Apostila - Concurso Vestibular - Biologia - Módulo 02

Apostila - Concurso Vestibular - Biologia - Módulo 02

(Parte 6 de 7)

Outro naturalista, Jean Baptiste Lamarck, já tinha idéias sobre a transformação das espécies antes de Charles Darwin. Lamarck percebeu que as espécies mudavam ao longo do tempo. Para explicar essas mudanças, Lamarck também destacava o papel do ambiente. No entanto, para ele, os organismos desenvolviam as características de acordo com as necessidades do meio. Essas características desenvolvidas para determinado fim eram transmitidas para a geração seguinte.

FUVESTFUVESTFUVESTFUVESTFUVEST – Mariposas da espécie Biston betularia de cor escura (melânicas) eram raras em Manchester, Inglaterra, por volta de 1895. Predominavam os espécimes de cor clara, que se camuflavam sobre os líquens das cascas das árvores. Em 1950, porém, verificouse que quase 90% das mariposas eram melânicas nas áreas que se tornaram industriais, onde fuligem negra produzida pelas fábricas recobriu o tronco das árvores.

a) Explique esse aumento das mariposas melânicas entre 1895 e 1950 com base na seleção natural.

b) Por que é possível afirmar que a coloração dessas mariposas é um caráter determinado geneticamente?

UNESPUNESPUNESPUNESPUNESP – Três populações de insetos, X, Y e Z, habitantes de uma mesma região e pertencentes a uma mesma espécie, foram isoladas geograficamente. Após vários anos, com o desaparecimento da barreira geográfica, verificou-se que o cruzamento dos indivíduos da população X com os da população Y produzida híbridos estéreis. O cruzamento dos indivíduos da população X com os da população Z produzia descendentes férteis, e o dos indivíduos da população Y com os da população Z não produzia descendentes.

A análise desses resultados permite concluir que:

a) X, Y e Z continuaram pertencendo à mesma espécie. b) X, Y e Z formaram três espécies diferentes. c) X e Z tornaram-se espécies diferentes e Y continuou a pertencer à mesma espécie. d) X e Z continuaram a pertencer à mesma espécie e Y tornou-se uma espécie diferente. e) X e Y continuaram a pertencer à mesma espécie e Z tornou-se uma espécie diferente.

FUVESTFUVESTFUVESTFUVESTFUVEST – “Para o homem poder suportar a intensa radiação solar nos trópicos, as células de sua pele adquiriram a capacidade de fabricar muita melanina.”

Esta é uma frase lamarckista. Critique-a com base no pensamento darwinista.

QQQQQUESTÃOUESTÃOUESTÃOUESTÃOUESTÃODEDEDEDEDE VESTIBULARVESTIBULARVESTIBULARVESTIBULARVESTIBULAR

9. (Fuvest)9. (Fuvest)9. (Fuvest)9. (Fuvest)9. (Fuvest) Um surfista que se expunha muito ao sol sofreu danos em seu DNA em conseqüência de radiações UV, o que resultou em pequenos tumores na pele. Caso ele venha a ser pai de uma criança, ela:

a) só herdará os tumores se tiver ocorrido dano em um alelo dominante. b) só herdará os tumores se tiver ocorrido dano em dois alelos recessivos. c) só herdará os tumores se for do sexo masculino. d) herdará os tumores, pois houve dano no material genético. e) não herdará os tumores.

De fato, podemos mudar nossas características. Eu posso fazer muitos exercícios físicos e melhorar meu desempenho em corridas. No entanto, essa mudança ocorre dentro de limites da minha constituição genética. E mais, meus descendentes não terão o mesmo desempenho que eu tive, exceto se treinarem como eu. No caso do surfista, ele teve uma alteração genética. Uma mutação provocou um tipo de câncer de pele. Mesmo sendo genética, essa característica adquirida não será transmitida para seu filho, pois não ocorreu nas células sexuais, os gametas.

FUVESTFUVESTFUVESTFUVESTFUVEST – Entre os cães domésticos encontramos uma grande diversidade morfológica (p. ex.: Fox, São Bernardo, Doberman, Poodle e muitos outros). Já entre os cães selvagens (Cachorro-do-mato, Lobo-guará), a diversidade é muito menor.

a) Como se explica, em termos evolutivos, essa diferença? b) Por que os cães “vira-latas” são, em média, mais resistentes a doenças que os cães com pedigree?

UNESPUNESPUNESPUNESPUNESP – Em algumas ilhas do arquipélago de Galápagos são encontrados cactos rasteiros, cujas flores ficam próximas ao chão, não sendo constatada a presença de iguanas terrestres. Nas ilhas onde vivem as iguanas, os cactos são arborescentes e suas flores encontram-se localizadas distantes do chão. Como você explica esses fatos, segundo as teorias evolutivas de Lamarck e Darwin?

As idéias lamarckistas e darwinistas apresentam semelhanças: ambas admitem a transformação das espécies. Até então, a maior parte das pessoas acreditava no fixismo, na qual as espécies criadas permaneceram sem modificações por toda a história da vida na Terra. E qual fato você utilizaria para derrubar tal explicação?

Além disso, Lamarck e Darwin não tinham clareza de como ocorria a transmissão dos caracteres ou como a variabilidade surgia. Essas explicações só aparecem com os trabalhos de Mendel (reveja, na Unidade 1, o que motivou Mendel a trabalhar com herança biológica).

