Auditoria Basica

Auditoria Basica

(Parte 1 de 19)

www.ResumosConcursos.hpg.com.br

Apostila: Auditoria – por Desconhecido

Apostila de Auditoria

Assunto:

AUDITORIA

Autor:

DESCONHECIDO

I

- FORMAÇÃO DO AUDITOR

II

- CRISES NAS EMPRESAS

III

- TEORIA DA PERDAS NA EMPRESA

IV

- CÓDIGOS SECRETOS DE AUDITORIA

V

- PROCESSOS DE AUDITORIA

VI

- DIVERSOS MATERIAIS DOS QUAIS OS AUDITORES, NO SENTIDO GENÉRICO, DEVEM UTILIZAR DURANTE O DESEMPENHO DO TRABALHO AUDITADO.

VII

- PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA PÔR ÁREAS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

VIII

- RISCOS DE AUDITORIA

IX

- CARTA DE RESPONSABILIDADE DA ADMINISTRAÇÃO

X

- CONTROLES INTERNOS

XI

- PAPÉIS DE TRABALHO EM AUDITORIA- PTA’s.

XII

- FINS PARA OS QUAIS UMA AUDITORIA PODE SER AUDITADA

XIII

- LIVROS E OUTROS REGISTROS DE ADOÇÃO

OBRIGATÓRIA NAS EMPRESAS

XIV

- PROGRAMAS DE AUDITORIA

XV

- FRAUDES NAS EMPRESAS

I - FORMAÇÃO DO AUDITOR

1. IDENTIFICAÇÃO DO AUDITOR - REQUISITOS PESSOAIS:

1.1. Ser cidadão em pleno gozo dos seus direitos civis e políticos;

Ser brasileiro nato ou naturalizado;

Ser contador e sua especialidade ser a auditoria;

1.2. Ser portador de saúde física e de saúde mental;

1.3. Estar quite com o serviço militar (sendo masculino);

1.4. Ser Portador de Título eleitoral;

1.5. Ser cadastrado no C.P.F.;

1.6. Ser portador de carteira de identidade civil;

1.7. Ter capacidade Técnica e Científica (de fato) > conhecimento com especialidade em auditor;

1.8. Ter capacidade legal - Registro no CRC e no IBRACON (de juris);

1.9. Ter capacidade moral (reputação positiva);

1.10. Ter reputação ilibada;

- Capacidade Legal: Capacidade de direito, de está registrado no órgão que regula a profissão, deve ser comprovada apresentado no órgão que regula a profissão, deve ser comprovada apresentando o registro no órgão competente.

2. PERFIL DO AUDITOR - ATRIBUTOS INDIVIDUAIS:

2.1- Ter boa cultura e largo aspecto técnico. Cultura geral e uma visão larga da profissão;

2.2- Ter sólida constituição psicossomática para suportar as vicissitudes inerentes a própria função.

- Condições físicas e psicológicas - não ser portador de deficiência física.

- Somos: corpo físico espiritual e físico, isto é, corpo e alma (corpos et anima).

- Somos de modo que está sólida constituição ele possa enfrentar ladrões, homicidas.

2.3- Ser reconhecido e respeitado pôr todos pôr sua experiência e conhecimento na especialidade;

- Ser reconhecido de uma conduta irrepreensível no desempenho da profissão.

2.4- Ter habilidade no relacionamento humano.

- Ser flexível e capaz de conduzir ao final uma ampla variedade de relações pessoais.

- SER FLEXÍVEL: Admirar que seja contestado, muito embora permaneça seu ponto de vista. - nunca procurar dispersonificar aquele que erra, tratar como ser humano.

2.5- Ser treinado e capaz de conduzir uma reunião. Ter condições de falar inesperadamente sobre assuntos do trabalho.

2.6- Ser hábil na comunicação oral e escrita.

2.7- Ser pontual e organizado.

- Pontual: horário foi feito para ser cumprido organizado: não ser relaxado, organização em todos os sentidos / cumprido.

- Organizado: não ser relaxado, organização em todos os sentidos. / cumprir horários e justificar atrasos para seu superior e subordinados para que estes justifiquem quando acontecer.

2.8- Ter humildade para reconhecer sua posição de relatar apenas o que foi verificado.

- Relatar apenas o que pedido.

2.9- Ser discreto, tolerante, político, educado, persistente, objetivo, prudente e cuidadoso sem desgaste de sua individualidade.

- Ter sólida personalidade.

- Tolerante: só para as condutas toleráveis, ter bom trato para com as outras, adaptar-se ao ambiente que está, tomar atitudes que tenham sentido, procurar provas que não possam ser contestadas.

2.10- Ter capacidade de chefia e de liderança entre chefes, colegas e subordinados.

2.11- Ter integridade moral e honestidade de propósitos.

2.12- Ter capacidade de análise para que possa separar o trivial do importante e julgar de forma independente os problemas que examinar.

- Pensar sobre o problema parra poder dar opiniões fundamentadas.

2.13- Ter capacidade de trabalhar em grupo e em condições difíceis.

- Para se fazer auditoria de campo esta qualidade é importantíssima.

2.14- Ter experiência anterior e vivência na participação de auditorias.

FONTE: In - Auditorias de Qualidade.

Rebelo e Antônio CR

1ª edição RJ.-1995.

3. ATRIBUTOS PESSOAIS:

3.1- Ter suficiente desembaraço para si comunicar de modo fluente, tanto verbalmente como pôr escrito:

- Indivíduo comunicativo, o auditor deve ser extrovertido, a introversão é negativa.

- Ter palavra franca para dizer sempre a verdade.

3.2- Ter mentalidade aberta e madura:

- Não pode ter uma mentalidade fechada.

- Não pode ser movido pôr circunstâncias pessoais.

3.3- Só fazer julgamentos dignos de confiança:

- Ser julgado merecedor de confiança. Opinião fundamentada e independente - Tudo tem que ser comprovado c/fotografias ou c/provas materiais.

3.4- Ter tenacidade e capacidade analítica e conhecer bem a empresa analiticamente:

3.5- Ter habilidade para perceber situações reais as vezes opacificadas:

- Não pode ser um alienado, deve perceber o que acontece no meio profissional, bem como a atitude dos demais.

3.6- Ser hábil para aperceber-se com relativa rapidez de operações complexas.

- Ter condições de entender operações complexas e ter uma ampla perspectiva.

- Ter uma ampla percepção das macro e micro operações da empresa.

(Parte 1 de 19)

Comentários