Período Ágrafo

Período Ágrafo

O PERÍODO ÁGRAFO

TEORIAS PARA O SURGIMENTO DA ESPÉCIE HUMANA:

  1. CRIACIONISMO: teoria religiosa que defende que o homem é fruto da vontade de um deus ou divindade que criou o céu, a Terra e tudo que nela existe. Aparece em várias religiões em vários períodos históricos.

  2. EVOLUCIONISMO: formulada pelo cientista Charles Darwin, defende que o homem, assim como todos os organismos vivos, é fruto da evolução de seres mais simples, que mudaram suas características com o passar do tempo. Liga-se à teoria da seleção natural das espécies.

Seleção Natural: teoria segundo a qual apenas as espécies capazes de se adaptar ao ambiente em que vivem e de transmitir essas características adaptativas aos seus descendentes são capazes de sobreviver.

A EVOLUÇÃO DA ESPÉCIE HUMANA:

NOME

PERÍODO

CRÂNIO

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Australopithecus

4,2 – 1,4 milhões

700 cm3

África

Postura semi-ereta, uso de ferramentas.

Homo habilis

2 – 1,5 milhões

750 cm3

África

Fabricação de artefatos rudimentares.

Homo erectus

1,5 milhões – 300 mil

900 cm3

África, Ásia, Europa

Coluna ereta, controle do fogo, caçador habilidoso.

Homo sapiens neandertalensis

200 – 40 mil

1300 – 1600 cm3

África, Ásia, Europa

Fala, religiosidade, cerimoniais fúnebres.

Homo sapiens sapiens

100 mil - hoje

1300 – 1600 cm3

Todos.

Todas as atuais.

O PALEOLÍTICO OU PEDRA LASCADA (4 MILHÕES – 10 MIL A.C):

  • Artefatos rudimentares (pedra sílex);

  • Indústria Osteodontoquerática;

  • Caçadores e coletores;

  • Nomadismo (bandos);

  • Divisão sexual do trabalho;

  • Sem propriedade privada;

  • Abrigos naturais;

  • Controle do fogo;

  • Pinturas rupestres;

O NEOLÍTICO OU PEDRA POLIDA (10 MIL – 4 MIL A.C.):

  • Fabricação de artefatos mais cortantes (polimento);

  • REVOLUÇÃO NEOLÍTICA – desenvolvimento da agricultura;

  • Desenvolvimento do pastoreio;

  • Sedentarização: o homem se fixa em aldeias nas margens dos rios;

  • Produção de excedentes;

  • Aumento da população e da média de vida;

  • Cerâmicas, arado de bois, barco a vela, carro de rodas;

  • Construção de casas (madeira, barro, couro...);

  • REVOLUÇÃO URBANA – surgimento das primeiras cidades;

  • Hierarquização social:

  • guerreiros (exército) – dominantes;

  • sacerdotes (intermediários entre população e os deuses) – dominantes;

  • camponeses (trabalhadores) – dominados.

  • Centralização do poder – surgimento do ESTADO:

  • Rei ou Imperador = sacerdote + chefe militar

A IDADE DOS METAIS (4500 A.C – 2500 A.C.):

  • Descoberta e desenvolvimento de técnicas de produção de objetos de metal;

  • Primeiros metais utilizados:

  • Cobre;

  • Bronze (cobre + estanho);

  • Ferro.

TEORIAS PARA A CHEGADA DO HOMEM À AMÉRICA:

  • Entre 50 e 10 mil a.C: chegada do homem ao continente americano;

  1. Estreito de Bering: defende que o homem chegou à América vindo da Ásia Central e atravessando o Estreito de Bering, que ligava Ásia à América durante os períodos de glaciação.

  1. Ilhas da Polinésia: defende que o homem americano chegou aqui através de migrações esporádicas em barcos que ancoravam nas ilhas do arquipélago polinésio.

  1. Teoria Autóctone: já desacreditada, defendia que o homem americano surgiu no próprio continente.

Comentários