Revista BrOffice

Revista BrOffice

(Parte 6 de 12)

ficiente clicar sobre a opção, digitar o nome do ar-

d) Para se exportar o texto para o formato PDF é suquivo apropriado e clicar a opção Salvar.

e) Para se limpar a formatação do texto é suficiente selecioná-lo e clicar a ferramenta .

A figura a seguir serve para responder as 2 próximas questões.

Comentário: Diferentemente do pacote de escritório proprietário, o BrOffice.org já traz nativamente uma ferramenta de conversão para o formato PDF. Portanto, a resposta correta é letra D.

Trazendo dicas e informação, todos os dias e na dose certa w.dicas-l.com.br

| Revista BrOffice.org | w.broffice.org/revista 20Agosto | 2010

O ingresso no mercado de trabalho através de concurso público é atualmente o sonho de milhares de pessoas no Brasil. O BrOffice.org está sendo cada vez mais exigido nesse tipo de provas. Porém o que alguns não sabem é que o Escritório Aberto, projeto da comunidade BrOffice.org, dá uma força extra aos “concurseiros” com esses modelos:

escritório aberto |

O Projeto Escritório Aberto tem como objetivo fornecer modelos de arquivos para o BrOffice.org totalmente gratuitos, prontos para usar e excelentes para o aprendizado. Assim, futuros usuários contarão com aplicações práticas para demonstração dos diversos usos do BrOffice.org por meio de exemplos utilizáveis. Trata-se de arquivos de uso diário, enviados por colaboradores e que servem perfeitamente às nossas necessidades, todos licenciados pela GPL.

Por Pedro Ciríaco

Por Pedro Ciríaco

Quando for nomeado e começar a desfrutar de um bom salário, é uma boa ideia controlá-lo com o Orçamento familiar para assalariado.

Download: Orçamento Familiar Assalariado

Um bom cartão de visitas valoriza o seu relacionamento interpessoal.

Download: Cartão de Visitas

O primeiro passo é fazer a inscrição no concurso público, que poderá ser realizada com este modelo de procuração.

Download: Procuração

Agora, se você ainda não passou em um concurso público, poderá arrumar um emprego na iniciativa privada através de um Currículo elegante.

Download: Currículo Elegante

Ao Vivo

B r

| Revista BrOffice.org | w.broffice.org/revista 21Agosto | 2010 órgão usa o BrOffice.org para uma das missões mais importantes diante da população: o controle externo de recursos públicos. São cerca de 120 auditores e 180 técnicos de fiscalização que usam o aplicativo na tarefa de analisar o fluxo de recursos de 667 unidades gestoras no estado, por onde circula anualmente uma média de R$ 13 bilhões. A suíte já está presente em 90% das 700 estações de trabalho, meta projetada para 2011, mas que foi atingida ainda no primeiro semestre deste ano. Anualmente, os auditores do TCE/MT geram aproximadamente 20 mil documentos.

Conforme o coordenador, o motivo predominante para a implantação do BrOffice.org foi econômico, o que significa redução de custos para os cofres públicos. A entidade calcula poupar até R$ 80.0,0 por ano com pagamento de licenças proprietárias de suítes de escritórios. Mas também já chamava a atenção da equipe as questões sobre interoperabilidade e o formato ODF, padrão de armazenamento de documentos do BrOffice.org.

Por Rochele Prass Arquivo pessoal reportagem | fisl11: fisl11:

Rochele P r a s s

Para conseguir o respaldo necessário para a migração, a entidade procurou auxílio externo. A estratégia foi buscar no mercado quem conhecesse o assunto. “Obviamente, a escolha foi pela Associação BrOffice.org”, explica Maragon. Conforme ressalta, a contratação da entidade pelo TCE/MT foi por meio de inexigibilidade de licitação. De acordo com a Lei, explica, quando uma instituição é notória na sua área de atuação, o procedimento administrativo para a contratação de seus serviços é dispensado.

A partir dessa parceria, técnicos da entidade iniciaram uma capacitação pela própria Associação BrOffice.org, tornandose multiplicadores de conhecimento para outros usuários da entidade. Os treinamentos duravam cerca de três horas uma vez por semana e cumpriam um papel a mais: a cada problema identificado, a equipe de multiplicadores era acionada. “Com a contratação da BrOffice.org, nós conseguimos o apoio qualificado para resolução de problemas”, afirma Maragon. Em 2006, o TCE/MT instituiu o BrOffice.org como ferramenta corporativa, por meio de decreto administrativo.

Um dos maiores cases de migração para BrOffice.org foi o tema principal do evento comunitário do BrOffice.org, realizado durante o fisl11. Segundo o Coordenador Técnico de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Edmar Maragon, e o analista técnico responsável pelo BrOffice.org na entidade, Claudio Ferraz, que apresentaram parte do evento, o planejamento de implantação da suíte de escritório iniciou em 2002, quando os auditores do TCE/MT ainda precisavam extrair manualmente informações dos bancos de da- dos para composição de relatórios. BrOffice.org discute sustentabilidade de projetos de migração em evento comunitário

TCE/MT apresenta caso de migração e aponta caminhos para sustentabilidade dos projetos de implantação

Evento Comunitário BrOffice.org Evento Comunitário BrOffice.org

| Revista BrOffice.org | w.broffice.org/revista 22Agosto | 2010

Arquivo pessoal

Evidentemente, houve resistências iniciais, conta Maragon, principalmente entre os que já conheciam outras ferramentas. “É aqui que o gestor tem que se preocupar”, enfatiza. Conforme aponta, o caminho deve ser o de quebra de paradigmas, tratando de mudar a cultura das pessoas, os usuários. “E foi neste ponto que o TCE/MT teve êxito”, afirma. Ele explica que o processo é contínuo e todo o esforço se repete cada vez que um novo colaborador passa a integrar o quadro. Muitos usuários que reclamam não se dão conta de que as dificuldades de aprendizagem são idênticas as que teriam com uma suíte proprietária, constata. “Mas não são só problemas que a gente encontra. Tem benefícios também”, declara.

