Paper 2013 atividade interdisciplinarcase alpargatas

Paper 2013 atividade interdisciplinarcase alpargatas

(Parte 1 de 2)

Centro Universitário de Maringá – CESUMAR

PÓS-GRADUAÇÃO "LATO-SENSU"

MBA EXECUTIVO – Gestão empresarial

Rosângela Pozza Abs da Cruz

RA 097691-4

Heloisa Vasconcellos Lopes

RA 094124-4

PAPER – Atividade interdisciplinar

Case Alpargatas

Balneário CAMBORIU-SC

2010

Rosângela Pozza Abs da Cruz

RA 097691-4

Heloisa Vasconcellos Lopes

RA 094124-4

PAPER – Atividade interdisciplinar

Case Alpargatas

Atividade Interdisciplinar referente às disciplinas de Análise e elaboração de projeto, Gestão financeira e contabilidade gerencial, Gestão da inovação e criatividade, apresentada ao CESUMAR - Centro Universitário de Maringá, como requisito parcial da avaliação do módulo 2010B.

Balneário CAMBORIU-SC

2010

Sumário

Introdução ...........................................................................................................

4

Desenvolvimento .................................................................................................

    1. - Gestão Financeira em empresas do porte da Alpargatas............

    2. Gestão de Criatividade e Inovação- Alpargatas...........................

    3. Gestão de Projetos – Alpargatas...................................................

5

5

9

11

Conclusão ............................................................................................................

14

Referências ..........................................................................................................

18

INTRODUÇÃO

O mercado de modo geral esta em constante mutação, exigindo das empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte, uma atuação mais ativa quanto o seu planejamento financeiro, seu processo de criatividade e inovação e na utilização de ferramentas competentes em planejamento estratégico. Atribuindo projetos mais eficazes e uma atuação mercadológica mais competitiva. O publico alvo, neste contexto, se mostra mais seletivo e exigente, fazendo com que as empresas busquem sempre apresentar novidades e que as mesmas tenham uma visibilidade e aceitação lucrativa.

O presente artigo nos permite analisar uma das empresas mais atuantes do mercado calçadista nacional e internacional. Uma marca desejada pelo publico, onde seus produtos estão em constante tablóides publicitários e amplamente apresentados em todas as mídias. Uma empresa que fez com que sua marca agregue valor a seus produtos, fazendo com que uma simples sandália de borracha que dantes era sinônimo de trabalho e até falta de classe, se torne uma paixão nacional e calçando celebridades no mundo todo.

A Alpargatas, empresa que teve seu inicio em 1907, com varias fabricas no Brasil, Argentina e Uruguai, emprega atualmente 15,5 mil funcionários, e apresenta números invejáveis tanto de atuação, lucratividade e transmissão de valores através de suas marcas.

Nossa Visão é promover conforto para os pés, através da maciez e qualidade das sandálias. Garantindo que nossos clientes as comprem assiduamente.” Partindo desta visão abrangente, mas ao mesmo tempo visionaria a Alpargatas ganha o mundo.

Desenvolvimento

As empresas são analisadas de maneiras diferentes, seja por sua atuação no mercado, seu desempenho, a qualidade de seus produtos e serviços, a certificação, a responsabilidade social, a força e atuação de sua marca, bem como a preparação e talento com que a gestão financeira utiliza seus recursos para o desenvolvimento da empresa.

Uma empresa do porte da Alpargatas, onde o visivelmente apresenta crescimento e desempenha um papel de ponta no mercado brasileiro e internacional, demonstra claramente uma atuação planejada, dentro de padrões rigorosos e aplicações eficientes de seus recursos. Propicia-nos uma visão perfeita do que é gerir dentro de uma linha de condução.

1.1-Gestão Financeira em empresas do porte da Alpargatas

Para todos os tipos de negócios o processo financeiro é de extrema importância. E pensando em grandes conglomerados, onde a atuação engloba diversas empresas em lugares diferentes com produção de inúmeros itens, requer uma gestão financeira atuante, atualizada, permanentemente reciclada, com o quadro político social do país em que esta inserida, e principalmente, o papel do gestor financeiro exige liderança, controlando o onde, o quando e o porquê dos investimentos e retrações.

