Complicações de otites

Complicações de otites

(Parte 4 de 5)

2 . A b s c e s s o de

B e z old a b s c e s s t e m poral

L a birintite m e n i n gite

A b s c e s s o

S u bdural s i m não

E x t e nsão a l é m do e s paço t í m p a n o m a s t ó i d e

Ou F e bre

+ p r o ptose a u r i c ular M a s t o i d e c t o mia s i m ples

M a s t o i d e c t o mia + d r e n a g e m de a b s c e s s

S i m

L a birintite s u p u r a t i v a p e r da a u ditiva p r o f u n da

+ v e r t i g e m i n c a p a c i t a nte

E v olução a pós

Boa insatisfatória Não l a birintite s e r osa

Atb 3

Atb o u m a s t o i d e c t o mia

C o n t i n uar

Atb

P u nção l o m bar

Atb 3 utir c/ n e u r o c i r u r gia n e c e s s i d a de de d r e n a g e m (por via de a c e s s s e p a r a da)

S i de o s s os t e m porais e crânio c e f a l o s porina

C e f t r i a x o na/

C e f o t a x i ma q u i n o l o nas r e s piratórias A T dose d o b r a da para c o m bater infecção e m

S i n t o mas n e u r o l ó g i c os?

Mastoidite c r ônica

Não T de o s s os t e m porais

A b s c e s s o s u bperiosteal p e t r osite

L a birintite

A b s e s s o e pidural

T r m b o f l e bite séptica do seio s i g m óide

C i r u r gia a d e q u a da p/ d o e nça (vide q u a d r o u birintite/ fístula l a biríntica

* M a s t o i d e c t o mia

( a d e q u a da p/ d o e nça)

* r e m oção do tec de g r a n ulação

* E x posição de t o da dura a c o metida

* R e p a r o do defeito da d u r a , se e n c o n t r a do

A b c e s s o s u bdural S i de o s s os t e m porais e crânio

Avaliação n e u r o c i r u r gica m e n i n gite mín

3 s e m a nas s e m a nas

A n t i g o a gulação se:

p r o gressão do t r m bo e x t e nsão o u t r os sítios

3 . défcits n e u r o l ó g i c os bre p e r s i s t e nte n ô m e n os m b ó l i c os

1 . mastoidite c r ônica:

m a s t o i d e c t o mia a d e q u a da p/ d o e p e t r osite:

m a s t o i d e c t o mia r a dical a b o r d a g e do ápice p e t r o s o ( p e t r o s e c t o mia l a birintite/ fístula: m a s t o i d e c t o mia a d e q u a da para

D o e nça; p e t r o s e c t o mia r e p a r o de fístula l a b i r í n t i c a , se e n c o n t r a

3 se s u s peita de l a birintite s u purativa 4 .

d e s c m pressão do f a c i a l , s e a brir a b a i n ha

C o n t r ole da c e f t a z i d i ma + nafcilina

+ m e t r o n i d a z ol

(Parte 4 de 5)

Comentários