Epidemiologia e saúde do trabalhador

Epidemiologia e saúde do trabalhador

EPIDEMIOLOGIA E SAÚDE DO TRABALHADOR

  • Profª Ms Renata de Souza Zanatelli

INTRODUÇÃO

  • Novas tecnologias – graves consequências na saúde pública – trabalhadores e população no geral.

  • Aspectos preocupantes:

  • - aumento da incidência de algumas síndromes clínicas degenerativas – poluição ocupacional e ambiental

CONCEITO

  • A epidemiologia na saúde do trabalhador atua definindo como o processo saúde-doença se desenvolve, se comporta e se distribui entre os trabalhadores, enquanto coletividade, categoria ou classe social (“olhar epidemiológico”)

CARACTERIZAÇÃO DAS DOENÇAS

  • Doenças “comuns” – aparentemente sem qualquer relação com o trabalho

  • Doenças crônico-degenerativas, infecciosas, neoplásicas, traumáticas – aumento da frequência de sua ocorrência e precocidade de seu surgimento

  • Doenças com espectro de sua etiologia ampliado ou tornado mais complexo pelo trabalho

  • Agravos à saúde específicos – acidentes de trabalho e doenças profissionais

CARACTERIZAÇÃO DAS DOENÇAS

  • Trabalho – causa direta ou indireta ou fator de risco para desenvolver doenças.

  • Epidemiologia – observação do excesso de frequência em determinados grupos ocupacionais para eliminar os fatores de risco reduzindo a incidência ou modificar o curso evolutivo dessas doenças ou agravos à saúde.

RISCOS PRESENTES NOS PROCESSOS PRODUTIVOS:

  • Químicos – substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo por via respiratória ou que, pela natureza da atividade de exposição, possam ter contato ou ser absorvido pelo organismo através da pele ou por ingestão.

RISCOS PRESENTES NOS PROCESSOS PRODUTIVOS

  • Ergonômicos – fatores relacionados às limitações e à capacidade de trabalho, levando-se em consideração a natureza fisiológica, psicológica e anatômica da capacidade e limitação do homem no exercício de qualquer tarefa

RISCOS PRESENTES NOS PROCESSOS PRODUTIVOS

  • Biológicos – contato do trabalhador durante o trabalho com microorganismos

  • Mecânicos – fatores ou situações que favorecem a ocorrência de acidentes do trabalho: máquinas e equipamentos enferrujados, ferramentas defeituosas

  • Físicos – diversas formas de energia: ruídos, vibrações, pressões anormais, iluminação, etc.

AÇÕES DE SAÚDE DOS TRABALHADORES

  • Assistência aos trabalhadores vítimas de acidentes do trabalho, doenças profissionais ou relacionadas ao trabalho (diagnóstico, tratamento, recuperação e reabilitação)

  • Promoção e proteção da saúde dos trabalhadores e vigilância das condições e ambientes do trabalho

  • Capacitação e treinamento

  • Informação e educação

MEIO AMBIENTE E SAÚDE DO TRABALHADOR

  • Situações de risco ambiental – origem nos ambientes e processos de trabalho – condições de risco para a saúde dos trabalhadores

  • Ações em conjunto – a nível da empresa, das organizações dos trabalhadores e dos órgãos públicos.

Comentários