Tecido Cartilaginosoosseo

Tecido Cartilaginosoosseo

Tecidos esqueléticos: Tecido cartilaginoso e Tecido ósseoTecido cartilaginoso e Tecido ósseo

Forma especializada de tecido conjuntivo

Consistência rígida Funçã o suporte de tecidos moles

Tecido cartilaginoso suporte de tecidos moles reveste superfícies articulares essencial para formação e crescimento dos ossos longos

Impedir o atrito entre os ossos e amortecimento contra choques mecânicos

Origem: mesenquimal condroblasto

-Tipos celulares: - condroblasto

- condrócito

-Abundante material extracelular:

matriz cartilaginosa -fibras –colágeno ou elastina

Estrutura histológica das cartilagens

-fibras –colágeno ou elastina

-SFA -macromoléculas de proteoglicanas

(proteínas + glicosa minoglicanas)

- glicoproteínas adesivas lacunas: espaço ocupado pelos condrócitos;

Tipos de cartilagens:

De acordo com os componentes da matriz extracelular - Cartilage m hialina;

- Cartilage m elástica ;- Cartilage m elástica ;

-Cartilagem firosa ou fibrocartilagem;

Cartilagem hialina:

-A peça de cartilagem hialina e cartilagem elástica são revestidas pelo pericôndrio;

-Matriz extracelular rica em fibrilas colágenas do tipo I e SFA;

-Os condrócitos encontram-se em lacunas ao redor da matriz extracelular;

-Os condroblastos estão presentes no pericôndrio;

-A cartilagem hialina é avascular;

-Distribuição: cartilagem mais abundante no corpo humano, primeiro esqueleto do embrião, cartilagem do trato respiratório (traquéia e brônquios, disco epifisário, cartilagens ventrais e articulações.

Cartilagem hialina –molde para formação dos ossos longos Cartilagem hialina –molde para formação dos ossos longos

Disco epifisário –responsável pelo crescimento do osso longo em co mprimento

Organização histológica da cartilagem hialina e elástica

Condroblasto- núcleo vesiculoso; à superfície

Pericôndrio- tecido conjuntivo denso adjace nte

GRUPOS ISÓGENOS: -ninhos de condrócitos

Condrócito – encontra-se dentro das lacunas.

Membrana conjuntiva que recobre as cartilagens hialinas e elásticas,

Formado por tecido conjuntivo denso, na sua maior parte

Funções: fonte de novos condrócitos (condroblastos) eliminação dos catabólitos nutrição da cartilagem oxigenação

Cartilagem hialina -traquéia Cartilagem hialina -traquéia

Cartilagem hialina CONDRÓCITOS

Origem -a partir de condroblastos,

Função -Manutenção da matriz cartilaginosa são células secretoras: -colágeno (principal -tipo I)-colágeno (principal -tipo I)

- proteoglicanas

- glicoproteínas

Sofrem mitoses e originam os grupos isógenos

Cartilage m elástica:

-A cartilagem elástica apresenta matriz extracelular rica em fibras elásticas e SFA;

-Os condrócitos encontram-se em lacunas;

-Os condroblastos estão presentes no pericôndrio;-Os condroblastos estão presentes no pericôndrio;

-A cartilagem elástica é avascular; (nutrição via pericôndrio);

-Distribuição: pavilhão auditivo, epiglote e laringe.

Cartilagem elástica -epiglote Cartilagem elástica -epiglote

Crescimento da cartilagem

Crescimento intersticial divisão mitótica dos condrócitos já existentes

Crescimento aposicional a partir das células do pericôndrio menos importante, ocorre nas primeiras fases da vida da cartilagem

Cartilagem fibrosa ou fibrocartilagem:

-A cartilagem fibrosa apresenta matriz extracelular rica em fibras colágenas espessas do tipo I e escassa SFA;

-Os condrócitos encontram-se em lacunas;

-A cartiagem fibrosa é desprovida de pericôndrio;

-Distribuição: discos intervertebrais, sínfise púbica e menisco s.

