apostila de gramatica

apostila de gramatica

(Parte 5 de 16)

Disponho-me a colaborar. Cheguei a insistir. Começou a chorar. Pôs-se a gritar.

• Antes da maioria dos pronomes Æ porque não possuem artigo.

Mostre a ela. Parabéns a você. Disse a mim. Refiro-me a Vossa Excelência. Isso não interessa a ninguém. Não interessa a qualquer um de nós. Quero falar a todos. Quero falar a alguns amigos.

• Nas expressões formadas por palavras femininas repetidas cara a cara, face a face, gota a gota, frente a frente, etc.

• Antes de palavras femininas no plural precedidas de um a Æ porque não possuem artigo. O prêmio foi concedido a cantoras. É um assunto relativo a jornalistas. A pesquisa não se refere a mulheres casadas.

OBS.: Quando são usados em sentido específico, são precedidos do artigo as, ocorrendo então a crase. Você se refere às secretárias dessa empresa? O estudo não se aplica às pessoas que estavam falando. Dê as cestas básicas às famílias mais pobres.

Crase facultativa

• Diante dos nomes próprios femininos

Enviei as flores a (à) Sílvia/ Quero fazer o pedido a(à) Joana.

Todo artigo apresenta substantivo, mas pode haver substantivo sem artigo ou substantivo com artigo facultativo. Nome próprio tem artigo facultativo. Por isso a ocorrência da crase será facultativa em decorrência da presença ou não do artigo.

prep. + art. prep.

Obs.: Se o nome for de pessoa amiga, parente, o uso do artigo é obrigatório, portanto a crase também. Eles dirigiram elogios à Maria Helena, minha irmã.

• Após a preposição até

Vou até a(à) escola. Esta rua vai até a(à) fazenda de meu pai.

Re p rod u ç ão ou revend a p roi bid os .

• Antes de pronomes possessivos adjetivos (no singular) Æ porque o artigo é facultativo. Antes de tudo viso a (à) minha salvação.

prep. + art. prep.

Obs.: Se for pronome substantivo (e havendo a preposição a) a crase é obrigatória. Viso a(à) minha salvação e não à tua. (tua = pron. substantivo)

Casos particulares

• Com a palavra "CASA" a) Significando lar Î Aparece sozinha, sem adjetivos, pronomes ou locuções. Neste caso não há crase porque não há artigo. Ao chegarmos a casa, já era noite.

b) Indicando a casa de outro Î ou estabelecimento comercial, haverá crase se o verbo pedir preposição. Falta pouco p/ chegarmos à casa dos noivos (chegar a) Quero ir à casa dele. Eles querem comprar a casa própria. (comprar = VTD)

• Com a palavra "TERRA" a) Significando terra firme Î Neste caso não há crase, porque não há artigo. Os turistas foram a terra comprar flores.

b) Significando lugar(cidade, estado, país) Î haverá crase se o verbo pedir preposição. Eles retornaram à terra dos piratas. Refiro-me à terra de Sant'ana.

Quero conhecer a terra de meus antepassados. VTD

• Com a palavra "DISTÂNCIA"

Ocorre crase se a distância estiver determinada. O povo ficou a distância do congresso. O povo ficou à distância de 100 metros do congresso.

• À moda de

Usando esta expressão, locução prepositiva, usamos a crase. Ele escrevia à moda de Camões. Ela pintava à moda de Picasso. Nestes casos, a expressão moda de pode ser subentendida. Ele escrevia à Camões. Ela pintava à Picasso.

Re p rod u ç ão ou revend a p roi bid os .

• Emprego de "Há" ou "a" (em relação a tempo)

A é empregado para indicar tempo futuro, fatos que ainda irão acontecer.

O navio chegará daqui a dois dias. De hoje a dois meses ele virá visitar-nos.

Há é empregado para indicar tempo passado, fatos que já aconteceram. Neste caso ele pode ser trocado por faz.

O navio chegou há três dias. (faz 3 dias) Há alguns anos ele vive lá. (faz alguns anos)

Re p rod u ç ão ou revend a p roi bid os .

Exercícios – Lista 02 – Crase

a) () a - a - a - a
b) () a - à - a - à
c) () a - à - à - a
d) () à - à - a - a
e) () n.d.a.

01) Garanto _ você que compete _ ela, pelo menos _ meu ver, tomar as providências _ este caso.

a) () a - a - à
b) () a - à - a
c) () à - a - a
d) () à - à - a
e) () n.d.a.

02) Sentou-se _ máquina e pôs-se _ escrever uma _ uma as páginas do livro.

a) () à - à - a - à
b) () a - à - a - a
c) () a - a - a - à
d) () a - a - a - a
e) () n.d.a.

03) Emprestei _ chave _ José que _ devolveu _ aluna.

a) () à - a - à - a
b) () a - a - à - à
c) () à - à - à - à
d) () a - a - a - a
e) () n.d.a.

04) Voltei _ pé depois que socorri _ vítima que via televisão _ cores, não ligando _ boatos.

a) () a - a - a
b) () a - há - a
c) () à - a - à
d) () a - há - à
e) () n.d.a.

05) Encontrei _ jovem que não via _ dias e que mora _ distância de dois metros da praça.

a) () a - as - a - à
b) () há - as - à - a
c) () há - as - a - à
d) () a - as - à - à
e) () n.d.a.

06) _ cinco canais de televisão que transmitem _ mensagens do Presidente _ população que mora na rodovia que liga Natal _ Porto Alegre.

a) () a - a - à
b) () a - a - a
c) () à - à - à
d) () à - a - a
e) () n.d.a.

07) Tornava _ cada hora, mais afeito _ essas perigosas divagações que levam um homem _ viver num mundo imaginário.

08) Falava cara _ cara com o homem que se dizia bravo e atormentava _ mulheres que não se sentiam mais _ vontade.

a) () a - as - à
b) () à - às - à
c) () a - à - a
d) () à - as - à
e) () n.d.a.
a) () à - à - a
b) () a - a - a
c) () a - a - à
d) () a - à - a
e) () n.d.a.

09) Voltou _ terra desanimado, chegou triste _ casa e ficou mais contrariado quando viu sua mulher vestida _ Mauro Sotero.

a) () Após o exame vestibular fui à chácara.
b) () Voltou ao cinema às quartas-feiras.
c) () Comprei a casa às cegas.
d) () Todas às vezes que saio, distraio-me.

10) Em que alternativa a crase foi mal colocada?

a) () Aprendia à medida que lia e obedecia as
b) () O desfile será das 20 às 2 horas.
c) () Enviou flores a sua namorada e não a minha.
d) () Aprecio a leitura a qual dedico o meu tempo.

1) Em que alternativa a crase foi bem colocada? normas.

a) () Os pneus aderem à pista.
b) () Não resisto à força do amor.
c) () Aconselhei à todas as alunas.
d) () Não obedeço a ordens inseguras.

12) Marque a alternativa errada.

a) () Feriu-me às costelas.
b) () As frutas pertenciam às aves.
c) () Ele só descansa após as refeições.
d) () Assisti a vários filmes.

13) Marque a alternativa errada.

a) () Vozes misturavam-se a gritos de crianças.
b) () Tinha horror a discussões.
c) () Devido ao vento, não se atreveu a sair.
d) () Chamou-o a parte.

14) Onde há necessidade de crase?

a) () Passaram de ponta a ponta.
b) () Passaram a meia-noite.
c) () Passaram o rio a nadar.
d) () Passaram a empresa a pessoas insipientes.

15) Onde há necessidade de crase?

(Parte 5 de 16)

Comentários