A definição de Kotter, sobre a atuação do gestor nos mostra este posicionamento e dos da o perfil desejado do condutor financeiro de qualquer conglomerado. “As posições no alto da hierarquia, principalmente, requerem bastante liderança para lidar com o ambiente altamente volátil na empresa. As pessoas nestes cargos têm de ser capazes de lidar com controles e sistemas de planejamento, sistemas de recursos humanos e estruturas organizacionais complexas.”

A gestão financeira mantém laços bem atrelados a contabilidade, valendo-se de dados para acelerar sua atuação e organizar seu processo. Adaptando-se para a tomada de decisão com base na situação contábil da empresa. Através destes dados podem-se vislumbrar possíveis investimentos, proporcionando ao gestor uma vasta documentação, recursos instrumentais onde possa buscar corretamente recursos para investir ou cobrir algum custo adicional. É a visão geral de todos os recursos financeiros, entradas e saídas, previsão de investimentos, custos e despesas, enfim, toda a vida financeira ativa e inativa deste complexo mundo empresarial.

No modelo econômico atual, segundo Zdanowicz (1998) onde a concorrência de mercado exige das empresas maior eficiência na gestão financeira e na aplicação correta de seus recursos, não pode se abrir espaços para indecisões e improvisações principalmente sobre o que fazer com estes recursos. Uma boa gestão de recursos financeiros reduz a necessidade de capital de giro, proporcionando maiores lucros com a redução das despesas financeiras. Se os fluxos de caixa são analisados de maneira correta, obtém-se maior segurança na utilização do capital de giro. Essa é e deve ser a, segundo Kuster (1998), preocupação constante das empresas e de seus gestores, pois os custos financeiros podem absorver valores significativos da receita operacional.

Para o profº Paulo Nunes a definição de gestão financeira engloba:

  • a determinação das necessidades de recursos financeiros (planejamento das necessidades, a inventariação dos recursos disponíveis, a previsão dos recursos libertos e o cálculo das necessidades de financiamento externo);

  • a obtenção de financiamento da forma mais vantajosa (tendo em conta os custos, prazos e outras condições contratuais, as condições fiscais, a estrutura financeira da empresa);

  • a aplicação criteriosa dos recursos financeiros, incluindo os excedentes de tesouraria (por forma a obter uma estrutura financeira equilibrada e adequados níveis de eficiência e de rentabilidade);

  • a análise econômica e financeira (incluindo a recolha de informações e o seu estudo por forma a obter respostas seguras sobre a situação financeira da empresa);

  • a análise da viabilidade econômica e financeira dos investimentos.

(Fonte WWW. knoow. net/cienceconempr/gestao/gestaofinanceira.html)

Através da divulgação de dados financeiros por parte da empresa Alpargatas, podemos analisar os números atuais e seu desempenho mercadológico, bem como o crescimento lucrativo de sua estrutura de 2009 para 2010.

Analisando somente a atuação da empresa em território nacional a Alpargatas obteve um crescimento através da receita e da lucratividade muito alem das expectativas. O quadro abaixo mostra este desempenho.

Resumo dos resultados 1º trimestre 2010 Alpargatas

Fonte site http:// ri.alpargatas.com.br

Nota-se que a atuação da Alpargatas através de seu lucro líquido foi bastante satisfatória, obtendo um crescimento de mais de 230%, com isso seu fluxo de caixa rompeu o patamar de 100%%. A atual realidade do mercado levando em consideração a valorização cambial do real em alta, a demanda mais aquecida e o giro dos estoques do varejo de calçados mais acelerado, formaram fatores relevantes para esta atuação. A Alpargatas define também que os menores custos das matérias primas e o melhor e maior desempenho da produção fabril foram principais agentes para este crescimento. A administração destes componentes foi ponto principal para obtenção dos resultados desejados e alcançados pela empresa neste 1º trimestre.

