Saúde do Adulto

Saúde do Adulto

(Parte 2 de 5)

O que deve ser avaliado:

•Riscos familiares (obesidade, hipertensão, infarto do miocárdio, artrose e diabetes, etc.);

•Atividades da vida diária (higiene, alimentação, vestuário, locomoção, trabalho);

•Nível pressórico;

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

I -ANAMNESE DO ADULTO (anexo 1)

•Hábitos e vícios (sexual, alimentar, tabaco, álcool, drogas, etc.); •Perfil psicológico (ansiedade, depressão, estresse, etc.);

•Risco para câncer de mama, colo de útero, pele, cavidade oral e próstata;

•Deficiência sensoriais (auditiva, visual), funcional, cognitiva (memória, atenção), linguagem;

•Distúrbio de equilíbrio e riso de queda;

•Medicação: orientação, revisão do uso e transcrição;

•Colesterol, triglícéridese glicemia de jejum.

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

(anexo 1) O que orientar:

•Atividade física regular; •Hábitos e vícios (abandono);

•Alimentação com calorias adequadas e balanceadas;

•Adequação para a segurança ambiental;

• Fotoproteção solar;

•Medicamentos: só fazer uso dos prescritos, evitar a polifarmácia;

• Vacinação;

•Sexo seguro.

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

1 -CONCEITO

Ocorre quando a pressão arterial sistólicaé igual ou maior que 140 mmHge a diastólicaé igual ou maior que 90 mmHg, segundo as IV Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial.

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

2 -CLASSIFICAÇÃO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL

PAS mmHgPAD mmHgClassificação

O valor mais alto de sistólicaou diastólicaestabelece o estágio do quadro hipertensivo. Quando as pressões sistólicae diastólicasituam-se em categorias diferentes, a maior deve ser utilizada para classificação do estágio.

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

3 -RECOMENDAÇÕES PARA SEGUIMENTO (prazos máximos para reavaliação)*

Pressão Arterial inicial (mmHg)**Seguimento Sistólica Diastólica <130<85Reavaliar em 1 ano 130 -13985 -89Reavaliar em 6 meses*** 140 -15990 -99Reavaliar em 2 meses*** 160 -179100 -109Confirmar em 1 mês***

180 110Intervenção imediata ou reavaliar em 1 semana***

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

*Modificar o esquema de seguimento de acordo com a condição clínica do paciente.

**Se as pressões sistólicaou diastólicaforem de estágios diferentes, o seguimento recomendado deve ser definido pelo maior nível pressórico.

*** Considerar intervenção de acordo com a situação clínica do paciente (fatores de riscos, maiores, comorbidadese danos em órgãos alvos).

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

4 -FLUXOGRAMA DE ATENDIMENTO

* Os grupos de busca ativa devem contar com profissional médico ou enfermeira(o).

**Fatores de risco:

tabagismo, dispilidemias, diabetes mellitus, idade acima de 60 anos, história familiar de doença cardiovascular em mulheres com menos de 65 anos e homens com menos de 5 anos.

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

4 -FLUXOGRAMA DE ATENDIMENTO

Obs.:O atendimento de

enfermagem é realizado pelo Auxiliar de Enfermagem para verificação de pressão arterial e orientações sobre o tratamento.

A periodicidade deve ser estabelecida pelo médico/enfermeira(o) da equipe.

O cliente portador de hipertensão arterial não controlada deverá passar por consulta de enfermagem e a periodicidade depende da avaliação individual.

PROTOCOLOS DE ENFERMAGEM SMS SÃO PAULO 2003

5 –CONSULTA DE ENFERMAGEM A –PRIMEIRA CONSULTA DE ENFERMAGEM

•Identificação: sexo, idade, raça, condição socioeconômica e profissão;

(Parte 2 de 5)

Comentários