Ciclo celular

Ciclo celular

(Parte 1 de 2)

Um dos pressupostos fundamentais da biologia éo de que todas as células se originam a partir de células pré-existentes, à exceção do ovo ou zigoto que, nos seres vivos com reprodução sexuada, resulta da união de duas células reprodutivas (gametas), cada qual com metade da infor mação genética.

Em biologia, chama-se ciclo celular o conjunto de processos que ocorrem em uma célula viva entre duas divisões celulares.

Nas células humanas são encontrados 23 pares de cromossomos. Destes, 2 pares são semelhantes em ambos os sexos e são denominados autossomos. O par restante compreende os cromossomos sexuais, de morfologia diferente entre si, que recebem o nome de X e Y. No sexo feminino existem dois cromossomos X e no masculino existem um cromossomo X e um Y.

Existem dois tipos de divisão celular: MITOSEe MEIOSE.

Funções da Divisão celular:

•Na maioria dos seres unicelulares, a divisão conduz áreprodução do individuo, dando origem a duas células independentes, que irão constituir dois novos indivíduos.

•Nos seres multicelulares, a divisão celular permite a regeneração das células ou parte de órgãos que foram danificados ou a renovação das que envelheceram e morreram. No caso do Homem o seu crescimento para, mas as divisões celulares continuam, assegurando a regeneração das células sanguíneas e da pele entre outras.

A mitose éum processo de divisão celular conservativa. A partir de uma célula inicial, originam-se duas células idênticas, com igual composição genética, mantendo assim inalterada a composição e teor de DNA característico da espécie (exceto se ocorrer uma mutação, fenômeno muito raro e acidental).

Esta divisão celular ocorre em dois períodos: Intérfase (período onde não houve divisão ainda, a célula estáse preparando para se dividir) e Mitose –a divisão propriamente dita.

MITOSE ou CARIOCINESE

Fase G1(gaps= intervalo) -é a primeira fase de crescimento. É um período de intensa atividade bioquímica, no qual a célula cresce em volume e o número de organitos aumenta;

Fase S-é a fase em que o DNA é replicado. Esta é a fase de síntese (S) de DNA. Cada cromossomo é duplicado longitudinalmente, passando a ser formado por duas cromátides. Nesta etapa numerosas proteínas também são sintetizadas. A síntese do DNA ocorre, portanto, somente neste período da interfase, denominado S ou sintético;

Fase G2-é a segunda fase de crescimento. Durante o período G2 a célula possui o dobro (4C) da quantidade de DNA presente na célula diplóide original (2C). Esta fase conduz diretamente á mitose e permite formar estruturas com ela diretamente relacionadas, como as fibras do fuso acromático.

Fase M (mitose):a citocinese -quando a célula se divide em duas células-filhas.

Esta divisão celular ocorre em dois períodos: Intérfase (período onde não houve divisão ainda, a célula estáse preparando para se dividir) e a divisão propriamente dita.

MITOSE ou CARIOCINESE A mitose se divide em quatro fases fundamentais: Prófase, Metáfase, Anáfase e Telófase.

Prófase (pro = antes):em atividade o centro celular que evolui e acaba por originar dois outros, funcional e estruturalmente iguais. Noinício da divisão, quando os filamentos de cromatina aparecem enovelados, na forma de cromossomo, eles jáestão duplicados (foram duplicados na interfase). Ao longo da prófase, os filamentos de cromatina sofrem um progressivo enrolamento, tornando-se suficientemente condensados para serem visualizados ao microscópio óptico sob a forma de cromossomos, com duas cromátides.

•Pró-metáfase: éo curto período de transição da prófase para metáfase. A transformação deste período éa desintegração da membrana nuclear (ela incorpora-se ao RER). Os cromossomos então se dirigem àregião equatorial da célula, aonde vão se prender as fibras do fuso por meio de seus centrômeros.

Metáfase (meta = depois): Os cromossomos duplicados estão presos pelo centrômero às fibras do fuso acromático, ocupando a região mediana da célula. Os cromossomos alinhados nessa região formam a chamada placa equatorial, com as cromátides-irmãs voltadas uma para cada pólo da célula.