Marcio Utsch CEO coloca como considerações finais de suas explanações sobre o desempenho da Alpargatas no 1º trimestre de 2010 todas as atuações e realizações de maneira transparente e enfatiza o progresso de duas iniciativas estratégicas. (fonte site http:// ri.alpargatas.com.br)

1. Projeto Lógica:

Cadeia de suprimentos de classe mundial

Elevação do nível de serviço e redução dos custos de logística

2. Planejamento Estratégico de Longo Prazo:

Escolha das três principais plataformas de crescimento

Conquistar novos mercados e novas categorias

Aumentar o valor da Alpargatas no longo prazo

Se por um lado a gestão financeira pode e deve fazer com que a engrenagem da empresa se processe de maneira correta, hábil, eficaz e que atenda as necessidades gerais financeiras da empresa, por outro uma ma gestão pode levá-la a falência e de maneira definitiva. Casos de sucesso, empresas que crescerem e crescem ao longo dos anos. Atuantes no mercado apresentando inovações e desenvolvendo produtos e serviços de ponta, mas vemos gigantes do mercado também em derrocada.

Um caso bem recente e de grande repercusão na mídia foi o prejuízo da empresa Sadia, onde sua atuação no mercado não se limitava somente a gestão financeira direta, apresentava atuação no mercado de valores com derivados de investimentos atuando na gestão de riscos como a flutuação do dólar. Atualmente a uma grande discusão sobre de quem é a culpa deste prejuízo, que esta beirando R$ 2,5 bilhões. As chamadas operações de derivativos cambiais tóxicos. Esse tipo de instrumento financeiro tem perdas ilimitadas no caso de alta do dólar. Para Adriano Ferreira ex-diretor financeiro, a empresa sabia e compactuava com esta atuação no mercado. Este pequeno exemplo é citado para ressaltar a transparência e atuação eficaz do gestor financeiro. Onde seu desempenho pode levar a um processo também desfavorável aos rumos que a empresa quer tomar.

1.1-Gestão de Criatividade e inovação- Alpargatas

“Havaianas, todo mundo usa!” Através desta frase podemos observar que é um produto agraciado e utilizado, como bem diz por todo mundo. Seja criança, idoso, jovem, qualquer faixa etária e o que mais impressiona qualquer classe social. Mas como um produto relativamente simples, sem muito “Glamour” encanta pessoas de diversos cantos do mundo, principalmente celebridades do mundo tão seletivo como é o da moda.

Uma visão mais otimista sobre a globalização aponta a internacionalização de produtos nacionais, como ponto principal para expansão da atuação de produtos, que dantes eram somente consumidos dentro das fronteiras mercadológicas de seus países de origem.

Boone e Kurtz (2001, pag. 9) apontam a internet e acordos comerciais entre países e a independência de economias que envolvam matérias primas e produtos acabados como causa desta internacionalização. Mas como explicar a alta aceitação de um produto, tido como acessório utilizado ate pouco tempo na roça, para limpeza ou em momentos íntimos ou de extrema simplicidade, atuar tão fortemente e com extrema grandeza fora das fronteiras do país. Pais este que já a colocava em patamar de “paixão nacional”. Como este produto atingiu tão fortemente o mercado mundial e principalmente pessoas de grande exposição na mídia, atingindo ate o mercado hollywoodiano.

A Alpargatas ao longo dos anos vem atuando no mercado calçadista de uma forma inovadora e com muita visão no que diz respeito à comercialização de seus produtos. A comercialização das sandálias, carro chefe da empresa, passou 32 anos sendo vendida da mesma maneira, palmilha branca com solado e tiras da mesma corcomo bem afirmaÂngela Hirata. “Elas não deformam, não têm cheiro e não soltam as tiras. Não há brasileiro que não as tenha colocado nos pés pelo menos uma vez na vida, literalmente”. Através de varias ações de marketing que contou com apresentações das sandálias Havaianas ate na entrega do Oscar em 2003 onde, a sandália velha e boa para se usar na praia apareceu cravejada de cristais Swarovski. Ótima jogada de marketing. Nos anos 90 a empresa deu início ao que é hoje, uma escalada de inovações e novos matérias, com estampas atraentes e sempre buscando cativar o cliente. A sandália passou a ser um acessório de moda, com estampas que combinam com as mais diversas padronagens.

