.

2 PLANEJAMENTO DE PROJETO DE DO PRODUTO

2.1 Nome do Projeto

A saúde do trabalhador brasileiro ganhou mais atenção com o passar das ultimas décadas. Legislações de segurança e saúde no trabalho e na indústria da construção tornaram-se vigentes, normas como a ABNT (1940) (Associação Brasileira de Normas Técnicas) a qual possui informações relevantes à segurança e medicina do trabalho vieram auxiliar e pôr especificações nas condições de trabalho dos brasileiros.

No entanto, recente estudo realizado por alunos do Centro Universitário da Grande Dourado (UNIGRAN) 1 mostrou que aproximadamente 100 % dos trabalhadores que atuam em construções ou edificações, e, portanto utilizam o carrinho de mão, sofrem de dores lombares de diversas intensidades ligadas ao trabalho. Segundo a Enciclopédia da Saúde (ECS/2008) 2 esforços que provocam lesões nos membros superiores e inferiores, seguidas de dores em tendões e nervos. São causados, principalmente, devido a:

  • Movimentos repetitivos que requerem aplicação de força;

  • Choque mecânico;

  • Força de preensão e carga palmar;

  • Carga externa e muscular estática;

  • Stress mecânico;

  • Posições inadequadas que podem decorrer do equipamento mal desenhado, das ferramentas ou do posto de trabalho.

Nesse contexto, o presente projeto receberá o nome de “Trabalho Fácil”, pois terá o objetivo de reprojetar um carrinho de mão que auxilie o trabalho de operários que o utilizam. Não se deseja acabar com todas as patologias ligadas ao esforço físico que atingem os servidores no país, mas manter os trabalhadores que façam uso do carrinho de mão livres das mesmas. Esta ferramenta é muitas vezes mal projeta e acarreta emprego de força física intensa no levantamento e transporte manual de pesos. Este fato identifica a utilização do carrinho de mão como um dos agravantes das lesões citadas.

O nome Trabalho Fácil se deve a facilidade que o operador do carrinho de mão terá em operá-lo. Com este reprojeto, o esforço em transportar materiais será atenuado grandiosamente, possibilitando desta forma, maior ergonomia e segurança ao servente, tornando seu trabalho, antes árduo em trabalho fácil.

2.2 Plano de Projeto

2.2.1 Planejamento de Desenvolvimento do Projeto

O Planejamento de desenvolvimento de projeto segue no quadro abaixo, este é de suma importância no reprojeto do carrinho de mão, pois define datas limites que devem ser cumpridas com a finalidade de realizarmos os objetivos e metas no período determinado.

Nome da tarefa

Inicio

Término

Planejamento

Seg 20/09/2008

Ter 05/10/2008

Projeto informacional

Ter 05/10/2008

Qua 08/10/2008

Projeto conceitual

Qua 08/10/2008

Seg 10/12/2008

Projeto preliminar

Seg 10/12/2008

Dom 14/11/2008

Revisão

Dom 14/11/2008

Dom 14/11/2008

Entrega do Projeto

Seg 15/11/2008

Seg 15/11/2008

Quadro 1 – Planejamento de prazos

2.2.2 Orçamento do Projeto

O orçamento de um projeto deriva do processo de planejamento econômico que o envolve como um todo, é necessário a realização de uma lista de custos para estabelecermos, deste modo, o devido acompanhamento e avaliação financeirA dos gastos.

Portanto, no quadro abaixo segue o orçamento total do projeto. Este contém todos os artifícios necessários para a realização do reprojeto do carrinho de mão com seus respectivos custos em moeda nacional.

INSTRUMENTOS

VALOR

1 Notebook

R$ 2000,0

1 Impressora

R$ 300,00

1 Software Solid Works 2009

R$ 27000,00

1 Material de escritório

R$ 30,00

1Mesa

R$ 100,00

2 Cadeiras

R$ 100,00

Mão de obra*

R$ 5960,00

TOTAL

R$ 35590,00

Quadro 2 - Orçamento do Projeto.

O custo relativo à “mão de obra” está baseado no salário mínimo de um engenheiro mecânico no período que compreende dois meses.

2.3 Público alvo

Segundo pesquisa realizada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE /2008) 3

A indústria da construção tem sido historicamente, uma das mais importantes da economia brasileira e é um dos melhores termômetros da atividade econômica. É um setor que emprega uma grande quantidade de mão de obra e representava 4,9% do valor adicionado do PIB no ano de 2005 em relação ao mesmo período de 2006.

(Parte 1 de 5)

Comentários