Cartilagem fibrosa –discos intervertebrais histologia

As numerosas fibras colágenas espessas (tipo I) ** Ausência de pericôndrio

Discos intervertebrais Sínfise púbica

Cartilagem fibrosa

Disco intervertebral – cartilagem fibrosa

Regeneração do tecido cartilaginoso

Este tecido apresenta dificuldade de regeneração após lesão a regeneração ocorre por atividade do pericôndrio em adultos

Lesão pequenaLesão extensa

Novo tecido cartilaginoso Cicatriz de tecido conjuntivo denso

Tecido ósseo e ossificaçãoTecido ósseo e ossificação Tecido ósseo e ossificaçãoTecido ósseo e ossificação

Tipo especial de tecido conjuntivo responsável pela su stentaçã o formado por células e matriz extracelular calcificada

Funções do tecido ósseo suporte para as partes moles proteção de órgãos vitais aloja e protege a medula óssea aloja e protege a medula óssea depósito de cálcio, fosfato e íons

Tipos celulares: Células osteogênica s

Osteócitos

Osteoblastos ativos e osteoblastos em repouso Osteoclastos

Composição química

Composição química da matriz extracelular

1. Parte orgânica corresponde a 25% do peso ósseo fibras colágenas espessas do tipo I (90%)

SFA com glicoproteínas, proteoglicanas SFA com glicoproteínas, proteoglicanas

2. Parte inorgânica corresponde a 75% do peso ósseo cristais de fosfato de Ca ++ (Cristais de hidroxiapatita) carbonato, citrato de sódio, magnésio...

Revestimento dos ossos -Membranas Conjuntivas

INTERNO: Endósteo camada de células osteogênicas achatadas, revestindo a cavidade medular

EXTERNO: Periósteo -Camada fibrosa externa: -fibras colágenas e fibroblastos

Camada osteogênica interna: -células osteoprogenitoras e

Organização histológica do tecido ósseo

-células osteoprogenitoras e osteoblastos;

Função: nutrir, inervar, proteger, remodelar e reparar o tecido ósseo

Periósteo e endósteo Periósteo e endósteo

Células ósseas Células ósseas

Células do tecido ósseo Células do tecido ósseo

Sintetizam a parte orgânica

Participam da mineralização óssea

São aprisionados pela matriz óssea Osteoblastos

Colágeno tipo I, proteoglicanas, glicoproteínas

Passam de cubóides a achatados

A matriz ósse a ainda não ca lcifica da rece be o no me de Osteóide;

Possuem diversos prolonga mentos

Osteoblastos OsteoblastosOsteoblastos Osteoblastos

Prolongamentos de osteoblasto ativo (P) dando osteoblasto ativo (P) dando origem a canalículos. Osteóide (O) e matriz mineralizada (M).

presentes em lacunas Osteócitos

Prolongamentos envolvidos por matriz = canalículos ósseos essenciais para a manutenção da matriz óssea

Osteócito

* = Osteócito

Ob = Osteoblasto

Ot = Osteóide Ocl = Osteoclasto

Tipos celulares osteócito osteócito

Osteoclastos (macrófago do tecido ósseo) células móveis, gigantes, extensamente ramificadas, multinucleadas

Função: remodelação do tecido ósseo (reabsorção)

SMF: Sistema Mononuclear Fagocitário -origem monócitos do sangue

Borda Franjada

Osteoc las tos Osteoc las tos

Osteoc las to Osteoc las to

Variedades histológicas do tecido ósseo

1. Tecido ósseo primário disposição irregular de fibras colágenas e osteócitos mineraliza çã o deficiente Menos opaco ao raio-x Menos opaco ao raio-x

1°tecido ósseo a ser formado

Presente nos alvéolos dentários, suturas do crânio, inserção de tendões

2. Tecido ósseo secundário constituído por lamelas ósseas-Fibras colágenas paralelas delimitadas por fileiras de osteócitos

Se as lamelas ósseas permanecem paralelas

Se as lamelas ósseas paralelas e concêntricas a um canal contendo vasos e nervos

Osso esponjoso Osso compacto

Classificação anatômica Osso compacto

Variedade anatômica

Osso esponjoso

Periósteo e endósteo Periósteo e endósteo

Osso compacto Sistema de Havers

Formado por 4 a 20 lamelas ósseas

Canal revestido por endósteo: HAVERS

Canais de Volkmann

OSSO COMPACTO ao MEV. Observe osteônios, canal de Havers, lacunas, lamelas ósseas e sistemas inter mediários .

Tipos de Ossificação Tipos de Ossificação

Ossificação intra me mbranosa Ocorre no interior de uma membrana conjuntiva fibrosa

Ossificação endocondral Molde cartilaginoso

Tipos de ossificação

Molde cartilaginoso

Tanto na ossificação intramembranosa quanto na endocondral, o primeiro tecido ósseo formado é do tipo primário

Ossificação intramembranosa

Surge no interior de membranas de tecido conjuntivo Locais: ossos chatos do crânio, parte da mandíbula Centro de ossificação primária;

Células mesenquimatosas

Grupos de osteoblastos

Osteóide

Mineralização

Ossificação intra me mbranosa Ossificação intra me mbranosa

Font ane las Font ane las

Comentários