Manuais de enfermagem

Manuais de enfermagem

É UM INSTRUMENTO INTEGRANTE DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO, TRANSMITEM POR ESCRITO,ORIENTAÇÕES AOS ELEMENTOS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM PARA DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES. ESTE MODELO BUROCRÁTICO DETERMINA E IMPÕEM UM CONJUNTO DE LEIS OU REGRAS DEFENIDAS PARA TODOS, AS QUAIS TEM POR OBJETIVO UM FUNCIONAMENTO ORGANIZADO E EFICIENTE. EMBORA OS MANUAIS REPRESENTAM A INFORMAÇÃO ESCRITA DO PROCEDIMENTO A SER REALIZADO, ELE É DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA PARA DIRECIONAR A EQUIPE DE ENFERMAGEM PARA ALCANÇAR COM EFICÁCIA OS OBJETIVOS PROPOSTOS.

  • É UM INSTRUMENTO INTEGRANTE DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO, TRANSMITEM POR ESCRITO,ORIENTAÇÕES AOS ELEMENTOS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM PARA DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES. ESTE MODELO BUROCRÁTICO DETERMINA E IMPÕEM UM CONJUNTO DE LEIS OU REGRAS DEFENIDAS PARA TODOS, AS QUAIS TEM POR OBJETIVO UM FUNCIONAMENTO ORGANIZADO E EFICIENTE. EMBORA OS MANUAIS REPRESENTAM A INFORMAÇÃO ESCRITA DO PROCEDIMENTO A SER REALIZADO, ELE É DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA PARA DIRECIONAR A EQUIPE DE ENFERMAGEM PARA ALCANÇAR COM EFICÁCIA OS OBJETIVOS PROPOSTOS.

ENTENDE-SE POR MANUAL DE ENFERMAGEM O INSTRUMENTO QUE REUNE, DE FORMA SISTEMATIZADA , NORMAS, ROTINAS, PROCEDIMENTOS, NECESSÁRIOS PARA EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE ENFERMAGEM.

  • ENTENDE-SE POR MANUAL DE ENFERMAGEM O INSTRUMENTO QUE REUNE, DE FORMA SISTEMATIZADA , NORMAS, ROTINAS, PROCEDIMENTOS, NECESSÁRIOS PARA EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE ENFERMAGEM.

ESSAS INFORMAÇÕES PODEM ESTAR AGRUPADAS EM UM ÚNICO MANUAL OU DIVIDIDAS DE ACORDO COM SUA FINALIDADE: MANUAL DE NORMAS, ROTINAS, E PROCEDIMENTOS ETC.

  • ESSAS INFORMAÇÕES PODEM ESTAR AGRUPADAS EM UM ÚNICO MANUAL OU DIVIDIDAS DE ACORDO COM SUA FINALIDADE: MANUAL DE NORMAS, ROTINAS, E PROCEDIMENTOS ETC.

ESCLARECER DÚVIDAS

  • ESCLARECER DÚVIDAS

  • ORIENTAR A EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE ENFERMAGEM

  • INSTRUMENTO DE CONSULTA

  • O MANUAL DEVE SER CONSTANTEMENTE ATUALIZADO SEMPRE QUE NECESSÁRIO PARA ESTIMULAR OS AVANÇOS REALIZADOS NA ÀREA DE ENFERMAGEM. O MANUAL DEVE SER, PORTANTO, UM ELEMENTO FACILITADOR, E NÃO BLOQUEADOR DAS AÇÕES DE ENFERMAGEM.

AS ETAPAS PARA ELABORAÇÃO DO MANUAL DEVE SEGUIR AS SEGUINTES FASES:

  • AS ETAPAS PARA ELABORAÇÃO DO MANUAL DEVE SEGUIR AS SEGUINTES FASES:

  • DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO;

  • DETERMINAÇÃO DOS ASSUNTO;

  • ESTRUTURAÇÃO E CONFECÇÃO DOS INSTRUMENTOS;

  • IMPLANTAÇÃO;

  • AVALIAÇÃO;

É REALIZADO COM BASE NO LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE INFORMAÇÕES DE SERVIÇO DE ENFERMAGEM EXEMPLO ESTRUTURA ORGANIZACIONAL EM QUE O SERVIÇO ESTÁ INSERIDO, A FILOSOFIA NORTEADORA DAS AÇÕES, OS OBJETIVOS QUE DEVEM SER ALCANÇADOS EM FUNÇÃO DAS NECESSIDADES DE SAÚDE DA CLIENTELA, RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS DISPONÍVIES.

  • É REALIZADO COM BASE NO LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE INFORMAÇÕES DE SERVIÇO DE ENFERMAGEM EXEMPLO ESTRUTURA ORGANIZACIONAL EM QUE O SERVIÇO ESTÁ INSERIDO, A FILOSOFIA NORTEADORA DAS AÇÕES, OS OBJETIVOS QUE DEVEM SER ALCANÇADOS EM FUNÇÃO DAS NECESSIDADES DE SAÚDE DA CLIENTELA, RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS DISPONÍVIES.

