Roteiro de práticas morfologia

Roteiro de práticas morfologia

(Parte 1 de 3)

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

CCAA – CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL

ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS

MORFOLOGIA VEGETAL

Adaptado por Prof ª Cyntia Maria Wachowicz

Fonte: CROOPE, Sílvia M.S.; CAETANO, Zaor; STRAUBE, Guido A. Botânica em Módulos. Apostila de Aulas Práticas de Botânica. Dep. de Botânica. UFPR. 125 p. 1989.

SÀO JOSÉ DOS PINHAIS

2009

PRÁTICA 1: MICROSCOPIA ÓPTICA

MATERIAL

► Microscópio óptico (M.O.)

► Letras de jornal (H, A e F)

► Lâminas e lamínulas

► Conta-gotas e água

► Papel filtro

► Pinça

► Material de desenho

► Tesoura

PROCEDIMENTO

  1. Recortar as letras H, A e F maiúsculas, bem pequenas, de um jornal. Colocar sobre uma lâmina previamente limpa. Pingar com um conta-gotas uma ou duas gotas de água e recobrir com lamínula. Retirar o excesso de água com papel de filtro. Desenhar a olho nu.

  1. Levar a lâmina preparada ao M.O., observar e desenhar cada uma das letras com o menor aumento, aumento médio e maior aumento, tendo o cuidado de fornecer o número de aumentos de cada uma das observações.

  1. Calcular o aumento menor, médio e maior de cada uma das imagens.

Questionário

  1. Quais as partes ópticas e mecânicas do M.O.?

  2. Como calcular o aumento fornecido pelo M.O.?

  3. Baseado em suas observações que conclusão você tira quanto as imagens obtidas ao M.O.?

PRÁTICA 2: CÉLULA VEGETAL

MATERIAL

► Cebola

► Lugol (2%)

► Glicerina, conta-gotas

► Lâmina, lamínula

► Microscópio

► Gilete, papel-filtro

► material de desenho

PROCEDIMENTOS

  1. Retirar um fragmento de um catáfilo de cebola de modo a obter sua epiderme interna. Montar uma lâmina recobrindo o material apenas com lamínula. Levar ao M.O., observar os diferentes componentes celulares e desenhar.

  1. Utilizando o mesmo material do procedimento anterior, levantar a lamínula e acrescentar uma gota de lugol ou azul de metileno. Recolocar a lamínula, observar ao M.O. e desenhar.

  1. Ainda com o mesmo material, retirar a lamínula e adicionar glicerina (ou outra solução salina). Observar ao M.O. e desenhar.

Questionário

  1. Compare uma célula animal com uma vegetal

  2. Quais as estruturas celulares que podemos evidenciar com o uso de corante?

  3. O que é plasmólise? Para que serve e como podemos plasmolisar uma célula?

PRÁTICA 3: PAREDE CELULAR

MATERIAL

► Fibras de algodão

► Papel de filtro, conta-gotas

► Gilete

► Ac. Sulfúrico comercial

► Lugol 2%

.

PROCEDIMENTO

  1. Retirar de um chumaço de algodão algumas fibras e colocá-las sobre uma lâmina. Em seguida, tratá-las com ácido sulfúrico comercial e aguardar alguns segundos. Acrescentar algumas gotas de lugol, cobrir com lamínula, observar ao M.O. e desenhar.

QUESTIONARIO

  1. Qual a composição química da celulose? Cite algumas de suas propriedades.

  2. Qual a função da celulose na parede celular?

PRÁTICA 04: Cristais

MATERIAL

► Folhas de Ficus, pecíolo de begônia e de aráceas (costela-de-adão)

► Água, lâmina e lamínula

► Conta-gotas, papel de filtro, gilete

PROCEDIMENTOS

  1. Realizar finos cortes transversais no limbo da folha de Ficus. Montar em lâmina e lamínula com água. Observar ao M.O. a epiderme pluriestratificada, e nela os cistólitos. Desenhar.

  2. No pecíolo da folha de begônia realizar finos cortes transversais. Montar em lâmina e lamínula com água. Observar ao M.O. as células portadoras de monocristais e drusas. Desenhar.

  3. No pecíolo da folha de costela-de-Adão, realizar finos cortes transversais. Montar em lâmina com água e cobrir com lamínula. Observar ao M.O. as células contendo ráfides e desenhar.

QUESTIONARIO

  1. Classificar os cristais quanto a sua composição química.

  2. Relacione os cristais que podem ocorrer nas células vegetais.

  3. Quais as funções dos cristais nas células vegetais?

  4. Qual o elemento (organela) celular que contém os diferentes tipos de cristais?

PRÁTICA 05: PLASTÍDIOS

MATERIAL

► Fruto da bananeira, tubérculos de batata, grãos de feijão e caule de coroa-de-cristo

► Água, lugol, conta-gotas.

► Papel de filtro, lâminas, lamínulas, gilete, estilete.

► Folhas de Elodea, algas.

PROCEDIMENTOS

  1. Montar diferentes lâminas raspando: a polpa do fruto da bananeira, o tubérculo da batata, o grão de feijão. Acrescentar água e lamínula e observar ao M.O. as células com amiloplastos. Desenhar

  2. Utilizando a mesma preparação anterior, colocar ou acrescentar algumas gotículas de lugol, observar ao M.O. e desenhar.

  3. Fazer um esfregaço com o látex da coroa de cristo sobre uma lamina, adicionar lugol e lamínula. Observar ao M.O. os amiloplastidios em forma de osso (balansin) e desenhar.

  4. Realizar cortes tangenciais na folha de Elódea, montar em lâmina com água e lamínula. Observar ao M.O. os cloroplastídios e desenhar.

QUESTIONÁRIO

  1. Qual a finalidade do lugol na pratica de amiloplastídios?

  2. Qual a constituição e estrutura de um grão de amido?

  3. Qual a função do amido nas plantas?

(Parte 1 de 3)

Comentários