Teoria das Restrições

Teoria das Restrições

(Parte 2 de 2)

•Pulmão de Mercado/Expedição, que visa proteger o desempenho na entrega dos produtos evitando atrasos aos clientes;

•Pulmão de Montagem, que procura garantir que as peças que não passam pelos recursos restritivos

•Pulmão de Montagem, que procura garantir que as peças que não passam pelos recursos restritivos cheguem de forma sincronizada nos setores onde ocorrerá o processo de montagem final dos produtos.

Estudo de Caso

•Empresa que produz e mbalagens plásticas;

•Indústrias do setor alimentício, cosmético, produtos cosmético, produtos químicos e de limpeza.

Classificação da empresa •Sistema que produz produtos padronizados;•Sistema que produz produtos padronizados;

•Processo repetitivo em lote;

•Manufatura de bens. •Manufatura de bens.

Capacidade e Volume de Produção

•Mix de produtos contendo 150 itens;•Mix de produtos contendo 150 itens;

•50 funcionários, alocados em dois turnos diários ;

•Maquinário operando com 80% de sua capacidade total capacidade total

Aplicação •Frasco para a indústria de Limpeza;•Frasco para a indústria de Limpeza;

•Frasco utiliza 60% da capacidade produtiva da célula CF-01;

•Máquinas envolvidas no processo: uma Sopradora, •Máquinas envolvidas no processo: uma Sopradora, um Degulador de Garrafas, um Testador de Furos e um operário (MOD);

Orga nogr a ma Orga nogr a ma

Capacidade e Volume de Produção

•Observou-se que se perdia muito tempo no •Observou-se que se perdia muito tempo no trecho direto do Processo de Sopro até a Embalagem do Frasco;

•Capacidade da CF-01 = 20 dias x 17,6 h/dia x 60min/h x 60seg/min = 1267200 s/mês;x 60min/h x 60seg/min = 1267200 s/mês;

•Capacidade produtiva total = 17478 itens;

Capacidade e Volume de Produção •Tempo total 34,8 seg.•Tempo total 34,8 seg.

Aplicando a TOC

•Identificar a restrição: verificando os tempos anteriores •Identificar a restrição: verificando os tempos anteriores obtém-se que a sopradora é o gargalo;

•Explorar a restrição: aumentando a capacidade nominal da sopradora, obteve-se uma redução de 17% no seu tempo de ciclo;

•Tempo total = 31,96 seg;

Aplicando a TOC •Subordinar Todos os Demais Recursos à Restrição;•Subordinar Todos os Demais Recursos à Restrição;

•Elevar a Capacidade da Restrição : substituindo o molde simples de uma cavidade por um duplo;

Aplicando a TOC

•Verificar se o Recurso Ainda é a Restrição do Sistema;•Verificar se o Recurso Ainda é a Restrição do Sistema; •Novo gargalo: Testador de furos;

•Refazendo mais uma vez os passos de Goldratt, conseguiu-se que o tempo do novo gargalo fosse reduzido para 7 segundos ;

•Tempo total = 2,39 seg;

Conclusão

•As melhorias obtidas são atribuídas à •As melhorias obtidas são atribuídas à filosofia TOC e sua busca por uma maior lucratividade, minimizando os desperdícios de recursos industriais;

Referênc ias

•GOLDRATT, E.M.; COX, J. A meta: um processo de aprimoramento contínuo.7. ed. São Paulo:

•GOLDRATT, E.M.; COX, J. A meta: um processo de aprimoramento contínuo.7. ed. São Paulo: Educ ator ,1993

•GUERREIRO, Reinaldo. A Meta da Empresa: seu alcance sem mistérios. São Paulo: Atlas,1996.

AnaisBauru: UNESP, 2004. (CD ROM).

•SOUZA, Fernando Bernardi de. et. al. Utilização da abordagem da teoria das restrições na gestão da cadeia de suprimentos: uma revisão conceitual. In Simpósio de Engenharia de Produção -SIMPEP, 1., 2004, Bauru. Engenharia de Produção -SIMPEP, 1., 2004, Bauru.

•TUBINO, Dalvio Ferrari. Manual de Planejamento e Controle da Produção. São Paulo: Atlas, 1999.

(Parte 2 de 2)

Comentários