  • ESSAS INFORMAÇÕES PODEM SER LEVANTADAS ATRAVÉS DA ENTREVISTA,QUESTIONÁRIO, OBSERVAÇÃO E DISCUSSÃO EM GRUPO.

A ANÁLISE DAS INFORMAÇÕES COLETADAS DEFINE QUE INSTRUMENTOS O MANUAL DEVE CONTER E QUAL O CONTEÚDO DESSES INSTRUMENTOS.

  • A ANÁLISE DAS INFORMAÇÕES COLETADAS DEFINE QUE INSTRUMENTOS O MANUAL DEVE CONTER E QUAL O CONTEÚDO DESSES INSTRUMENTOS.

NESTA FASE ENVOLVE A ORGANIZAÇÃO DO MANUAL ( SEQUÊNCIA LÓGICA, AGRUPAMENTOS ) E APRESENTAÇÃO DOS ASSUNTOS ( NUMERAÇÃO, LINGUAGEM, DISPOSIÇÃO NA FOLHA ) , TIPO DE PAPEL QUE SERÁ UTILIZADO.

  • NESTA FASE ENVOLVE A ORGANIZAÇÃO DO MANUAL ( SEQUÊNCIA LÓGICA, AGRUPAMENTOS ) E APRESENTAÇÃO DOS ASSUNTOS ( NUMERAÇÃO, LINGUAGEM, DISPOSIÇÃO NA FOLHA ) , TIPO DE PAPEL QUE SERÁ UTILIZADO.

  • APÓS ESSAS DEFINIÇÕES DE ESTRUTURA CABE DISCUTIR QUEM IRÁ DESCREVER O MANUAL ( ENFERMEIRA OU TODOS QUE UTILIZARÃO O MANUAL ). É IMPORTANTE QUE O CONTEÚDO SEJA ANALISADO PELAS PESSOAS ENVOLVIDAS EXEMPLO: ROTINA DE COLETA DE MATERIAL PARA O EXAME, O PROFISSIONAL QUE EXECUTA ESTA ATIVIDADE PODE MELHOR AVALIAR SUA ADEQUAÇÃO. TERMINADA A ELABORAÇÃO DO MANUAL ELE DEVE SER APROVADO NOS NÍVES HIERARQUICOS SUPERIORES.

A IMPLANTAÇÃO DO MANUAL, QUANDO ELABORADO POR TODOS, TORNA-SE MAIS FÁCIL POIS AS INFORMAÇÕES NELE CONTIDAS REPRESENTAM O CONSENSO DO GRUPO. CASO NÃO TENHA HAVIDO A PARTICIPAÇÃO DA MAIORIA É NECESSÁRIO O PREPARO DO GRUPO PARA SUA IMPLANTAÇÃO.

  • A IMPLANTAÇÃO DO MANUAL, QUANDO ELABORADO POR TODOS, TORNA-SE MAIS FÁCIL POIS AS INFORMAÇÕES NELE CONTIDAS REPRESENTAM O CONSENSO DO GRUPO. CASO NÃO TENHA HAVIDO A PARTICIPAÇÃO DA MAIORIA É NECESSÁRIO O PREPARO DO GRUPO PARA SUA IMPLANTAÇÃO.

  • NA FASE DE IMPLANTAÇÃO , DEVE-SE CONSIDERAR O LOCAL DE PERMANÊNCIA DO MANUAL, SENDO QUE O LUGAR DEVE SER ACESSÍVEL AOS USUÁRIOS . DE NADA ADIANTA MANTER O MANUAL TRANCADO NA GAVETA.

O MANUAL DEVE SER UTILIZADO E SUAS INFORMAÇÕES DEVEM ESTAR ADEQUADAS COM ROTINAS DO HOSPITAL E SUAS INFORMAÇÕES DEVE PASSAR POR POSSÍVEIS REFORMULAÇÕES.

  • O MANUAL DEVE SER UTILIZADO E SUAS INFORMAÇÕES DEVEM ESTAR ADEQUADAS COM ROTINAS DO HOSPITAL E SUAS INFORMAÇÕES DEVE PASSAR POR POSSÍVEIS REFORMULAÇÕES.

O MANUAL DE ENFERMAGEM PODERÁ CONTER :

  • O MANUAL DE ENFERMAGEM PODERÁ CONTER :

  • REGULAMENTO DO HOSPITAL;

  • REGIMENTO DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM;

  • FILOSOFIA DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM;

  • PLANTA FÍSICA DA UNIDADE;

  • QUADRO DE PESSOAL DA UNIDADE;

  • ORGANIZAÇÃO DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM;

  • DESCRIÇAO DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM;

  • DE ACORDO COM OS DIAGNÓSTICOS OU AGRAVOS À SAÚDE DO PACIENTE;

TEM POR FINALIDADE ESTABELECER COMO DEVE FUNCIONAR A ORGANIZAÇÃO EXPLICANDO SUA FILOSOFIA, FINALIDADE, E ATIVIDADES QUE SERAM DESENVOLVIDAS E POR QUEM . COMPOSIÇÃO DO REGULAMENTO DEVE CONTER: FILOSOFIA DA ORGANIZAÇÃO, ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, QUADRO DO PESSOAL DE ENFERMAGEM.

