Ecologia, ecossistemas e meio ambiente

Ecologia, ecossistemas e meio ambiente

ECOLOGIA, ECOSSISTEMAS E MEIO AMBIENTE

  • PROF. Ms RENATA DE SOUZA ZANATELLI

INTRODUÇÃO

  • Ecologia:

  • Grego:

  • oikos – casa

  • logos – estudo

  • “estudo da casa”, ou seja, do ambiente em que os organismos vivem e com o qual interagem.

INTRODUÇÃO

  • Conceito:

  • Ciência nova, que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o meio ambiente que os cerca.

  • Principal enfoque – mudança comportamental da sociedade, de reconhecer a existência dos recursos naturais e, a necessidade da exploração racional para que o ser humano possa sobreviver.

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA ECOLOGIA

  • População – conjunto de indivíduos ou organismos da mesma espécie, que vivem numa mesma área e ao mesmo tempo, mantendo certa interdependência. Ex: lobos

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA ECOLOGIA

  • Comunidade biótica – conjunto de populações em uma determinada área que vivem ao mesmo tempo, e são interdependentes. Ex: peixes + sapos + vegetais = comunidade da lagoa

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA ECOLOGIA

  • Ecossistema – sistemas biológicos característicos dentro do ambiente geofísico, constituídos pelo conjunto de comunidades aliadas ao meio físico e químico. Sistema resultante da integração de todos os fatores vivos e não vivos do ambiente.

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA ECOLOGIA

  • Biomas – tipos de ecossistemas da biosfera, que se distinguem um do outro por um tipo de vegetação característica. Ex: desertos, florestas tropicais, campos

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA ECOLOGIA

  • Biosfera – espaço da vida que envolve o planeta, onde existe a combinação e circulação de quatro elementos fundamentais para a vida: ar, água, solo e energia. Representa todos os ecossistemas do planeta.

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DA ECOLOGIA

  • Meio Ambiente – relações entre a sociedade e a natureza; qualquer espaço onde se interagem os seres vivos.

NÍVEIS TRÓFICOS NA COMUNIDADE

  • Autótrofos – ou produtores – capazes de sintetizar seu próprio alimento e oxigênio. Ocupam o primeiro nível trófico em qualquer ecossistema. Ex: plantas

  • Heterótrofos – ou consumidores – dependem do alimento fabricado pelos produtores. Podem ser primários, secundários e terciários. Ex: todos animais

  • Decompositores – se alimentam de restos de plantam e animais. Ex: bactérias

NÍVEIS TRÓFICOS NA COMUNIDADE

  • Cadeia alimentar e teia alimentar – são as relações alimentares nos ecossistemas.

  • Não pode ter mais de 4 ou 5 elos.

  • Quanto mais curta a cadeia, maior a quantidade de energia disponível para os níveis tróficos elevados

  • - Vai dos produtores para os consumidores, mas em cada nível trófico é aproveitada para a manutenção das funções vitais e grande parte se dissipa no ambiente, em forma de calor.

NÍVEIS TRÓFICOS NA COMUNIDADE

  • Habitat – refere-se ao lugar no em que vive uma espécie ou organismo, onde ela pode ser encontrada. Ex: oceano

O HOMEM NO AMBIENTE – IMPACTO NA BIOSFERA

INTRODUÇÃO

  • O homem ao mesmo tempo faz papel de vítima e vilão

  • Responsável pela degradação do meio ambiente

  • Levando a desequilíbrios na biosfera

CRESCIMENTO POPULACIONAL: IMPACTOS AMBIENTAIS NA BIOSFERA E NO PRÓPRIO HOMEM

  • A demanda de alimentos aumento, a agricultura exige áreas maiores, derruba-se a vegetação nativa (desmatamento), o que leva ao desaparecimento de muitas espécies biológicas (perda da biodiversidade)

CRESCIMENTO POPULACIONAL: IMPACTOS AMBIENTAIS NA BIOSFERA E NO PRÓPRIO HOMEM

  • Aumento da produção de resíduos (lixo)

  • Eliminação do lixo de forma errada

  • Produtos não reciclados

  • Recursos naturais tendem a esgotar-se rapidamente

  • Maior demanda por produtos industrializados, aumentando o consumo de energia - poluição

POLUIÇÃO

  • Conceito:

  • Acréscimo de materiais ou energia ao ambiente, em quantidades que causem uma alteração indesejável ou o resultado de qualquer atividade humana onde no final sobra qualquer substância que pode prejudicar ou degrada o meio ambiente.

  • - Poluente

POLUIÇÃO

  • Poluição das águas:

  • esgotos, lixo, agrotóxicos, minerações, resíduos industriais, são não-biodegradáveis e se acumulam no meio ambiente.

POLUIÇÃO

  • Consequência da poluição das águas:

  • Eutrofização – desequilíbrio das teias alimentares aquáticas, devido o despejo de grande quantidade de nutrientes na água podendo levá-las a extinção.

  • Poluição química – os detergentes sintéticos não bio-degradáveis modificam a tensão superficial da água

POLUIÇÃO

  • Poluição do ar:

  • Queima de combustíveis fósseis, emissão de gases pelas indústrias, sons.

  • Fenômenos que surgem:

  • . Inversão térmica – manto de poluentes, impedindo a circulação do ar, camadas inferiores ficam mais frias

POLUIÇÃO

  • Chuva ácida – gases reagem com a água da chuva, formando ácido sufúrico e ácido nítrico

  • Efeito estufa – grande concentração de CO2 na atmosfera. Aumenta a temperatura média do planeta.

  • Buraco na camada de ozônio – consequência da liberação de gases utilizados pela indústria de refrigeração

POLUIÇÃO

  • Poluição do solo:

  • Resíduos sólidos urbanos (lixo), constituído por resíduos domésticos, industriais, comerciais, agrotóxicos, saúde.

  • Chorume – líquido gerado pela decomposição da matéria orgânica do lixo que contamina o solo e os lençóis freáticos

POLUIÇÃO

  • Poluição visual:

  • Não causa malefícios ao organismo, mas incomoda

POLUIÇÃO

  • Poluição Natural:

  • - Não é provocado pelo homem, mas pela própria natureza.

Comentários