À associação das idéias de Darwin com as da Genética, damos o nome de

Neodarwinismo, também conhecido como a teoria sintética da evolução. De acordo com essas idéias, as populações biológicas apresentam variações causadas por segregação independente dos cromossomos, mutações ou permutações. A freqüência dos diferentes alelos em uma população pode variar por ação, por exemplo, da seleção natural, já que existe uma sobrevivência ou taxa de reprodução diferencial dos indivíduos de acordo com suas características genéticas.

Ainda de acordo com as idéias neodarwinistas, as espécies surgem por um isolamento reprodutivo de populações, às vezes provocado por um isolamento geográfico. Esse acúmulo de diferenças, ao longo do tempo, deu origem à grande diversidade de formas de vida que conhecemos.

ENEM –ENEM –ENEM –ENEM –ENEM – O assunto na aula de Biologia era a evolução do Homem. Foi apresentada aos alunos uma árvore filogenética, igual à mostrada na ilustração, que relacionava primatas atuais e seus ancestrais.

Legenda da ilustração:

1 – Símios do Novo Mundo5 – GorilaI – Hilobatídeos 2 – Símios do Velho Mundo6 – ChimpanzéII – Pongídeos 3 – Gibão7 – HomemIII – Hominídeos 4 – Orangotango

“Árvore filogenética provável dos antropóides”

Após observar o material fornecido pelo professor, os alunos emitiram várias opiniões, a saber:

I.Os macacos antropóides (orangotango, gorila e chimpanzé e gibão) surgiram na Terra mais ou menos contemporaneamente ao Homem.

I.Alguns homens primitivos, hoje extintos, descendem dos macacos antropóides.

I.Na história evolutiva, os homens e os macacos antropóides tiveram um ancestral comum.

IV.Não existe relação de parentesco genético entre macacos antropóides e homens.

1. Analisando a árvore filogenética, você pode concluir que:

a) todas as afirmativas estão corretas. b) apenas as afirmativas I e I estão corretas. c) apenas as afirmativas I e IV estão corretas. d) apenas a afirmativa I está correta. e) apenas a afirmativa IV está correta.

2. Foram feitas comparações entre DNA e proteínas da espécie humana com DNA e proteínas de diversos primatas. Observando a árvore filogenética, você espera que os dados bioquímicos tenham apontado, entre os primatas atuais, como nosso parente mais próximo o:

a) Australopithecus. b) Chimpanzé. c) Ramapithecus. d) Gorila. e) Orangotango.

3. Se fosse possível a uma máquina do tempo percorrer a evolução dos primatas em sentido contrário, aproximadamente quantos milhões de anos precisaríamos retroceder, de acordo com a árvore filogenética apresentada, para encontrar o ancestral comum do homem e dos macacos antropóides (gibão, orangotango, gorila e chimpanzé)? a) 5b) 10c) 15d) 30e) 60

QQQQQUESTÃOUESTÃOUESTÃOUESTÃOUESTÃODEDEDEDEDE VESTIBULARVESTIBULARVESTIBULARVESTIBULARVESTIBULAR

10. (Fuvest)10. (Fuvest)10. (Fuvest)10. (Fuvest)10. (Fuvest) Examine a árvore filogenética adiante:

Esperamos encontrar maior semelhança entre genes de:

a) bactéria e protozoário. b) peixe e baleia. c) baleia e pássaro. d) estrela-do-mar e ostra. e) ostra e coral.

Figura – História evolutiva da vida na Terra

A noção de tempo em escala geológica (mil, milhões ou bilhões de anos) não é intuitiva. Mal conseguimos dimensionar 500 anos, imagine cerca de 3,5 bilhões de anos. Parece que foi esse o tempo que a vida teve para se diversificar da forma que conhecemos hoje.

Você já sabe que as pressões seletivas vão se alterando ao longo do tempo. O surgimento dos primeiros animais terrestres e a diversidade dos mamíferos podem ser explicados por eventos biológicos que os precederam. Que eventos seriam esses?

FFFFFAAAAATECTECTECTECTEC – A seguir temos a representação esquemática de uma população de indivíduos A de uma determinada espécie. Nesta população surge um mutante M, cuja origem é desconhecida.

Assinale a alternativa que se relaciona corretamente com o gráfico:

a)a mutação em M determina a manifestação de caráter indesejável, tornando o indivíduo menos apto a sobreviver.

b)a mutação em M melhora sua relação com as exigências do meio ambiente, tornando o indivíduo mais apto à sobrevivência.

c)os indivíduos A foram certamente, contaminados por um vírus mutante que se desenvolveu nos indivíduos M, provocando sua extinção.

d)os indivíduos M foram, certamente, afetados por um vírus que os tornou também mutantes e mais aptos a sobreviver, facilitando a sobrevivência dos indivíduos A.

e)as mutações em M tornaram, certamente, os indivíduos A estéreis, razão fundamental de sua extinção.

Leitura Recomendada

GONICK, Larry; WHELLIS, Mark. Introdução ilustrada à genética.Editora Harbra, 1995.

“Evolução”. Ciência hoje na escola. SBPC, 2001. v. 9.

(Parte 6 de 7)

Comentários