Prófase

Metáfase

Anáfase Telófase

MITOSE ou CARIOCINESE

Anáfase (ana = para cima):tem início a divisão longitudinal dos centrômeros separação das duas cromáticas de cada cromossomos. Os centrômeros finalmente se dividem, permitindo a separação das cromátides, que são arrastadas para pólos opostos da célula, pelo encurtamento dos filamentos do fuso. Enquanto estes fatos ocorrem, inicia-se o estrangulamento citoplasmático de fora para dentro. Tem início a desespiralização dos cromossomos.

Telófase (telo = final):Háadescondensaçãodos cromossomos, desaparecimento das fibras. Ocorre a divisão do citoplasma (citocinese) e a formação das duas células filhas idênticas.Uma vez nos pólos, inicia-se a desespiralização dos cromossomos, que se transformam em massas de cromatina.

A principal característica desse processo de divisão éo fato dele dividir pela metade o número de cromossomos de uma célula. Assim, todas as células de um homem normal apresentam 46 cromossomos, e as células filhas apresentarão apenas 23 cromossomos. Contudo este processo origina não apenas duas células filhas, como na mitose, mas origina quatro células que apresentam a metade do número de cromossomos da célula mãe.

Divisão celular onde uma célula dáorigem a quatro células, cada uma com a metade do número de cromossomos da célula original.

Na meiose ocorrem duas divisões fundamentais:

a divisão I, ou divisão reducional: A divisão I éreducional, porque o número de cromossomos fica reduzido para metade; e a divisão I, ou divisão equacional: éequacional, pois mantém-se o número de cromossomos, diminuindo-se apenas a quantidade de DNA (Q).

Meiose I ou Reducional= com as seguintes fases:

•Prófase I (subdivide-se em : Leptóteno, Zigóteno,Paquóteo, Diplóteno e Diacinese): Os cromossomos encurtam e engrossam. (condensação). Ocorre emparelhamento de cromossomos homólogos –sinapses. Ao dar-se o emparelhamento surgem pontos de cruzamento entre 2 cromátides dos cromossomos homólogos. Ocorre o fenômeno decrossing-over -recombinação de genes de cromátides de cromossomos homólogos. Inicia-se a formação do fuso acromático;

•Metáfase I: Os pares de cromossomos ligam-se amicrotúbulosdo fuso acromático pelos centrômeros, e dispõem-se no plano equatorial aleatoriamente;

•Anáfase I: os centrômeros são levados em direção a pólos opostos;

•Telófase I: Os cromossomos descondensam-se. Desaparece o fuso acromático. Reconstitui-se a membrana nuclear. Inicia-se a individualização de dois núcleos haplóides, que têm metade do número de cromossomos do núcleo diplóide inicial.

Seguindo-se a telófase I, existe uma interfase de curta duração onde não ocorre replicação do DNA. Nesta fase, o número de cromossomos éhaplóide, porém cada cromossomo possui duas cro mátides.

Meiose I ou Equacional=com as seguintes fases:

Prófase I; Metáfase I; Anáfase I; e Telófase I.

Resumo comparativo: MITOSE X MEIOSE

-Prófase da mitose: cromossomos homólogos não se pareiam. -Prófase da meiose: cromossomos homólogos pareiam-se.

-Metáfase da mitose: placa equatorial formada pelos cromossomos duplicados. -Metáfase da meiose: placa equatorial formada pelas tétrades.

-Anáfase da mitose: divisão do centrômero, na meiose, não háa divisão.

-Telófase da mitose: 2n cromossomos duplicados. -Telófase da meiose: n cromossomos duplicados.

A mitose ocorre em todas as células somáticas do corpo e, por meio dela, uma célula se divide em duas, geneticamente semelhantes à célula inicial. Assim, éimportante na regeneração dos tecidos e no crescimento dos organismos multicelulares. Nos unicelulares, permite a reprodução assexuada.

Jáa meiose sóocorre em células germinativas, com duas divisões sucessivas. A célula-mãe se divide em duas, que se dividem de novo, originando quatro células filhas com metade dos cromossomos da célula inicial: são os gametas, geneticamente diferentes entre si.

Erro na meiose: Aberrações Cromossômicas

Alterações estruturais:Os cromossomos podem partir-se e soldar-se novamente. •Cromossomo normal:A B C _ D E F

•Deficiência:perda de uma parte do cromossomo: A --D E F

•Duplicação:presença de um segmento extra, que pode-se originar de umcrossing-over desigual. A B C A B _ D E F

•Inversão:um segmento do cromossomo destaca-se e solta-se na posição invertida: A C B _ D E F

Alterações nu méricas:

(Parte 1 de 2)

Comentários