Conforme ressalta Claudio Ferraz, que é o especialista em BrOffice.org no TCE/MT, o sucesso na adoção do BrOffice.org está também na integração do BrOffice.org com os principais sistemas legados no TCE/MT, responsável pelo controle de processos.

Uma das dificuldades técnicas foi quanto à inserção de imagens em lote no editor de texto para geração de relatórios. O caminho encontrado esteve novamente na parceria com a BrOffice.org: foi desenvolvida uma extensão que permite inserir em um documento imagens a partir de um diretório determinado. Depois de testada e aprovada, a extensão foi disponibilizada para todos os usuários do BrOffice.org como uma contribuição do Tribunal ao trabalho colaborativo do projeto. A AddPics está disponível para download no repositório do de extensões do OpenOffice.org.

Conforme Claudio Ferraz, uma outra vantagem de estar em permanente contato com a Associação BrOffice.org é a possibilidade de sugerir melhorias no aplicativo na medida em que necessidades são identificadas na rotina de trabalho dos usuários. Uma das questões foi com os gráficos gerados no Calc. Quando as imagens eram coladas no editor de texto, o Writer, os dados desapareciam. O problema estará solucionado a partir da versão 3.3 do BrOffice.org.

O Conselheiro e sócio fundador da OSCIP BrOffice.org Gustavo Pacheco, que prestou consultoria à entidade durante o processo de implantação, ressaltou que o caso do TCE/MT é importante porque representa um dos grandes desafios pós migração: a sustentabilidade desses projetos. “O TCE/MT tem um histórico de sucesso na migração e de suporte de apoio de desenvolvimento do aplicativo, dando contribuições ao projeto internacional”, diz.

Referente às dificuldades técnicas encontradas ao longo do processo de migração e no dia a dia dos usuários, Pacheco

Outra palestra realizada no Encontro Comunitário BrOffice.org foi sobre técnicas de conversão de documentos, ministrada pelo diretor da Oscip e responsável pela tradução do aplicativo para português, Olivier Hallot. Conforme explica, uma das maiores dificuldades para empresas e entidades que migram para BrOffice.org é a conversão de documentos. Hallot demonstrou, na prática, formas que facilitam o processo.

Leonardo Cezar, integrante das comunidades BrOffice.org e PostgreSQL, que é administrador de bancos de dados, apresentou ao público maneiras possíveis de acessar informações armazenadas num banco de dados PostgreSQL através do Base. De acordo com ele, essa integração é uma solução que facilita o acesso a dados, aproveitando recursos disponíveis da suíte de escritório.

Arquivo pessoal fisl11: Evento Comunitário BrOffice.org | Por Rochele Prass reportagem | http://extensions.services.openoffice.org/pt-br/project/AddPics esclarece a importância de discuti-las e até mesmo prevêlas durante o planejamento de uma migração. “A tendência, com esse tipo de planejamento, registro e acompanhamento é que os resultados efetivos sejam cada vez mais rápidos, pela proximidade que o BrOffice.org proporciona entre usuário e desenvolvedor”, diz.

A OSCIP BrOffice.org mantém com o TCE/MT um contrato que prevê prestação de consultoria e parte de desenvolvimento. Além disso, a organização atua como intermediária junto à comunidade internacional OpenOffice.org.

Baixe a extensão:

Rochele Prass TCE/MT destaca ao público que apoio aos usuários é contínuo

| Revista BrOffice.org | w.broffice.org/revista 23Agosto | 2010

Por Rochele Prass novas tecnologias | para BrOffice.orgpara BrOffice.orgpara BrOffice.orgpara BrOffice.org forma como o homem interage com o computador vem se modificando significativamente desde a década de 90, a partir da exigência por recursos mais sofisticados na computação. Nesse novo conceito, uma das diretrizes é de que os sistemas devem se adaptar às formas multi sensoriais pelas quais o homem se relaciona com o mundo, e não o contrário. Imagine produzir um texto inteiro sem precisar do teclado para digitar. É isso que pretende o SpeechOO, uma extensão de reconhecimento de voz para o

OpenOffice.org. O projeto é brasileiro e open source.

A ideia de desenvolver a ferramenta surgiu há cerca de quatro meses e foi lançada oficialmente durante o fisl11. O projeto é dos pesquisadores Pedro Batista, que trabalha com aplicações de reconhecimento de voz dentro do Grupo FalaBrasil, e do pesquisador William Colen, responsável pelo Corretor Gramatical CoGrOO. Os dois juntaram as experiências e o resultado, ainda em fase de amadurecimento, é promissor, como explica Pedro na entrevista a seguir:

A interação homem máquina está mudandoPode-

mos considerar o SpeechOO uma amostra de vanguarda do que ainda está por vir nessa relação?

Sim, o SpeechOO é um aplicativo bastante novo. Na verdade, uma possibilidade nova, pois a ideia de se usar a voz para interagir com o computador já vem sendo apresentada por filmes de ficção científica há bastante tempo. Porém, somente agora a possibilidade de criar aplicações livres com essa tecnologia para o português brasileiro é possível, graças ao trabalho do Grupo FalaBrasil que vem desenvolvendo o reconhecedor de voz Coruja. Existem outras aplicações que estamos colocando em prática no Grupo FalaBrasil, que podem ser conferidas na página: http://www.laps.ufpa.br/falabrasil

(Parte 6 de 12)

Comentários