Análise química

Análise química

(Parte 5 de 5)

-Titulação Redox

-Titulação por complexação

Métodos Analíticos

Introdução • Titulação ácido-base

-Titulação Ácido forte/Base forte -Titulação Ácido fraco/Base forte

-Titulação Base fraca/Ácido forte

-Titulação Base fraca/Ácido fraco

Faz-se reagir um ácido com uma base para que se atinja o ponto de equivalência.

À medida que é adicionado o titulante ao titulado, o pH da solução vai variar, sendo possível construir um gráfico desta variação, ao qual se dá o nome de curva de titulação.

Métodos Analíticos

•Titulação Ácido forte/Base forte HCl + NaOHNaCl + H2O

Introdução

•Titulação por precipitação

Quando uma mistura é titulada, o produto com o meno Kps precipita primeiro (se a estequiometria dos precipitados é a mesma).

AgI(s)Ag++ I-

Kps = [Ag+] [Cl-] = 1,8 x 10-10

Kps = [Ag+] [l-] = 8,3 x 10-17

Métodos Analíticos

Introdução

•Titulação por precipitação Métodos Analíticos

Introdução

•Titulação por complexação

Um dos complexantes mais comuns e mais empregados é o EDTA (ácido etilenodiaminotetraacético)

Métodos Analíticos

Introdução

•Titulação por complexação Os indicadores metalocrômicos

- Uma pequena quantidade do indicador é adicionada à solução do íon metálico, produzindo o complexo colorido. - À medida que o EDTA é adicionado, ele deslocará o metal complexado e deixará o indicador livre que apresenta uma coloração específica.

Métodos Analíticos

IntroduçãoConclusão

Os equilíbrios químicos que são estabelecidos entre analito e amostra numa análise química influenciam nos resultados aferidos, portanto o conhecimento profundo sobre os possíveis equilíbrios estabelecidos durante uma análise química é de fundamental importância para a confiabilidade dos resultados experimentais!

(Parte 5 de 5)

Comentários