As Havaianas são um dos raros casos de produto nacional que ostenta a sua própria marca no exterior – não vendem apenas a matéria-prima ou o artigo que receberá a etiqueta de outra marca. Além disso, conseguiu fazer do "Made in Brazil" um sinônimo de qualidade. No caso das sandálias, associa-se o produto ao clima tropical e ao estereótipo dos brasileiros sempre divertidos e descontraídos. "Qualquer país poderia fazer um chinelo de borracha parecido, mas a marca conseguiu ser reconhecida como original", diz Alberto Serrentino

Nossa missão é oferecer excelentes sandálias, que estimem valor para nossos clientes, independente da que região onde estejam.” Marilene Pimentel, Diretora de Projetos.

A Alpargatas possui hoje uma cadeia de processamento de dados relevantes a inovação, pesquisa e esta cercada de profissionais de marketing e propaganda, fazendo com que a marca seja cada vez mais lembrada, através dos mais diversos tipos de mídia.

A São Paulo Alpargatas é a maior empresa brasileira de calçados e artigos esportivos. Havaianas, Rainha, Topper, Mizuno, Timberland e Locomotiva são exemplos de marcas próprias e licenciadas da Alpargatas, que estão presentes na vida diária de milhões de consumidores no Brasil e nos 80 países para os quais são exportadas.”

Outro diferencial da Alpargatas esta na concepção de valores a sua visão de inovação, busca aperfeiçoar seus produtos e processos de fabricação e divulgação, sempre um passo a frente em termos de antecipação e lançamento de tendências. Apresentar novas tecnologias aperfeiçoadas para auxiliar tanto a produção como o conforto do publico alvo. Seus produtos são lançados somente após passar por criteriosos e minuciosos testes, para que o cliente adquira com total segurança o conforto e a beleza desejada. Uma empresa antena da no mercado, sempre em busca do novo para ampliar a competitividade e marcar ainda mais a atuação e visibilidade de sua marca.

Para Marcio Utsch, Diretor presidente, a inovação, pesquisa e desenvolvimento, são áreas de vital importância para o segmento da moda. O Centro de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento, visa aplicar as descobertas, idéias e novidades, em produtos mais competitivos, modernos e bonitos. Sem se esquecer da qualidade e confortabilidade. O publico passa a lembrar e desejar um bom produto quando o mesmo supera as expectativas.

Atualmente as sandálias são utilizadas em diversos tipos de eventos, tais como Copa do Mundo, aonde as sandálias já vem com a impressão da logomarca dos times, eventos como casamentos, aniversários, bodas. Abriu-se um leque de opções onde a sandália Havaiana sai do patamar comum de vendas em gôndolas e passa a ser utilizada como lembrança ou convite. (Revista FHOX, 2008) No ramo fotográfico utiliza-se a fotografia dos noivos impressa nas sandálias como lembrança. Uma diversificação, onde a empresa busca novos mercados, abrindo novos canais de distribuição de seus produtos deixando margem para a customização.

Segundo Chiavenato (2008) a inovação é o ato de fazer coisas novas, criar novidades, mudar ou modificar as coisas atuais, fazer diferente dos outros. È uma maneira de promover um choque na inércia de idéias e sair da rotina. Aguçar a imaginação e a criatividade. Sempre buscando otimizar e melhorar idéias e novidades, com isso desenvolver o espírito critico sempre potencializando o aperfeiçoamento da qualidade para ampliar a competitividade.

1.3-Gestão de Projetos – Alpargatas

Com a globalização o processo de mudanças mercadológicas apresenta-se mais e mais atuante. Podemos observar estas mudanças em produtos e serviços comercializados. O mercado esta se atualizando e com isso se aperfeiçoando com uma rapidez impressionante. As inovações tecnológicas têm aspectos marcantes em nossa sociedade. Fazendo com que os consumidores, também se aperfeiçoem e busquem estas novidades em cada produto ou serviço que consomem ou adquirem.

(Parte 1 de 2)

Comentários