Comandos Elétricos Industriais

Comandos Elétricos Industriais

(Parte 3 de 5)

Automático para

Posição

"O" Ligação Direta

T-WR3 (Tri- Polar)

Revorsora com

Retorno

Automático para

Posição

"O" Ligação Direta

Estrela

Triângulo Ligação Direta

Estrela

Triângulo Seletora Ligação Direta

2.3 CHAVES SIMPLES/CHAVES DE IMPULSO

Dispositivo que na condição aberta, satisfaz as exigências de distância de isolação especificadas, e que podem ligar, mas não interromper correntes de curto-circuito. Assim, podemos considerar que devem satisfazer os seguintes preceitos:

Figura 20 – Estrutura básica de uma chave.

2.4 CHAVES DE IMPULSO

São chaves de duas posições: uma dessas posições é mantida pelo acionamento e apenas enquanto durar o acionamento. A outra, chamada posição de repouso, é mantida por algum método próprio da chave, como uma mola, por exemplo. Conforme a posição de repouso, a chave recebe uma denominação específica: Quando a mola mantém a chave aberta, esta última se chama normalmente aberta ou NA; Quando a mola mantém a chave fechada, esta última se chama normalmente fechada ou NF. As figuras abaixo representam os dois tipos de chaves do impulso.

Parte metálica fixa

Botão (material isolante)

ContatoParte metálica fixa

Base (material isolante) Parafuso de conexão

Figura 21 – Chave NA.

Figura 2 – Chave NF.

Na página seguinte temos as imagens de alguns tipos de botoeiras simples e de pulso, assim como algumas especificações do fabricante.

Figura 23 – Chaves NF e NA 29

Características Gerais:

Normas: GB14048.5-1993, IEC 60947.5.1, EN 60947.5.1 Material: com alta resistência: mecânica, ao calor e elétrica, auto-extinguível VO Esquema de Contatos: Segundo CENELEC - 50013 Grau de Proteção: IP 40 (IP 6 com capa de prote Limite de Temperatura: Funcionamento - de -25ºC ~ +70ºC Armazenagem - de -40ºC ~ +70ºC

Figura 24 – Especificações técnicas de alguns tipos de botões.

2.5 BOTÃO DE COMANDO DE FIM DE CURSO:

Botão acionado mecanicamente para sinalização, comando e limitação de curso. O miolo da botoeira é que contém os contatos e os terminais do dispositivo fim de curso.

2.6 ASSOCIAÇÕES DE CHAVES

Associadas em série entre si às chaves só permitem o acionamento da carga ligada a elas (em série, é claro) se todas estiverem fechadas. Uma chave ligada em série com outras garante através de sua abertura o desligamento da carga.

”A carga só se ligará se todas as chaves estiverem fechadas”, executando uma lógica chamada lógica E.

Figura 25 – Circuito com ligações de chaves em série.

Associadas em paralelo entre si as chaves acionam a carga (ligada a elas em série é claro), desde que pelo menos uma chave esteja fechada. Uma chave ligada em paralelo com outras garante através de seu fechamento a ligação da carga.

”A carga só se desligará se todas as chaves estiverem abertas”, executando uma lógica chamada lógica OU.

Figura 26 – Circuito com ligações de chaves em paralelo.

2.7 SINALIZAÇÃO

Para a sinalização de eventos usam-se lâmpadas, buzinas e sirenes.

As lâmpadas são usadas para sinalizar tanto situações normais quanto anormais, tendo uma cor referente a cada tipo de ocorrência.

Símbolo Figura 27 – Símbolo de lâmpada.

Cor Significado Explicação

AmarelaAtençãoCondições normais em alteração

VermelhaPerigoSituação que exige intervenção imediata, como altas temperaturas ou pressões;

Carga ligada

Verde Segurança;

Circuito desligado;

Temperatura ou pressões normal; Carga pronta para ser acionada;

Branca ou azulInformaçãoQualquer significado não simbolizado pelas outras cores

(Parte 3 de 5)

Comentários