Doença de mãos, pés e boca

Doença de mãos, pés e boca

  • PATOLOGIA ORAL

  • Claudia Pimenta

  • Jessyca Pena

  • Pedro Ramos

  • Sara Xavier

  • Doença das mãos, pés e boca

Etiologia:

  • Etiologia:

    • Causada pelo Enterovírus coxsackie A-16;
    • Foi relatada primeiramente por Robinson e colaboradores em 1958;
    • O primeiro surto reconhecido da doença foi em Toronto, Canadá.

Características clínicas:

  • Características clínicas:

    • Afeta primariamente crianças pequenas, entre os 6 meses e os 5 anos de idade;
    • Aparecimento de lesões maculopapilares, exantemáticas e vesiculares na pele;
    • Mãos, pés, pernas, braços e algumas vezes nádegas.

Sinais e Sintomas:

  • Sinais e Sintomas:

    • Anorexia;
    • Febre;
    • Coriza;
    • Linfoadenopatia;
    • Diarréia;
    • Náuseas;
    • Vômitos.

Transmissão:

  • Transmissão:

    • De criança para criança. Usualmente o período de incubação é de 4 a 6 dias.
    • Contato das mãos e pés com a mucosa bucal.

MANIFESTAÇÕES BUCAIS:

  • MANIFESTAÇÕES BUCAIS:

    • Sensibilidade Dolorosa da mucosa bucal;
    • Recusa dos alimentos;
    • Lesões bucais vesiculares e ulcerativas;
    • Localização:
        • Palato duro;
        • Língua;
        • Mucosa da bochecha;
        • < Lábios Gengiva e Faringe, incluindo as amigdalas.

Dados Laboratoriais:

  • Dados Laboratoriais:

    • Inclusões virais intracitoplasmáticas;
    • Aumento na quantidade de anticorpos contra coxsackie A-16;
    • Diagnóstico diferencial:
      • Herpes Simples

Tratamento:

  • Tratamento:

    • Sintomático
    • Medidas que orientam todas as virose de uma maneira geral:
      • Repouso;
      • Alimentação leve;
      • Boa ingestão de líquidos;
      • Antitérmico.

Prognóstico:

  • Prognóstico:

    • Favorável;
    • Costuma desaparecer no período de 7 a 15 dias.

Comentários