Utilização de energia solar para aquecimentos de água

Utilização de energia solar para aquecimentos de água

(Parte 1 de 7)

Proposta de utilização de energia solar para aquecimentos de água e fluentes para linhas tratamento de superfície na Atlas Indústria de Eletrodomésticos Ltda.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Lavras - MG 2004 MARCIO VENZON

Proposta de utilização de energia solar para aquecimentos de água e fluentes para linhas tratamento de superfície na Atlas Indústria de Eletrodomésticos Ltda.

Monografia apresentada ao Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do curso de Pós-graduação lato-sensu em Fontes Alternativas de Energia, para obtenção do Título de Especialização.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Lavras – MG

2004 MARCIO VENZON

Proposta de utilização de energia solar para aquecimentos de água e fluentes para linhas tratamento de superfície na Atlas Indústria de Eletrodomésticos Ltda.

Monografia apresentada ao Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do curso de Pós-graduação lato-sensu em Fontes Alternativas de Energia, para obtenção do Título de Especialização.

Banca Examinadora:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Lavras - MG 2004.

“Se te dei subordinados não é para que tu os transformes em escravos e nem para que eles aceitem passivamente teus caprichos. Te fiz líder e forte para que tu os defenda e os proteja” (Jesus Cristo)

“Que fazemos nas horas que estamos trabalhando, determina o que possuímos no mundo. O que fazemos nas horas em que estamos nos divertindo, determina o que somos”. (George Eastman)

Aos meus pais, Danilo e Laura.

À minha namorada, Leilane G. S. Muller.

Aos meus irmãos, Leandro e Evandro.

Aos meus colegas e amigos, que contribuíram para a realização deste trabalho. AGRADECIMENTOS

Ao Profº Carlos Alberto Alvarenga, pelo apoio e incentivo, pela sua colaboração e dedicação, o que possibilitou a realização do trabalho.

A Atlas Eletrodomésticos Ltda. por disponibilizar meios para efetuar o estudo e dar apoio à efetivação do mesmo.

A todas as pessoas que de alguma forma colaboraram no desenvolvimento deste trabalho.

A todos que auxiliaram na realização deste trabalho, seja através de orientação técnica e cientifica, ou prestando apoio e amizade.

7 SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 01

2 JUSTIFICATIVA 04 3 REFERENCIAL TEÓRICO 06 3.1 HISTÓRIA DA ENERGIA SOLAR 06 4 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA A SER

ESTUDADA 07

5 O SISTEMA DE AQUECIMENTO DE ÁGUA POR

ENERGIA SOLAR 15

5.1 COLETOR SOLAR 15 5.2 PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO 17

5.3 DISPOSIÇÃO DO BOILER 21

5.4 COMO DIMENSIONAR UM SISTEMA DE

AQUECIMENTO SOLAR 2

5.5 ESPECIFICAÇÃO DOS COLETORES 23

5.6 ESCOLHA DO LOCAL DE INSTALAÇÃO 23 5.7 INCLINAÇÃO DOS COLETORES 24

5.8 CUIDADOS NA INSTALAÇÃO 25

6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE TRATAMENTO

DE SUPERFÍCIE 27

7 GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) 30 8 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 30

8.1 A ESCOLHA SETOR A SER ESTUDADO 31

8.2 CUSTO DO PROJETO 32 8.3 VIABILIDADE DO PROJETO 32 8.5 MANUTENÇÃO E SUPERVISÃO DOS

EQUIPAMENTOS 3

8.6 CONSEQÜÊNCIAS DA INSTALAÇÃO DO

SISTEMA 34

9 TEMPO DE PARADA 35

10 MEIO AMBIENTE 35

1 O SISTEMA ATUAL 35 12 EFICIÊNCIA DO PROJETO 36

12.1 EFICIÊNCIA DOS DADOS 37

13 DIMENSIONAMENTO DO SISTEMA 40

14 CONCLUSÃO 43 15 CONSIDERAÇÕES FINAIS 45 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 46

9 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

CAD - Computer Aided Design - Projeto Assistido por Computadores; CNC - Comando Numérico Computadorizado - Robôs Industriais; CEP – Controle Estatístico de Processo FMEA - Failure Mode and Effect Analysis - Análise do Modo e Efeito da Falha DQO – Demanda Química de Oxigêno GLP – Gás Liquefeito de petróleo ml – Mililitro PPM – Parte por milhão ºC – Graus Celsius

FIGURA 1 – Sol 03 FIGURA 2 – Esquema de Construção de um Coletor Solar 17 FIGURA 3 – Boiler 18 FIGURA 4 – Ligação Boiler e Coletores 19

(Parte 1 de 7)

Comentários