Apostila Desenho Técnico

Apostila Desenho Técnico

(Parte 1 de 14)

Anotações

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo Setor de Representação Gráfica e T ecnologia

Apresentação

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Setor de Representação Gráfica e T ecnologia Notas de Aula de Desenho Técnico e Desenho Arquitetônico

Luiz Fernando Reis e Emmanoel de Moraes Barreto

Página 01

1. APRESENT AÇÃO

Estas Notas de Aula destinam-se aos alunos dos cursos da Universidade Federal de V içosa que requerem conhecimentos de Desenho Técnico. O material foi dividido em duas partes: - Desenho Técnico, com conteúdo que apresentará os elementos básicos da representação gráfica, tais como o material básico e desenho, sua utilização , normas de representação, noções de projeções, vistas ortográficas, perspectiva isoméwtrica, além das normas básicas de cotagem. - Desenho Arquitetônico, onde serão estudados os elementos básicos da representação de um projeto arquitetônico

Luiz Fernando Reis Emmanoel de Moraes Barreto

Anotações

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo Setor de Representação Gráfica e T ecnologia

Apresentação

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Setor de Representação Gráfica e T ecnologia Notas de Aula de Desenho Técnico e Desenho Arquitetônico

Luiz Fernando Reis e Emmanoel de Moraes Barreto

Página 02

2. FORMA T O S D E P APEL

Os formatos de papel para a execução dos desenhos técnicos são padronizados. Eles são agrupados em séries, das quais a mais utilizada é a série DIN A (Deutsch Industrien Normen A), originária da Alemanha. A base desta série é o formato A , constituído por um retângulo com as dimensões 841 m x 1 189 m, que corresponde a, aproximadamente, 1m .

Os demais formatos são obtidos pela bipartição do Formato A0, conforme mostra a figura abaixo.

Anotações

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo Setor de Representação Gráfica e T ecnologia

Apresentação

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Setor de Representação Gráfica e T ecnologia Notas de Aula de Desenho Técnico e Desenho Arquitetônico

Luiz Fernando Reis e Emmanoel de Moraes Barreto

Página 03 Rótulo

Margem de desenho

Margem de refilamento ou corte Área de desenho

Um formato é sempre delimitado por duas margens: a) Margem de refilamento, que corresponde ao limite do formato, ou seja, é a margem de corte da folha correspondente ao formato; b) Margem de desenho, que delimita a área útil do formato, onde é realizada a representação gráfica.

A margem esquerda de qualquer formato é sempre de 25 m, com o objetivo de facilitar o arquivamento de cópias do desenho. A demais margens podem variar , segundo o formato de papel, conforme mostra o quadro abaixo:

Anotações

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo Setor de Representação Gráfica e T ecnologia

Apresentação

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Setor de Representação Gráfica e T ecnologia Notas de Aula de Desenho Técnico e Desenho Arquitetônico

Luiz Fernando Reis e Emmanoel de Moraes Barreto

Página 04

Para arquivamento, o formato utilizado é o A4. Portanto, todo formato depois de dobrado deverá adotar as dimensões deste formato, c onforme mostram o s exemplos a seguir:

Formato A3 (297mmx420mm) Formato A2 (420mm x 594mm)

Formato A1 (594mm x 841mm)

Anotações

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo Setor de Representação Gráfica e T ecnologia

Apresentação

UFV - CCE - Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Setor de Representação Gráfica e T ecnologia Notas de Aula de Desenho Técnico e Desenho Arquitetônico

Luiz Fernando Reis e Emmanoel de Moraes Barreto

Página 05

3. INSTRUMENT OS UTILIZADOS

A meta de todo profissional é a obtenção de um desenho rápido e preciso, capaz de fornecer todas as informações necessárias à concretização de seu projeto. O desenho original,feito à lápis, servirá de base para a reprodução à tinta, ou através de cópias obtidas mecanicamente.

(Parte 1 de 14)

Comentários