  • TEM POR FINALIDADE ESTABELECER COMO DEVE FUNCIONAR A ORGANIZAÇÃO EXPLICANDO SUA FILOSOFIA, FINALIDADE, E ATIVIDADES QUE SERAM DESENVOLVIDAS E POR QUEM . COMPOSIÇÃO DO REGULAMENTO DEVE CONTER: FILOSOFIA DA ORGANIZAÇÃO, ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, QUADRO DO PESSOAL DE ENFERMAGEM.

O REGIMENTO CONTÉM DIRETRIZES BÁSICAS PARA O FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM . COMPOSIÇÃO DO REGIMENTO DEVE CONTER: A FILOSOFIA E OBJETIVO DO SERVIÇO AS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS, A COMPETÊNCIA DE CADA MEMBRO DA ENFERMAGEM.

  • O REGIMENTO CONTÉM DIRETRIZES BÁSICAS PARA O FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ENFERMAGEM . COMPOSIÇÃO DO REGIMENTO DEVE CONTER: A FILOSOFIA E OBJETIVO DO SERVIÇO AS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS, A COMPETÊNCIA DE CADA MEMBRO DA ENFERMAGEM.

AS NORMAS SÃO UM CONJUNTO DE REGRAS OU INSTRUÇÕES PARA FIXAR PROCEDIMENTOS MÉTODOS , ORGANIZAÇÃO, QUE SÃO UTILIZADOS NO DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES. SÃO LEIS, GUIAS QUE DEFINEM AS AÇÕES DE ENFERMAGEM ,QUANTO A O QUÊ E COMO FAZÊ-LAS.

  • AS NORMAS SÃO UM CONJUNTO DE REGRAS OU INSTRUÇÕES PARA FIXAR PROCEDIMENTOS MÉTODOS , ORGANIZAÇÃO, QUE SÃO UTILIZADOS NO DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES. SÃO LEIS, GUIAS QUE DEFINEM AS AÇÕES DE ENFERMAGEM ,QUANTO A O QUÊ E COMO FAZÊ-LAS.

É O CONJUNTO DE ELEMENTOS QUE ESPECIFICA A MANEIRA EXATA PELA QUAL UMA OU MAIS ATIVIDADES DEVEM SER REALIZADAS. É A DESCRIÇÃO SISTEMATIZADA DOS PASSOS A SEREM DADOS PARA REALIZAÇÃO DAS AÇÕES E COMPONENTES DE UMA ATIVIDADE , E SUA EXECUÇÃO. UMA ROTINA INSTRUI SOBRE O QUE DEVE SER FEITO, QUE DEVE FAZER E ONDE.

  • É O CONJUNTO DE ELEMENTOS QUE ESPECIFICA A MANEIRA EXATA PELA QUAL UMA OU MAIS ATIVIDADES DEVEM SER REALIZADAS. É A DESCRIÇÃO SISTEMATIZADA DOS PASSOS A SEREM DADOS PARA REALIZAÇÃO DAS AÇÕES E COMPONENTES DE UMA ATIVIDADE , E SUA EXECUÇÃO. UMA ROTINA INSTRUI SOBRE O QUE DEVE SER FEITO, QUE DEVE FAZER E ONDE.

PROCEDIMENTO É A DESCRIÇÃO DETALHADA E SEQUENCIAL DE COMO UMA ATIVIDADE DEVE SER REALIZADA. É SINÔNIMO DE TÉCNICA.

  • PROCEDIMENTO É A DESCRIÇÃO DETALHADA E SEQUENCIAL DE COMO UMA ATIVIDADE DEVE SER REALIZADA. É SINÔNIMO DE TÉCNICA.

  • O PROCEDIMENTO É BASEADO EM PRINCÍPIOS CIENTÍFICOS E, ASSIM, NÃO SE MODIFICA, INDEPENDENTEMENTE DE QUEM O REALIZA. POR EXEMPLO O PROCEDIMENTO DE SONDAGEM VESICAL É REALIZADO POR ENFERMEIROS, TÉCNICOS E MÉDICOS, SEMPRE DA MESMA MANEIRA. O TIPO DE MATERIAL PODE SER MODIFICADO.

OS MANUAIS FAZEM PARTE DA ESTRUTURA FORMAL DA ORGANIZAÇÃO, TRANSMITINDO, POR ESCRITO, ORIENTAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES DE ENFERMAGEM.

  • OS MANUAIS FAZEM PARTE DA ESTRUTURA FORMAL DA ORGANIZAÇÃO, TRANSMITINDO, POR ESCRITO, ORIENTAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES DE ENFERMAGEM.

  • É UM INSTRUMENTO QUE REÚNE DE FORMA SISTEMATIZADA AS NORMAS, AS ROTINAS, OS PROCEDIMENTOS E OUTRAS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA REALIZAÇÃO DAS AÇÕES DE ENFERMAGEM.

Comentários