Aprender a Aprender

Aprender a Aprender

(Parte 5 de 5)

No Brasil, a legislação estabeleceu recentemente que a Educação Ambiental deve estar presente em todos os níveis de ensino, do pré-escolar ao universitário.

A Simonsen, visando sempre a atingir novos patamares de qualidade, já há muito tempo integra a visão ambiental em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. A iniciativa oficial, com a lei, só veio reforçar a posição assumida.

A Simonsen mantém um permanente programa, com o intuito de conscientizar os alunos, corpo docente e a todos que freqüentam suas instalações de que :

“Antes de reciclar, reutilizar. Lixo, só em último lugar”

Capítulo X SUGESTÕES DE COMO REALMENTE APRENDER

Estudo prévio do assunto da aula (Se houver tempo) a) Mantenha em ordem livros, dicionários, cadernos, mapas e demais materiais, para quando precisar usá-los.

b) Prepare seu ambiente de estudo, cercando-se do material necessário, não esquecendo papel para rascunho.

c) Inicie o estudo fazendo antes um relaxamento mental (exemplo: inspirar contando mentalmente até 8, prender a respiração contando até 4, expirar contando até 8 e prender contando até 4, repetindo até se sentir tranqüilo), e uma breve recordação do que já sabe da matéria relendo, principalmente os trechos assinalados na primeira leitura, e se ainda tiver dúvidas e tempo, esclareça-as em seus livros ou utilizando dicionários e enciclopédias. Se isto não for possível, anote as dúvidas, para esclarecê-las posteriormente com os professores ou colegas.

d) À medida que avançar na leitura, procure relacionar o assunto com o que já sabe de sua experiência.

e) No final de cada tópico importante, faça uma síntese ou organize um resumo, preferencialmente em forma de gráfico, que lhe possa facilitar a revisão da matéria. Dele devem constar apenas as idéias principais ou os fatos marcantes.

f) Sublinhe as afirmações ou termos essenciais para reforço das idéias básicas, para quando for reler o assunto, dar mais atenção a estes.

g) Cultive a velocidade de leitura, porém de forma que não prejudique a compreensão.

h) Se possível, leia/estude toda a bibliografia indicada e utilize os demais recursos paradidáticos (vídeos, CDRom, Internet etc.) sobre o assunto.

Antes da aula (mesmo, e principalmente, se não tiver estudado o assunto previamente)

No mínimo dez minutos antes, ler as frases e as reflexões divulgadas pelo professor na última aula. Se possível, antes de ler as frases, faça um breve relaxamento mental. Exemplo: inspirar contando mentalmente até 8, prender a respiração contando até 4, expirar contando até 8 e prender contando até 4, repetindo até se sentir tranqüilo.

ATENÇÃO: A leitura dessas frases sobre o conteúdo da aula, pelo menos dez minutos antes de seu início, tende a aumentar o rendimento do processo da aprendizagem em cerca de 30%, e, caso tenha se dedicado ao estudo prévio do assunto, este rendimento tenderá a 100%.

Durante a aula a) pergunte e pergunte; se não entender da segunda vez, deixe para perguntar no final da aula; b) tome notas breves: não faça taquigrafia de tudo o que o professor diz; c) anote apenas o essencial com suas próprias palavras; d) não perca a aula ou o fio da mesma para tomar notas; e) faça anotações concatenadas, e não desorganizadas, usando gráficos, de preferência; f) use o seu próprio sistema de abreviações, se a disciplina tiver uma apostila ou um livro-texto, faça anotações a lápis no próprio; g) não deixe acumular dúvidas, esclareça-as, imediatamente, quando surgirem, junto ao professor, ou após a aula, junto a um colega; h) não jogue fora o tempo em que você está em aula; i) preste toda atenção possível às aulas e afaste distrações de qualquer espécie; i) não procure descobrir defeitos no professor, mas as suas qualidades; j) tire partido do professor, não o despreze; e l) finalmente, lembre-se de que: Quem tem de vencer suas dificuldades é VOCÊ mesmo!

Depois da aula

Preferencialmente em grupo, faça uma recordação, ainda que rapidamente, debatendo o assunto com colegas e/ou fazendo um breve resumo do mesmo, sozinho ou em conjunto.

Capítulo XI SUGESTÕES DE COMO ESTUDAR MELHOR

Estudar não é decorar!

1. Você deve estudar compreendendo, pois só assim você poderá saber e progredir.

2. Planeje o seu estudo para cada semana:

a) programe o tempo disponível, distribuindo-o para o estudo de cada disciplina, conforme as suas necessidades; b) altere esse planejamento sempre que houver necessidade, mas, neste caso, continue seguindo um programa de estudo para uma semana; e c) procure estudar segundo esse programa até isso se transformar num hábito.

3. Melhore os seus hábitos de leitura, conforme as sugestões a seguir:

a) procure familiarizar-se com o vocabulário da matéria, de modo que, quando for estudá-la, já saiba o que significam os termos menos comuns; b) para cada parágrafo lido, procure resumir na cabeça a idéia nele contida; c) não pare para reler cada frase, assinale-as e faça isso no fim da leitura do trecho completo, pois só as- sim muitas frases antes não entendidas se tornarão claras; d) procure caracterizar o esquema das idéias, a organização e as conclusões a que pretende chegar o autor do livro; e) para isso, antes de ler parágrafo por parágrafo ou um capítulo, por exemplo, passe os olhos “por alto” pelo índice e pela seqüência dos capítulos e, depois, pelas partes principais dentro do capítulo em questão; e f) se quiser, faça anotações durante o estudo.

Anote, organizadamente, apenas as frasestítulo, as palavras-chave e as idéias ou conceitos principais.

Ou, então, em vez de escrever notas, faça marcas e sublinhe a lápis as palavras na apostila ou no próprio livro, se ele for de sua propriedade.

4. Aumente o seu poder de concentração a) Concentração é a habilidade de dirigir e controlar a própria atenção; b) Qualquer pessoa pode aumentar o seu poder de concentração; e c) Use o processo de “parar para perguntar”. Leia um trecho ou parte do livro e pare para se perguntar o que foi que você leu e quais os pontos importantes. Se as

(Parte 5 de 5)

Comentários