Apostila de química 2 - ceesvo - eja - 2

Apostila de química 2 - ceesvo - eja - 2

(Parte 6 de 8)

• Cloreto de magnésio - MgCl2; • Sulfato de magnésio - MgSO4;

• Sulfato de cálcio - CaSO4; • Cloreto de potássio - KCl

• Carbonato de cálcio - CaCO3; • Brometo de potássio - KBr.

Vamos considerar dois copos com água. Num deles iremos dissolver HCl (ácido clorídrico) e no outro, igual quantidade de NaOH (hidróxido de sódio).

HCl(aq) NaOH(aq)

Agora vamos misturar ambas as soluções e observar a reação química!

Ao misturarmos as duas soluções, ocorre uma reação entre os íons H + e OH -,

formando água. Essa reação é chamada de neutralização.

H+ + OH-→ H2O
HCl(aq) + NaOH(aq)Na+
(aq)Na+
Química Apostila I- CEESVO

Solução aquosa (aq), ou seja, em água.

A neutralização faz com que os íons H+ e OH - presentes em uma solução se transfor- mem em água e, dessa forma, permanecem na solução apenas os íons Na+ e Cl -. A reação em estudo pode ser representada por meio da seguinte equação química:

Depois de misturar as soluções e provocarmos a evaporação completa da água,
restará no fundo do recipiente um pó branco, que é o cloreto de sódio - NaCl(S). Esse

composto pertence ao grupo de substâncias químicas chamadas sais.

Ao nosso redor existem vários sais que fazem parte da constituição de diversos

materiais, tais como:

• Carbonato de cálcio - CaCO3, que é encontrado nas cascas de ovos, na pérola e nos recifes de coral, também é um dos sais mais espalhados na crosta terrestre. O

solo calcário é rico em carbonato de cálcio (CaCO3) o mármore é uma variedade

natural desse mineral, onde é utilizado em monumentos, pias, escadas, etc. Temos que lembrar que é uma substância muito importante na fabricação da cal virgem

(CaO2), da qual se obtém a cal hidratada - Ca(OH)2 , para esse fim se utiliza o calcário.

Observe a reação química:

CaCO3(s) → CaO2(s) + CO2(g)

aquecimento

Percebam que na reação química, onde o reagente carbonato de cálcio - CaCO3
com a água - H2O se transforma na cal hidratada ou hidróxido de cálcio - Ca(OH)2

através do aquecimento é transformado nos produtos cal virgem ou óxido de cálcio - CaO2 e dióxido de carbono ou gás carbônico - CO2. Agora quando a cal virgem - CaO2 reage Observe a reação química da para a obtenção da cal hidratada.

CaO2(s)+ H2O(l) → Ca(OH)2(s)
HCl(aq) + NaOH(aq)NaCl(aq) + H2O(l)

Sal é um composto iônico que contêm um cátion (Na+) que proveniente da base (hidróxido de sódio - NaOH) e um ânion proveniente de um ácido (ácido clorídrico - HCl)

Química Apostila I- CEESVO

Atenção: Cal é uma palavra feminina.

Na nossa região, temos duas indústrias que fazem a extração calcária para a produção de cal e cimento, que são a Votoran e a Minercal.

• Cloreto de sódio (NaCl) ou o sal, além de ser usado para dar sabor à comida, tem a importância na conservação de alimentos (carne-seca, bacalhau, etc.), na composição do soro fisiológico medicamento que é usado para combater a desidratação.

• Carbonato de sódio (Na2CO3), também conhecido como barrilha ou soda, é

empregado no tratamento de água para o consumo da população, no tratamento da água da piscina (para evitar que a água fique muito ácida) e na fabricação de vidro comum.

barrilha + calcário + areia → vidro comum ∆

• Sulfato de cálcio (CaSO4) está presente no gesso e no giz, por exemplo.

