(Parte 2 de 4)

3 – Válvulas de passagem plena

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

• Serviços de bloqueio de gases (em quaisquer diâmetros, temperaturas e pressões

APLICAÇÕES: • No bloqueio rápido de água, vapor e líquidos em geral (em pequenos diâmetros e baixa pressão)

• Em serviços com líquidos que deixem sedimentos ou que tenham sólidos em suspensão

VÁLVULAS DE 3 OU 4 VIAS (O macho é furado em “T”, em “L” ou em cruz)

UTILIZADAS SOMENTE EM PEQUENOS DIÂMETROS, ATÉ 4”

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

Válvula de Esfera

• Menor tamanho e peso

• Melhor vedação • Maior facilidade de operação

• Menor perda de carga

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

• Serviço de regulagem em linhas de água, óleo e líquidos em geral, bem como para vapor, ar e outros gases.

• Para bloqueio em linhas de vapor, para Ø de até 8” • Para fechamento estanque em linhas de gases

1 – Válvulas angulares

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

2 – Válvulas em “ Y ” (Passagem reta)

Válvulas de Agulha USADAS PARA REGULAGEM FINA DE LÍQUIDOS E GASES EM Ø DE ATÉ 2”

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

• Linhas de recalque de bombas, imediatamente após a bomba, quando houver mais de uma bomba em paralelo descarregando para o mesmo tronco. CASOS TÍPICOS

DE EMPREGO • Linha de recalque de uma bomba para um reservatório elevado.

• Extremidade livre da linha de sucção de uma bomba não afogada

1 – Válvula de retenção de portinhola

• Tipo mais usual para diâmetros de 2” ou maiores.

• Existem modelos diferentes para instalação horizontal e vertical.

• São empregadas para serviços com líquidos

• Não devem ser usadas em tubulações sujeita a freqüentes inversões do sentido de fluxo.

O modelo mais usual é do tipo “wafer” utilizados em diâmetros grandes.

A portinhola é bi-partida e atuada por mola, não sendo assim necessário a ação da gravidade

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

A peça de fechamento é uma lingüeta flexível de um material não metálico (borracha, plástico etc.).

São empregadas em pequenos diâmetros (até 6”), para serviços corrosivos, onde freqüentemente o corpo da válvula tem revestimento interno.

2 – Válvulas de retenção de pistão SÃO ADEQUADAS PARA TRABALHO COM GASES E VAPORES

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

3 – Válvula de retenção de esfera

DE ALTA VISCOSIDADE, EM DIÂMETROS DE ATÉ 2”.

VARIANTES DA VÁLVULAS DE RETENÇÃO 1 – Válvula de Pé

2 – Válvula de retenção e fechamento

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

CONTROLAM A PRESSÃO A MONTANTE ABRINDO-SE AUTOMATICAMENTE, QUANDO ESSA PRESSÃO ULTRAPASSAR UM DETERMINADO VALOR PARA O QUAL A VÁLVULA FOI CALIBRADA (Pressão de abertura da válvula).

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

Semelhante às válvulas de segurança, com a diferença de que se abrem de fora para dentro.

Não permite fluxo de dentro para fora da tubulação

DESTINAM-SE A: • Descarregar o ar quando a tubulação se enche de água

• Descarregar continuamente o ar durante o funcionamento das bombas • Dar entrada de ar quando for descarregada a água

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 3 Prof. Clélio

Diafragma

Fluxo Fluxo

(Parte 2 de 4)

Comentários