Alguns sais possuem aplicações relevantes em medicina (veja exemplos na tabela). O ser humano precisa ingerir diariamente pequena quantidade de sais adequados, que estão presentes em muitos alimentos, pois fornecem íons necessários ao bom funcionamento de nosso organismo. Alguns exemplos desses íons e de suas funções biológicas no corpo humano são mostrados no esquema a seguir.

ra Moderna, São Paulo, 1999

Fonte: PERRUZZO, Tito Miragaia e CANTO, Eduardo Leite. Química na abordagem do Cotidiano.1a. Edição, Edito- Química Apostila I - CEESVO

Aplicação médica de alguns sais Nome Fórmula Aplicação

Bicarbonato de sódio NaHCO3 Antiácido

Carbonato de amônio (NH4)2CO3 Expectorante

Carbonato de lítio Li2CO3 Antidepressivo

Cloreto de Amônio NH4Cl Acidificante do tubo digestivo Cloreto de sódio NaCl Soro fisiológico

Fluoreto de estanho I SnF2 Fortalecimento do esmalte dental

Iodeto de sódio ou potás- sio NaI ou KI Fonte de iodo para tireóide

Nitrato de potássio KNO3 Diurético

Nitrato de prata AgNO3 Germicida usado nos olhos de re- cém-nascidos

Permanganato de potássio K2MnO4 Antimicótico

Sulfato de bário BaSO4 Contraste em radiografia intestinal

Sulfato de cálcio CaSO4 Gesso para fraturas

Sulfato de ferro I FeSO4 Fonte de ferro para anêmicos Sulfato de Magnésio MgSO4 Laxante

Química Apostila I - CEESVO

Química Apostila I- CEESVO

Assim teremos:

O dióxido de carbono (CO2) é um gás extremamente tóxico e pode causar desde

ligeira dor de cabeça até a morte, dependendo da quantidade inalada. Ele não tem cheiro nem cor. Uma das principais impurezas que existem nos derivados de petróleo (gasolina, óleo

diesel, etc.) e no carvão mineral quando sofrem a combustão é o enxofre (S2). Quando esses combustíveis são utilizados, a queima produz o dióxido de enxofre (SO2), um óxido ácido de cheiro irritante.

Na atmosfera, o dióxido de enxofre (SO2) reage com o oxigênio (O2)e se transforma lentamente em trióxido de enxofre (SO3), outro óxido ácido. O trióxido de enxofre (SO3) formado reage com a água da chuva, produzindo ácido sulfúrico (H2SO4).

Dentro do motor dos automóveis ocorre a entrada de ar (O2 - gás oxigênio) para que ocorra a combustão (gás comburente - O2). Só que junto com ele entram outros gases que compõem o ar atmosférico, que não deveriam tomar parte da combustão, mas não temos como evitar. Devido à alta temperatura do motor internamente acaba ocorrendo a reação entre o dois componentes mais abundantes do ar, o gás nitrogênio (N2) e o gás oxigênio

Numa visão simples, óxido é todo composto químico formado pelo

Metal + oxigênio = óxido molecular elemento químico oxigênio ligado a um elemento metal ou ametal.

ametal se combinando a outro
molecular (lembre-se de que os

Uma vez que o oxigênio é um elemento ametal, forma-se um óxido compostos moleculares são formados por átomos de ametais unidos por ligações covalentes, ou seja compartilhamento de elétrons).

2SO2 (g) + ½ O2 (g) → 2SO3 (g)
Uma vez na atmosfera, o nitrogênio (N2) reage com o oxigênio (O2) do ar e se

41 transforma em dióxido de nitrogênio (NO2).

Este que ao reagir com a água da chuva (H2O) produz o ácido nítrico (HNO3) e

ácido nitroso (HNO2). O ácido nítrico é um ácido forte.

O ácido nítrico é um ácido forte como o ácido sulfúrico, assim ambos são responsáveis pelo fenômeno da chuva ácida. Ela é responsável por inúmeros problemas, dentre os quais destacamos:

(Parte 6 de 8)

Comentários